Provérbios 30:31

O galgo; o bode; e o rei, a quem se não pode resistir.

Play Audio

Aqui temos três itens mais atraentes em suas idas e vindas, belos no exercício de seus dons e funções (Pv 30:29-31)! O leão, o rei dos animais, já foi descrito (Pv 30:30). Se você meditar a respeito desses três itens, irá descobrir lições de sabedoria neles (Jó 12:7-10; Sl 107:43; 119:96). O galgo é belo por causa da sua velocidade, o bode por causa de sua liderança séria, e um rei invencível pela sua autoridade irresistível. Alegre-se nestas características!

Agur, o filho de Jaque escreveu este capítulo de Provérbios (Pv 30:1). Mas Deus inspirou as suas palavras com base em três fatos. Primeiramente, toda a Escritura é inspirada e o livro de Provérbios faz parte das Escrituras (IITm 3:16-17). Em segundo lugar, estes provérbios de Agur eram uma profecia, uma revelação da sabedoria de Deus por inspiração (Pv 30:1; IIPe 1:19-21). Em terceiro lugar, ele fez uma advertência contra acrescentar alguma coisa à palavra de Deus (Pv 30:5-6; Ap 22:18-19). Portanto, devemos ler estas palavras como sendo do próprio Deus.

A maioria dos Provérbios de Agur são listas de coisas (Pv 30:11-31). A lista aqui é de quatro coisas que são atraentes em suas idas e vindas - belas em suas aparências, movimentos e condutas (Pv 30:29-31). O leão, já mencionado no versículo anterior, tem um andar ousado e majestoso, demonstrando um orgulho confiante; ele não teme nenhuma criatura e ele não sai do seu caminho por ninguém (Pv 30:30). Ele é o rei dos animais e ilustra a coragem, a confiança e o destemor.

O que é que o galgo tem de belo? O galgo é delgado, de formas aerodinâmicas, tendo os quadris firmemente tencionados para corridas excepcionais de velocidade. Seu nome não tem nada a ver com a sua cor, mas com o fato de ser um cão de perseguição, um cão que caça por vista e não por faro. Cavalheiros ingleses e faraós os possuíam, tendo registros deles datados de mais de 3000 anos A.C. O macho típico do galgo pesa 32 quilos, e pode correr curtas distâncias à velocidade de 72 km/h.

O galgo é elegante, calmo e brando. Com longas pernas e rabo, músculos compactos, perfil delgado e aparência de alerta; o galgo é atraente, ligeiro e ágil. Com uma capacidade visual de enxergar o movimento de pequenos seres até 800 metros de distância; é criado e treinado para caçar por vista e perseguição. É atraente em suas idas e vindas, seja andando elegantemente ou agilmente perseguindo um coelho num campo aberto, uma tarefa que só uma chita (leopardo de caça da Índia) poderia igualar!

O que é que o bode tem de belo? Com uma barbicha longa, chifres magníficos e uma presença constante à frente do rebanho, o bode apresenta uma forte figura de liderança séria e sóbria. Era de conhecimento geral que o bode anda à frente do rebanho (Jr 50:8). E Deus usou a figura de um bode como um símbolo poderoso de Alexandre o Grande (Dn 8:5-8), o que se aplicava bem devido ao fato que os Macedônios reverenciavam o bode. O bode é um excelente guia e protetor, ilustrando a beleza de um fiel líder patriarcal!

O que é belo em um rei invencível? É difícil apreciar a autoridade de um rei, contra quem não há levantes, já que não há mais reis a não serem alguns figurativos. Os governantes de hoje têm pouca autoridade ou poder em comparação com os de antigamente. Eles respondem a legisladores ou às cortes, têm suas condutas escolares examinadas, suplicam pelos votos de camponeses para poderem permanecer no poder, precisam de permissão para tirar férias, cooperam com a mídia, apertam mãos e beijam bebês, dão risos forçados e acenam como um manequim e tem que justificar todas as suas decisões aos zombadores.

Nabucodonosor da Babilônia foi o maior rei (Dn 2:37-40; Jr 27:6-7; 28:14; Ez 26:7). Ele não ocupou a sua posição por votos; ele não respondia a ninguém senão a Deus. Os seus adversários não desenhavam caricaturas suas; ele não apertava mãos nem beijava crianças. Ele tinha poder de criar uma nova religião num capricho de momento e impô-la com uma morte por fogo sobre todos os políticos do mundo (Dn 3:1-7)! Se você o ofendesse, mesmo que fizesse parte do seu gabinete, ele o teria cortado em pedaços, sua casa seria destruída e um grande monte de estrume erguido sobre ela (Dn 2:5; Dn 3:29).

Salomão e o seu pai Davi foram grandes reis dentro dos seus próprios direitos (IISm 8:1-6; IRs 2:12; 4:20-28). Eles conheciam o poder de um rei, e escreveram a respeito disso. Ele era para ser temido da mesma forma que se teme o leão na mata (Pv 16:14-15; 19:12; 20:2; 24:21-22; Ec 8:2-5; Ec 10:4,20). E ele tinha que esmagar todo o mal dentro do seu reino (Pv 14:35; 16:10; 20:8,26; 29:14). Sabemos pelas palavras de Agur que a qualidade que devemos admirar é a sua invencibilidade e irresistibilidade, o que é declarado pelas palavras, "A quem se não pode resistir". Esta é uma coisa linda, não importa o que a Declaração da Independência ou a Carta de Direitos dos Estados Unidos da América do Norte possa dizer!

Que lições podem ser extraídas desta lista de criaturas naturais? Em primeiro lugar o Senhor Jesus Cristo preenche todas essas qualidades perfeitamente; e, em segundo lugar, os cristãos também devem também procurar preenchê-las. Não basta apenas ser justo, você deve se mostrar atraente em suas idas e vindas, acrescentando beleza e graça em todas as suas atividades. É na conduta atraente que o cristão acrescenta glória e louvor à sua religião. Dever e justiça são excelentes; mas a maneira e o espírito em que você os realiza aumenta a beleza dos mesmos (Pv 22:11; Mt 5:16; ICo 13:5; Gl 4:18; 5:6; Fp 1:27; Tt 2:1,9-10)! Cristão, você é atraente em seu andar?

Você é destemido e corajoso como o leão no exercício dos seus deveres cristãos, independentemente de resistências ou ameaças (Pv 28:1; Jó 32:1-14; Sl 119:98-100; Hb 13:6)? Você age rapidamente para guardar os mandamentos de Deus, como se você fosse um galgo (Sl 119:60; Gl 1:15-17)? Você é um líder, pelo exemplo, em seu casamento, sua família e sua igreja, assim como o bode (ICo 16:13; Ef 4:16; 6:4)? Você é firme, como um grande rei, na defesa da autoridade, da justiça e do evangelho apostólico ordenado por Deus (Pv 22:17-21; IPe 3:15; Jd 1:3)?

O Senhor Jesus Cristo é o Leão da tribo de Judá e não recusa ninguém (Ap 5:5). Ele destruiu a obra do diabo, que é descrito como um leão que ruge (IJo 3:8; IPe 5:8). Ele é como um galgo, pois é rápido para entender (Is 11:3) e vem rapidamente (Ap 2:5,16; Ap 3:11; Ap 22:7,12,20). Ele dirige o Seu povo, como seu Apóstolo, Bispo e Sumo Sacerdote, de uma forma muito parecida com o bode. E não há nenhum que se levante contra Ele, pois Ele é o Rei dos reis, o Abençoado e o Único Potentado (ITm 6:13-16)! Aleluia! Amém!