Provérbios 28:28

Quando os ímpios sobem, os homens se escondem, mas, quando eles perecem, os justos se multiplicam.

Play Audio

Pesquisas de opinião política e projeções mentem. Elas são tremendamente tendenciosas. Seus resultados são distorcidos. Elas revelam pouco o aspecto de justiça quando os homens maus governam. Somente quando os maus desaparecem é que os justos voltam a aparecer. Isto é mais do que uma mera margem de erro estatístico. Quando os maus assumem o poder, os homens justos se escondem; quando os maus são removidos, os justos se manifestam. Promovendo os justos ou rejeitando os maus estimula o surgimento de um avivamento nacional.

Analise o provérbio. Ele contém um significado paralelo, como o de muitos Provérbios. Suas duas sentenças se contrastam pela conjunção alternativa "mas". Você deve comparar e contrastar os termos das duas sentenças para definir corretamente qualquer uma das duas. Provérbios são ditados obscuros que exigem um pouco de paciência e trabalho, mas que podem ser interpretados e entendidos (Pv 1:6).

De que forma os maus se desenvolvem? Eles são elevados ao poder público ou popularidade, o que é o oposto de "perecem" da segunda sentença. Que homens se escondem? Os homens justos, conforme indicado por "os justos" da segunda sentença. O que significa esconder? Significa evitar a publicidade, o que se conhece pela comparação e a contraste de "escondem" com "multiplicam". Quando os homens maus governam, os justos desaparecem de vista; mas quando aqueles homens maus são removidos do poder, os homens justos saem dos seus esconderijos e se tornam visíveis.

A lição é fácil. Os maus odeiam os justos e desejam destruí-los; os justos odeiam e temem os maus (Pv 29:27; Sl 139:21-22). Grande parte do livro de Provérbios envolve conselhos políticos do rei Salomão para o seu filho. Aqui ele ensinou a importância de colocar homens justos em posições de poder. Se assim fizesse, ele contribuiria muito para o aumento da contribuição pública de homens nobres e sábios. Se ele escolhesse o contrário, esses homens desapareceriam (Pv 11:10; 28:12; 29:2). Quando o pecado e os pecadores aumentam e são honrados, o amor pela verdade seca (Mt 24:12).

Estudiosos políticos nos Estados Unidos taxaram os conservadores escondidos de "a maioria silenciosa". Eles têm sido surpreendidos eleição atrás de eleição por um poderoso bloco votante que pouco se manifestou nas pesquisas e análises. A nação se mostrou mais conservadora do que eles conseguiam medir! Os conservadores estavam escondidos durante as tendências e lideranças liberais. Sem conhecer a Bíblia, esses estudiosos e os resultados das eleições que eles previram, confirmou a lição de provérbios

Apesar dos inimigos liberais da justice e da verdade serem ruidosos ... e apesar de gastarem muito para promoverem suas agendas profanas, eles não percebem que muitos eleitores que ainda são de certa forma conservadores estão cansados das mudanças e líderes tolos que estão lhes impingindo. Apesar de que ruidosos liberais enaltecem o seu adorável candidato, ele perde para o seu oponente conservador que não parecia ter chance alguma - até o momento em que as verdadeiras pessoas se manifestaram.

É claro que existem várias definições comprometidas neste exemplo dos dias modernos a respeito da "maioria silenciosa". Em primeiro lugar, nenhum estudioso político conhece a definição de Deus a respeito do verdadeiro homem justo! A verdadeira justiça e sabedoria bíblica não são opções nas pesquisas. Em segundo lugar, os verdadeiros homens justos jamais foram e nunca serão nada parecidos com a maioria!

Por que razão os homens e as mulheres piedosas nos Estados Unidos se exporiam hoje? Eles não têm nenhum mandato para se tornarem públicos! Eles sabem que o governo, o sistema educacional, a comunicação de massa, a opinião pública e os entretimentos se unem contra eles. Os melhores entre esses não conseguem discernir entre criação e evolução, Jeová ou Alá, Jesus e Maomé. Então, porque discutir com os tolos? Porque submeter a verdade ao ridículo? Porque arriscar o revide? Leia (Pv 23:9; Mt 7:6; IITs 3:1-2), Os verdadeiros santos de Deus hoje continuam escondidos, assim como aqueles 7000 nos dias de Acabe e Jezabel (IRs 19:1-18).

Avivamento pessoal de um líder estimulará um avivamento geral. Quando o rei Asa seguiu completamente ao Senhor, muitos estrangeiros de outras nações se uniram e ele (IICr 15:8-9). Isto também ocorreu sob o reinado de Ezequias (IICr 30:17,25-26). Quando Hamã foi executado na Pérsia, muitos se converteram ao judaísmo (Et 8:17). Quando Deus matou Herodes Agripa, um inimigo da igreja primitiva, o evangelho se espalhou (At 12:23-24). E quando a "Rainha Sangrenta", a rainha Maria Tudor I morreu em 1558, pela graça de Deus os justos escondidos na Inglaterra se afloraram.

A sabedoria é de fácil entendimento. Em qualquer sociedade, bons líderes fazem com que pessoas virtuosas apareçam. Mas coloque uma pessoa má no poder e essas pessoas valiosas desaparecerão por desprezo pelos homens maus e/ou temor de perseguição e/ou por desencorajamento. Na medida em que homens sábios são promovidos numa empresa, o número de empregados sábios aumentará. À medida que um pastor é santo e justo, sua igreja crescerá em membros santos e justos. Na medida em que o pai é nobre e virtuoso, sua família crescerá em nobreza e virtude.

As igrejas de Jesus Cristo têm se mantidas escondidas à vista do mundo durante a maior parte de suas existências, assim como Daniel e João profetizaram (Dn 7:19-28; Ap 12:12-17). Um grande império bestial sob duas formas - a pagã e o papado de Roma - tentaram sucessivamente destruí-las (Ap 12:3; 13:1). Mas Deus as preservou pelo Seu cuidado gracioso em locais escondidos, desde as catacumbas de Roma às montanhas do país de Gales. Sob governantes convertidos ou tolerantes, essas igrejas e os santos prosperaram até o seguinte reino de terror ou de carnalidade epidêmica. Verdadeiros santos são raramente vistos nos dias de hoje, pois eles se escondem de dois inimigos - a política pública pagã e o cristianismo carnal.