Provérbios 26:19

Assim é o homem que engana o seu próximo e diz: Fiz isso por brincadeira.

Play Audio

Brincadeiras não são convenientes - apropriados, adequados, ou práticos. Causam confusão, dor e dificuldades. Destroem a confiança e a segurança. Isto é especialmente verdadeiro quando você brinca com aqueles que confiam em você. O homem que engana o seu vizinho seja por vantagem ou por brincadeira insensata é como um homem louco que lança tições, flechas e morte (Pv 26:18). A verdade é uma coisa maravilhosa, e não deveria ser motivo para zombaria. Seu vizinho confia em você - seja digno dessa confiança.

Este versículo é a segunda parte de um provérbio contra brincadeiras (Pv 26:18-19). A analogia e a símile exigem que a primeira metade do alerta faça sentido - "Como o louco que lança de si faíscas, flechas e mortandades,... assim é o homem que engana o seu próximo e diz: Fiz isso por brincadeira." O rei Salomão não dava valor a indivíduos profanos que pregam peças nos outros por prazer ou lucro e desculpam suas maldades alegando ser um jogo ou uma piada.

Esta geração insensata brinca para se entreter! No horário nobre as comédias são uma corrente contínua de decepções e brincadeiras no qual a audiência ri no momento certo para vender a insanidade de espectadores descuidados e insensíveis. É difícil entender a advertência sóbria e severa, pois o homem moderno está entorpecido para tais tolices e ignorantes do que é sobriedade. Leitor, os seus avós sentariam numa roda e ririam com tais hienas profanas todas as noites?

Brincadeiras não são convenientes. Não têm nenhum objetivo nobre ou útil. É contrário à natureza e à verdadeira religião. De que forma um homem pode ser estimado, que toma questões sérias de vida e os converte em piadas e jogos? O ato sexual é um prazer santo e nobre para maridos e mulheres. Mas as comédias e os comediantes dependem muito de indiretas a respeito de perversidade sexual e puros gracejos a respeito de partes e atividades do corpo. Isto é uma cumplicidade com os pecados sexuais!

Qual a lição que aprendemos? Enganar aqueles que confiam em você é um crime horrível. Vizinhos, empregadores e outros confiam na sua integridade. Você está próximo deles o suficiente para tirar vantagens deles, por isso eles confiam em você para que não use dessa intimidade contra eles. É seu dever como cristão viver honestamente com todos os homens, mas especialmente para aqueles que estão mais próximos de você.

Existe uma outra lição? Deus odeia o falar insensato e os gracejos! Ele vai destruir o mundo por causa desses pecados atrozes. Ele relaciona o falar insensato e os gracejos com fornicação, impureza e avareza, três pecados abomináveis (Ef 5:3-7). E Ele descreve o falar insensato e o gracejo da mesma forma que Ele trata da sodomia - não são convenientes (Ef 5:4; Rm 1:28).

Tem mais alguma lição? Encobrindo e escusando o pecado ao alegar levianamente que era uma piada revela um caráter muito profano. Tais pessoas não têm consciência; eles riem do pecado; não entendem a dor que a sua decepção causa aos outros. Nós nos opomos a esta tolice ao guardarmos e exigirmos uma abordagem sóbria e séria em todos os relacionamentos.

Existe, ainda, alguma outra lição? Apenas tolos zombam do pecado (Pv 10:23; 14:9; 15:21). O pecado é algo horrível - ele desafia seu Deus Criador, fere seus pares, é inconveniente para relacionamentos benéficos, e conduz à punição eterna. O abençoado Deus em certa ocasião afogou o mundo por causa do pecado, e Ele queimará o mundo todo pela mesma razão. Apenas zombadores riem e brincam a respeito do pecado. O pecado é para ser evitado, odiado e motivo de arrependimento!

Esses homens ímpios, como um homem insano lançando fogo, flechas e morte, costumam aparecer até mesmo nas igrejas de Jesus Cristo - considerando prazer em criar baderna e se divertindo com seus enganos (IIPe 2:13). Atenção com a frivolidade no púlpito da igreja! De todos os lugares na terra, a seriedade e a sobriedade reina na casa de Deus (ITm 3:2,4,8,11; Tt 1:8; 2:2,4,6-7). Senhor, salve os seus santos de tais pecados e pecadores!