Provérbios 30:1

Palavras de Agur, filho de Jaque, o oráculo. Disse este varão a Itiel, a Itiel e a Ucal.

Play Audio

Inspiração significa tudo. O escritor pouco significa. É a palavra de Deus que conta. Quem registrou as Suas palavras significa quase nada. Toda escritura é proveitosa, incluindo este texto.

Aqui está a introdução inspirada do penúltimo capitulo do Livro de Provérbios. Fazendo uso de vários escritores, Deus é o autor da Bíblia. O profeta Agur foi um desses homens. Ele ensinou os provérbios neste capítulo, e o rei Lemuel registrou as palavras inspiradas da sua mãe no último capítulo. Estes dois capítulos foram juntados aos provérbios selecionados de Salomão (Pv 1:1; 10:1; 25:1).

Nada se sabe a respeito de Agur além do que está escrito neste capítulo. Ele é desconhecido no restante da Bíblia e na história. Mas porque Deus lhe deu perfeita sabedoria para estas lições de sabedoria, eles estão registrados para você na Bíblia. Fazem parte da biblioteca divina, na qual Deus tem preservado a sabedoria para um viver próspero dos Seus filhos predestinados.

Este capítulo contém as palavras de Agur, em que Deus deu as Suas palavras a Agur para formar esta parte da Bíblia. A inspiração é um milagre de Deus pela qual Ele coloca as Suas palavras em homens para registrá-las a futuras gerações, incluindo você (Sl 45:1; Is 30:8; IIPe 1:21). As palavras foram inspiradas, pois são aqui descritas como uma profecia, que é a revelação de Deus.

O pai de Agur foi Jaque. Nada sabemos a respeito de nenhum dos dois. Mas Provérbios ensinam a respeito dos pais e filhos. Pais ensinam a sabedoria aos seus filhos (Pv 22:6; 1:8; 4:1-4; 6:20). Filhos, humilhem-se às palavras dos seus pais (Pv 2:1; 3:1; 4:20; 23:26). Pai! Você já desempenhou o seu papel? Filho! Você já ouviu e reteve a doutrina do seu pai?

Agur falou para Itiel e para Ucal; eles eram seus alunos. Deus escolheu transferir sabedoria de uma à outra geração por comunicação verbal, baseada na Sua palavra escrita (Pv 10:21; 22:17-21; Ml 2:7; Rm 10:14-15; ICo 1:21; IITm 2:2). Uma parte das suas orações deveria ser para Deus enviar pregadores e abençoar os seus esforços (Lc 10:2; IITs 3:1-2).

Itiel e Ucal são especiais por buscarem um mestre da verdade e deles ouvirem suas palavras. Apesar das palavras de Agur serem claras e diretas, eles fizeram a escolha sábia. Somente alguns homens tirarão tempo das atividades mundanas para buscar sabedoria (Pv 18:1; At 17:11).

Só alguns poucos homens tiveram a bênção e a alegria de uma pregação no culto como aquele de Neemias (Ne 8:1-12)!

Leitor, você é como Itiel e Ucal? Você já buscou um homem como Agur para instruí-lo na doutrina de Deus (At 8:26-40)? Você é como Agur? Você já compartilhou com outros as palavras certas da verdade como Eliú fez com Jó e seus amigos (Jó 32:1-22)?