Provérbios 31:26

Abre a boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.

Play Audio

Uma virtuosa mulher é conhecida pela sua maneira sábia e bondosa de falar, enquanto que uma mulher odienta é conhecida pela maneira de falar insensata e crítica. Temos aqui uma das características mais marcantes da mulher bondosa e da má - de que maneira elas falam: A mulher virtuosa é sempre cuidadosa, discreta e prestativa naquilo que fala. E ela nunca diz alguma coisa ríspida, negativa, ou sarcástica.

A mãe do rei Lemuel o ensinou a como buscar uma grande mulher (Pv 31:1 e 10). A regra ensinada neste provérbio é de grande valor para todos os homens. Ao invés de olhar para as mulheres, ouça-as! Em olhar você será enganado pela tentação dos corpos e dos olhos delas (Pv 6:25; Pv 31:30), mas ouvindo revelará com mais precisão o caráter delas (Pv 14:7; Ec 10:12-14; Mt 12:34-37).

Uma grande mulher que merece casar com você fala com sabedoria. Ela não discute nem dá a sua opinião quando não é solicitada. Ela não responde sob forte emoção. Ela não gargalha nem ri. Ela não faz piada nem cutuca. Ela não reclama nem faz cara de zangada. Ela usa a sua boca para distribuir sabedoria aos seus filhos (Pv 1:8; Pv 6:20). Ela fala, sim: ela alimenta a muitos por meio de respostas sérias com as palavras certas da verdade (Pv 11:30; Pv 22:17-21). Ela só faz barulho quando isso ajuda a outros.

Uma mulher odiosa - a mulher odienta, repugnante - não deveria casar nunca (Pv 30:21-23). Ela é uma maldição na terra! Ela deveria ser forçada a viver em isolada miséria. Pais de homens jovens deveriam colocá-la na lista negra das namoráveis. Suas contendas constantes, implicantes e perguntas levam homens e crianças à loucura! Por isso eles fogem para o telhado ou para uma terra deserta para fugir da sua boca crítica e irritante (Pv 12:4; Pv 19:13; Pv 21:9 e 19; Pv 25:24; Pv 27:15-16).

De que maneira você identifica esta criatura infernal antes que seja tarde demais? Ouça mais do que olhar! Ela pode arrumar o cabelo e controlar o peso dela para conseguir levá-la ao altar. Mas ela não consegue controlar a boca! Salomão disse que tentar escondê-la seria como esconder o vento ou um perfume (Pv 27:15-16). Se ela der a opinião sem que tenha sido solicitada, corra! Lembre-se da regra 10! Se ela é capaz de dar a opinião antes do casamento, depois será 10 vezes pior (Pv 30:21-23).

Como é que você identifica esta criatura infernal antes que seja tarde demais? Conte as palavras dela. Uma mulher de bom entendimento fala muito pouco (Pv 17:27-28). Ela sabe que Deus ordenou e exaltou a mulher de espírito manso e quieto e, por isso, ela se exercita continuamente para ser assim (IPe 3:3-4). Se você sentir ate o cheiro do tipo ruidosa e orgulhosa, corra! A vida com uma mulher dominadora é pior do que a morte! Porque não se oferecer a ser um voluntário apicultor pelado, ou um instrutor de banda do primeiro ano?

Uma grande mulher com quem vale a pena se casar é sempre agradável (Pv 11:16). Ao invés de uma língua sarcástica e afiada (Pv 12:18), ela é conhecida pelos seus lábios agradáveis vindos de um coração puro (Pv 22:11). Sua graciosidade não pode ser oculta - ela será altamente estimada e amada por todos. Uma mulher agradável não é presunçosa, arrogante ou atirada; ela é condescendentemente afável (Rm 12:16). Ela sempre tem uma palavra boa e branda que coloca o mundo inteiro de uma forma favorável!

Existe uma lei na sua língua - uma lei que ela nunca quebra. Ela é sempre gentil, bondosa, paciente, doce, atenciosa e respeitável. Apesar da sua grande diligência e realizações (Pv 31:10-25 e 27-29), ela continua sendo sábia e bondosa no seu modo de falar. Ela não sabe o que é ser crítica, áspera ou impaciente. Seu modo de falar agradável é algo maravilhoso (Pv 15:23; Pv 24:26; Pv 25:11). É a música mais doce aos ouvidos e ao coração de um homem!

Escute jovem! Siga os seus ouvidos quando as palavras prudentes pronunciadas são bondades amáveis! Você está para se encontrar com a maior dádiva de Deus (Pv 18:22; Pv 19:14). Você encontrou uma mulher que vale a pena amar o resto da sua vida. Sua boca valerá muito mais do que beijos. Será a fonte de suavidade diária para lhe confortar em tempo de tristeza, estimular você na angústia, recompensá-lo pelo seu trabalho, seduzi-lo no ato amoroso, e o enaltecer com louvor sincero.

Mulher cristã, se alguém, mesmo brincando, tenha insinuado que você poderia ser colérica no temperamento, você precisa de mais ajuda do que outras mulheres. Você provavelmente nem consiga captar esta lição, porque sua boca tem uma compulsão fora do comum para falar, questionar, discutir, corrigir, implicar, criticar, reclamar e cutucar. Você não pode imaginar a dor que você causa aos outros. Você não consegue resistir de falar. Até mesmo a sua fala bondosa tem um fio que faz com que as pessoas se encolhem de medo

Faça um levantamento de si mesma. Você tem amigos que anseiam pela sua presença? Você é apreciada por pessoas boas? Se não, é porque você tem uma língua afiada e uma boca ferina. O que você pode fazer a respeito dessa maldição? Pare de falar: deixe que os outros peçam você para falar (Pv 17:27-28; Tg 1:19). Aprenda a submissão: deixe que o seu marido dê a você a sua opinião (Gn 3:16). Aprecie a reverência: trate a ele como um lorde (Ef 5:33; IPe 3:6). Só diga coisas agradáveis e ponto final (Cl 4:6)!

Mulher cristã, é o seu dever e privilégio governar a sua língua para a glória de Deus e o louvor do seu agradável caráter. Se você for mais idosa, você deve evitar a falsa acusação e procurar ensinar as virtudes piedosas (Tt 2:3). Se você for mais jovem, você deve evitar a tagarelice e outras maneiras de falar indiscretas (ITm 5:13). Uma linda reputação e o favor amoroso dos outros é uma escolha - uma escolha fácil (Pv 22:1). Fale apenas com sabedoria e bondade!

Pais, cuidem de ensinar as suas filhas a importância do modo de falar sábio e agradável. Isto é mais importante do que a educação acadêmica ou a beleza física. Isso chamará atenção e honrará a Deus e a todos os homens de bem. É é o dever de vocês também ensinarem os seus filhos a valorizar as meninas que têm um modo sábio e bondoso de falar, acima das tagarelas atraentes. Considere, sempre que você ver um marido dominado por uma terrível tagarela, os pais dele foram verdadeiramente negligentes.

A igreja de Cristo, que é frequentemente comparada com uma noiva virgem na Escritura, deve ser conhecida pela sua maneira sabia e bondosa de falar (Ef 4:29; Cl 4:6). Seja você um homem ou uma mulher na igreja de Cristo, a sua maneira de falar dever ser digna do seu glorioso Marido!