Provérbios 26:24

Aquele que aborrece dissimula com os seus lábios, mas no seu interior encobre o engano.

Play Audio

Nem todos os seus amigos lhe amam. Algumas pessoas que dizem amá-lo estão escondendo ódio por você em seus corações malvados. Eles dissimulam ou fingem que são seus amigos, e mentem para cobrir os seus pensamentos e ambições malvados. Mas os homens sábios aprendem que essa falsidade e maldade fazem parte da natureza humana e eles se protegem, com reservas, quando recebem palavras bonitas.

No contexto maior, temos aqui descrito, em 12 versículos, como os homens maus destroem pessoas e relacionamentos (Pv 26:16-28). Salomão condenou a intromissão, brincadeiras enganosas, calúnia, difamação, abraçando homens, mentindo e bajulando. Pelo fato de seus atos serem tão cruéis, os homens maus geralmente escondem as suas intenções com gestos de amizade e palavras bondosas.

No contexto menor, temos a descrição de hipócritas mentirosos, que se fingem de amigos, mas têm sete abominações em seus corações. A lição a ser extraída é a de que não devemos acreditar em tudo que se ouve, especialmente a bajulação ou palavras de afeição (Pv 26:25; 14:15; Jr 9:8; 12:6; Mq 7:1-6). Para aqueles que confiam em Deus e seguem a sabedoria dos provérbios, Ele revelará estes mentirosos e seus ódios (Pv 26:26).

Só tolos ignorantes pensam que os homens e as mulheres têm corações bons e honestos por natureza. Deus tem declarado que o coração humano é desesperadamente mau (Jr 17:9). Suas gargantas, línguas, lábios e bocas são cruéis e mortíferos (Rm 3:13-14). Isto é típico de homens sem Deus: (Sl 55:21).

Considere os exemplos Bíblicos. Caim falou bondosamente com Abel, antes de matá-lo (Gn 4:8)! Simeão e Levi planejaram um casamento somente para massacrar uma cidade (Gn 34:6-31)! Os irmãos de José confortaram o pai a respeito de José depois de terem-no vendido como escravo (Gn 37:31-36)! O rei Saul elogiou a Davi e ofereceu as suas filhas, mas procurou destruí-lo (ISm 18:17-29)! Joabe fingiu bondade com Abner, só para poder matá-lo (IISm 3:27)!

Absalão pareceu estar contente com Amnom, só para poder matá-lo (IISm 13:22-29)! Absalão bajulou a Israel, com a intenção de sedição (IISm 15:1-6)! Joabe indagou de Amassa a respeito da sua saúde somente para poder matá-lo (IISm 20:9-10)! Herodes fingiu que buscava o bebê Jesus para adorá-lo (Mt 2:1-18)! Judas beijou o Senhor somente para traí-lo (Mt 26:47-50)!

Os homens sábios aprendem a ser surdos à bajulação e ao louvor, e atenciosos e reconhecidos à repreensão (Pv 2:16; 6:24; 7:5; 20:19; 29:5). Eles sabem que a repreensão é melhor do que o amor secreto (Pv 27:5; 28:23). Eles preferem o ferimento de um amigo ao beijo de um inimigo (Pv 27:6; Sl 141:5). Eles sabem que há pouca vantagem em receber louvores, e que isso conduz a muito prejuízo (Pv 26:28).

Meça todos os homens pelo temor do Senhor. Onde existe pouco ou nenhum temor visível de Deus, você não deve confiar completamente naquela pessoa. A regra é fácil de entender e de ser aplicada. Neemias sabiamente rejeitou o convite de Sambalate para um encontro (Ne 6:1-4). Mas o tolo Gedalias e outros santos acreditaram, para sua própria ruína, nas mentiras e lágrimas de Ismael (Jr 40:7-16; 41:1-7).

Salomão escreveu este provérbio para avisar a respeito do perigo oculto da bajulação e da hipocrisia nos relacionamentos, mas o Deus abençoado do céu revelará os maus pensamentos e as más intenções (Pv 26:25-26). Só Ele conhece os corações e Ele conhece todo o coração (Jr 17:10; Hb 4:13). Pratique pacientemente a sabedoria e deixe o descobrir e a vingança a Ele!

Ele não só revelará tal duplicidade e dissimulação como também lançará as pessoas más na mesma situação que eles tinham planejado para os outros (Pv 26:27). Absalão foi cruelmente morto por dardos enquanto estava pendurado em uma árvore (IISm 18:9-15). As forças preparadas por Hamã foram usadas para esticar os pescoços dele e dos seus dez filhos (Et 7:10; 9:13-14). Os adversários de Daniel foram comidos pelos leões que haviam dormido tranquilamente com Daniel na noite anterior (Dn 6:21-24).

O engano e o disfarce mais sutil é aquele usado pelas prostitutas, que usam a lisonja para desarmar e seduzir as suas vítimas (Pv 2:16; 5:3; 6:24; 7:5,21; 22:14). A igreja de Roma é chamada de a grande meretriz, pois ela usa de mentiras e pretensões religiosas para enlaçar as suas vítimas (Ap 17:1-6; ITm 4:1-3; Mt 23:14). Não acredite nas mentiras cuidadosamente apresentadas de que Roma deseja estar em paz com as outras denominações e religiões. Ela não está!