Provérbios 27:16

Aquele que a contivesse, conteria o vento; e a sua destra acomete o óleo.

Play Audio

Aqui neste provérbio temos uma mulher, indicada pelo pronome feminino "a". Você não vai querer se encontrar com ela - e você, especialmente, não vai querer casar com ela! Ela é a mulher contenciosa mencionada no versículo anterior, a qual o enlouquece (Pv 27:15). O pobre homem não consegue disfarçá-la ou contê-la, da mesma forma que ele não pode esconder o vento ou a forte fragrância de sua colônia. Todos sabem que ele está condenado à vida inteira com uma mulher odienta.

O Deus Criador inspirou Salomão para escrever este provérbio. Ele fez a mulher para o homem e Ele a conhecia melhor do que todos os psicólogos e terapeutas juntos (ICo 11:9; ITm 2:13-14; IITm 3:6-7; IPe 3:7). Considerando que Salomão escreveu para o benefício do seu filho (Pv 27:11), ele, com frequência, o advertiu a respeito da ameaça sedutora da mulher estranha e da ameaça ao casamento da mulher odienta. Ambas são piores do que a morte (Pv 30:21-23; Ec 7:26).

O que é uma mulher contenciosa? Ela é uma mulher faladora que precisa expressar as suas opiniões, corrigir detalhes insignificantes na conversação, que questiona tudo, e constantemente dá sugestões que não lhe foi solicitada. Ela é uma pessoa irritante, briguenta e detestável. Ela não consegue pensar, falar ou agir com graça, porque ela não consegue nem mesmo identificar ou apreciar a virtude; ela tem um espírito arrogante, atrevido, e incorrigível que precisa discutir, criticar e questionar.

Como é que essa mulher se revela? O seu marido está derrotado. Ele está neutralizado porque essa infeliz roubou a sua confiança, força e vitalidade. Ela fala muito, por isso basta ouvi-la batendo a boca. Se ela não for uma tagarela, procure aquela cujo rosto raramente sorri e quando sorri não transmite calor. Ela não terá verdadeiros amigos, pois ninguém deseja a sua presença insuportável. Sua interação social é decorrente do mau hábito de ser uma pessoa bisbilhoteira.

Nenhum homem deseja que os outros saibam que ele vive um casamento infernal e, por isso, ele procura esconder o caráter odiento e repulsivo de sua mulher. Foi isto que Salomão disse que isto era tão difícil quanto segurar o vento ou a fragrância da colônia em sua mão. Ambos fugirão de você! Ambos serão revelados àqueles à sua volta! É impossível disfarçar ou esconder a porca cabeludo, grunhindo e fedendo quando se tenta mostrar o anel de ouro no seu nariz (Pv 11:22).

Os homens utilizam de várias técnicas para esconder as suas mulheres deploráveis. Um homem tenta esconder a sua mulher contenciosa, evitando excursões públicas com ela. Ele trabalha até tarde, inventa passatempos, ou simplesmente recusa sair de casa. Outros tolamente tentam enganar os seus amigos elogiando-a a eles (todos eles sabem quem ela é). Um homem se submeterá sem resistência às exigências e às perguntas dominadoras de forma a evitar uma discussão em público. Outro mima o espírito insaciável dela com qualquer coisa que estiver ao alcance da vista para comprar um pouco de paz e tranquilidade para si mesmo.

Tais mulheres não merecem maridos, e nenhum homem merece uma mulher assim. Considerando que essa criatura desprezível consegue se disfarçar durante o período de namoro, é o dever de cada homem aprender como detectar as características reveladoras que revelam seu caráter cruel (Pv 30:21-23). Esses traços são simples. Ela fala muito, tem um espírito atrevido, sempre pronto para falar, tem uma opinião a respeito de tudo, discorda publicamente, é visivelmente agitada, reclama das circunstâncias e questiona tudo.

Alguns homens são a versão masculina da mesma coisa. Falam demais, reclamam de tudo, discutem e debatem não importa o que foi dito, questionam opiniões e decisões aceitas, e assim por diante. Homens assim devem ser evitados em todas as reuniões sociais, como também as mulheres odientas devem ser evitadas no casamento. Pessoas contenciosas que causam divisões e brigas devem ser rejeitadas, pois são destruidores da paz e do prazer (Pv 22:10).

Temos várias lições aqui. Em primeiro lugar, o homem jovem deve por à prova suas futuras candidatas ao casamento e prestar muita atenção às opiniões de homens casados a respeito delas. Em segundo lugar, toda mulher jovem deve enfatizar a afabilidade acima de qualquer outra busca em sua vida. Em terceiro lugar, todo o homem casado com uma mulher contenciosa precisa encontrar um sótão ou um retiro na natureza (Pv 21:9,19; 25:24).

Em quarto lugar, toda mulher que tem tendências às características aqui descritas deveria se arrepender diante de Deus, seu marido e seus filhos e procurar viver afavelmente. Em quinto lugar, você deve advertir qualquer jovem que esteja perto de se casar com uma mulher odienta. Em sexto lugar, todo homem casado com uma mulher amorosa e graciosa deve dar graças a Deus e levá-la para jantar fora esta noite!

A Bíblia ajuda os homens ao avisá-los a respeito da mulher odienta, mas também ensina as mulheres como serem graciosas e virtuosas, se aprenderem a lição e a colocam em prática (Pv 31:10-16; ITm 2:9-10; 5:13-14; Tt 2:3-5; IPe 3:1-6). Entretanto, a maioria dos púlpitos receia dizer a verdade para as mulheres presentes e, por isso, assuntos práticos e úteis como este raramente ou nunca são mencionados. Eles não querem ofender as mulheres odientas presentes.

As verdadeiras igrejas são a noiva e a esposa de Cristo na Bíblia, pois Deus preparou o seu filho para casar com elas, e viverão para sempre na felicidade íntima com Ele no céu. Este glorioso marido se agrada de você? Ou Ele está envergonhado dos sues caminhos ofensivos? Ele ameaçou vomitar da Sua boca a igreja de Laudicéia (Ap 3:14-19). Ele ameaçou deixar a igreja de Éfeso (Ap 2:4-5). Ele está totalmente satisfeito com a sua conduta pública?