Provérbios 29:8

Os homens escarnecedores abrasam a cidade, mas os sábios desviam a ira.

Play Audio

Escarnecedores são perigosos para si mesmos; e eles são perigosos para aqueles que estão perto deles. Por arrogante convencimento e deliberada rebelião, eles provocam a ira de Deus como a dos homens. Mas homens sábios, por humildade e discrição, pacificam a ira de Deus e dos homens para manterem ou para restabelecerem a paz e a tranquilidade. Os homens sábios cuidadosamente evitarão e rejeitarão os escarnecedores; (Pv 22:10);ao invés disso eles serão pacificadores tanto para com Deus como para os homens (Ez 22:30; Tg 3:17-18).

Escarnecedores são tolos arrogantes. O tolo é um homem sem sabedoria ou desejo de tê-la. Ele é ignorante, preguiçoso e teimoso. Ele é um perdedor estúpido. Ser tolo já é suficientemente um mal, mas o escarnecedor é pior ainda (Pv 26:12; 29:20)! O escarnecedor é um tolo convencido. Ele está tão cheio de orgulho de si mesmo que ele despreza professores; ele é tão profanamente hostil ao ponto de aceitar com bom grado uma briga. Ele está cheio de ressentimentos contra qualquer posição ou oposição (Pv 9:7-8; 21:24).

Os homens são, por natureza, odientos, maliciosos e egoístas (Tt 3:3). Uma pequena ofensa pode dar início a uma batalha. Se não houver um homem sábio presente para desviar a ira com palavras suaves, então uma briga provavelmente ocorrerá (Pv 15:1). Mas se um escarnecedor estiver presente, suas maneiras e palavras ofensivas e arrogantes ganhará intensidade e as menores diferenças se tornarão em conflito desnecessário e violento (Pv 15:1).

Quando Gideão e os seus trezentos homens estavam perseguindo os midianitas, ele pediu às cidades de Sucote e Penuel comida para os seus homens famintos. Eles zombaram dele com desprezo afirmando que ele era pequeno demais para derrotar Midiã. Assim, quando terminou de garantir uma vitória completa, ele voltou e puniu severamente os zombadores daquelas duas cidades (Jz 8:4-18).

Os homens de Jabes se ofereceram para ser escravos de Naás, rei dos amonitas. Mas ele zombando exigiu que furassem os olhos direitos dos seus homens. Que exigência inflamativa! Estas são palavras de luta! Os homens previamente submissos de Jabes formaram um exército e derrotaram completamente Naás e o povo dele (ISm 11:1-11).

Uma lição deste provérbio não foi suficiente para os amonitas aprenderem! Mais tarde, Hanum, o rei deles, tratou zombeteiramente dos embaixadores de Davi e, por isso, Davi enviou Joabe e Abisai com os seus homens poderosos para destruí-los. Apesar de Davi e do pai de Hanum terem sido bons amigos, o espírito escarnecedor de Hanum lhe custou uma esmagadora derrota militar (IISm 10:1-14; 12:26-31).

Entretanto, um homem ou uma mulher sábia pode salvar uma cidade da ira. Seba, o zombador que rejeitou a restauração do trono a Davi depois da revolta de Absalão, estava escondido na cidade de Abel. Joabe explicou a razão do seu grande exército que cercava a cidade, e uma mulher sábia cortou a cabeça do escarnecedor e mandou Joabe embora em paz (IISm 20:1-22).

Considere como um funcionário municipal de Éfeso controlou um tumulto em sua cidade usando de palavras discretas e prudentes (At 19:23-41). Apesar de Demétrio ter incendiado uma multidão irada com uma retórica violenta, um homem sábio foi capaz de salvar a cidade de uma auto destruição, ou pelos romanos.

Os exemplos dados até aqui tratam da ira de homens contra uma cidade, mas os escarnecedores também trazem sobre si a ira de Deus. Reis escarnecedores como Manassés trouxeram grande ira sobre Israel (IIRs 21:9-15; 23:26-27; IICr 36:16-17; Is 28:14-22; Jr 36:23-32). Mas humildade e submissão de reis sábios trouxeram a misericórdia Dele e desviaram a Sua ira (IIRs 22:11-20; Jn 3:5-10).

As escrituras estão repletas de exemplos de homens sábios que discreta e prudentemente desviaram a ira de Deus do Seu povo. Considere Moisés, Arão, Finéias, Elias, Amós, Jó, Daniel, Samuel e Noé, entre outros. Ao invés de responderem ao juízo de Deus com escárnio, eles humildemente buscaram a Sua misericórdia e livraram aqueles que com eles estavam.

Os avisos se aplicam a famílias e igrejas, assim como a cidades. Um zombador numa família ou igreja traz sobre si a ira de Deus ou dos homens por causa de arrogante rebelião. É dever dos pais e pastores expor, punir e rejeitar zombadores (Pv 19:25,29; 21:11; 24:9). Quando um zombador é identificado e lançado fora, discórdias, conflitos e repreensão cessarão (Pv 22:10)!

Como os escarnecedores se revelam primeiramente em casa, os pais devem punir severamente palavras, atitudes ou expressões que revelam o veneno no coração (Êx 21:15,17; Dt 27:16; 30:17). As atitudes impertinentes e irreverentes permitidos nos dias de hoje na maioria dos lares não pode ser tolerado. O desrespeito altivo e profano pelas autoridades ou pela correção deve ser totalmente eliminado.

É beijando o Filho- o Senhor Jesus Cristo - que a ira é desviada (Sl 12:12)! Mas os judeus zombeteiramente O desafiaram, o que levou à completa destruição de sua nação (Mt 21:33-46; 22:1-7; 23:34-39; ITs 2:14-16). Eles ridicularizaram e zombaram Dele, o que trouxe sobre a cidade a maior tribulação já vista (Lc 19:41-44; 21:20-22).

E o que dizer a respeito de você, leitor? Você é um escarnecedor ou um homem sábio? Você se humilha diante de Deus ou você O provoca? Você vai zombar do aviso de Paulo, "Se alguém não ama o Senhor Jesus Cristo, seja anátema; maranata!" (ICo 16:22)! Você vive pacificamente com todos os homens tanto quanto lhe é possível, ou você tem inveja e conflitos amargos em seu coração e em sua vida (Rm 12:18; Tg 3:14-16)? Teu pecado se revelará!