Provérbios 30:16

Elas são a sepultura, a madre estéril, a terra, que se não farta de água, e o fogo, que nunca diz: Basta!

Play Audio

O descontentamento é um vício horrível! É a característica de uma sanguessuga (Pv 30:15)! Homens que nunca estão satisfeitos são comparados aqui com quatro coisas que nunca se satisfazem. A sepultura, a madre estéril, a terra seca, e o fogo consumidor ilustram o vício do descontentamento.

Homens insensatos nunca estão satisfeitos! Eles amam a prata e adquirem alguma coisa; mas não se contentam, pois querem mais (Ec 5:10)! Casam com uma mulher linda, mas cobiçam as mulheres dos outros (Jr 5:8). A avareza, um pecado horrendo, nega ao homem o contentamento, a paz ou a satisfação na vida.

A sepultura nunca fica satisfeita. Não importa quantas pessoas são enterradas hoje, os cemitérios receberão mais amanhã. Apesar da morte ceifar homens aos milhares, sempre há espaço para mais. A sepultura nunca diz, "Chega!" Ela tem um desejo insaciável pelos corpos de homens.

A madre estéril nunca está satisfeita. Não levamos em conta as mulheres de hoje - elas são perversas. Nos tempos bíblicos, as mulheres anelavam por ter crianças. Raquel disse ao seu marido Jacó, "Dá-me filhos, senão morrerei." (Gn 30:1). A madre estéril tem um desejo insaciável por crianças.

A terra que não é cheia de água, nunca está satisfeita. A terra seca absorve a água com que é regada e continua seca. A água desaparece, e o chão exige mais. Apesar da grande quantidade de água suprida, ela quer ainda mais. A terra seca possui um desejo insaciável por água.

O fogo devorador nunca está satisfeito. Enquanto encontrar material combustível, ele continuará a queimar. Ele nunca se aproxima de uma floresta ou casa e para por falta de vontade de queimar. O fogo devastador tem um desejo devastador de queimar qualquer coisa que encontra em seu caminho.

Estas quatro coisas - nunca satisfeitas e têm desejos insaciáveis - são uma figura perfeita dos desejos pecaminosos do homem. Alguns homens nunca estão contentes, mesmo tendo recebido muito, pois sempre querem mais. Eles vivem vidas frustradas e doloridas, com seus olhos buscando por mais (Pv 27:20).

O contentamento conduz à felicidade; e isto é fácil de obter; mas poucos homens o encontram. Isto nada tem a ver com as circunstâncias (Fp 4:12). É uma lição que se aprende (Fp 4:11). Para a alma faminta, tudo que é amargo é doce ao paladar (Pv 27:7). Escolha o contentamento fazendo do Senhor a sua porção (Gn 15:1; Sl 73:25-26; Hb 13:5 e 6). Grande ganho é a piedade com contentamento (ITm 6:6).

Você está contente, leitor? Ou você está frustrado? Por quê? Deus lhe deu muito e prometeu ainda mais! Que mais você pode desejar? Você é como a sepultura, a madre estéril, a terra seca e o fogo devastador, se você não escolher, ainda hoje, o contentamento.