Provérbios 26:14

Como a porta se revolve nos seus gonzos, assim o preguiçoso, na sua cama.

Play Audio

Como é que uma porta se abre sobre as suas dobradiças? Ela se move para trás e para frente, mas ela nunca vai a lugar algum! Ela se move de um lado para o outro, mas não consegue sair do seu lugar! Ela se move para trás e para frente, mas nunca sai da entrada! Assim são os preguiçosos, que ficam deitados na cama, rolam de um lado para o outro, mas temendo a idéia de se levantar para ir à escola ou ao trabalho (Pv 26:13-16)!

Temos aqui um lindo provérbio com um grande símile a condenar uma pessoa preguiçosa que gosta de dormir demais. O símile é uma comparação entre duas coisas claramente ditas pelo uso de "como" e "parecido". Assim como uma porta se volta para trás e para frente e de um lado para o outro, sem ir a lugar algum, assim são as pessoas preguiçosas que ficam na cama, apesar de já terem acabado de dormir profundamente.

O que é um preguiçoso? Ele é um homem lento, que odeia a ação ou o esforço, mole, ocioso e indolente. Apropriadamente, ele tem um nome, pois existe um mamífero nas florestas das América Central e na América do Sul que também é chamado de preguiça, que se move lentamente e com frequência fica numa mesma posição durante um longo período de tempo.

Salomão escreveu aos homens jovens, especialmente para o seu filho (Pv 1:4,8). Ele sabia por inspiração de Deus e pelas suas observações da vida que um homem jovem pode dormir demais, por isso ele escreveu vários provérbios contra isto (Pv 6:6-11; 19:15; 20:13; 23:21; 24:30-34). Sono demais levará um homem à pobreza, e por esse motivo ele ridicularizou o sono, comparando-o com uma porta que abre e fecha sobre dobradiças.

Qual a cura para o apego ao sono? Fome (Pv 20:4; IITs 3:10)! Privando um jovem do alimento sempre funciona! O seu apetite e o metabolismo deles está nos mais altos níveis de toda a sua vida. Os pais podem facilmente ensinar aos seus filhos a se levantarem pela manhã, apesar de que a maioria deles mima e alimenta a preguiça deles, ensinando-os que a preguiça é aceitável e sem consequências dolorosas.

As pessoas preguiçosas estão caminhando em direção à pobreza, a não ser que mudem os seus hábitos (Pv 6:11; 19:15; 20:13; 23:21; 24:34). Quanto mais o homem dorme, mais ele acha que precisa dormir, o seu metabolismo é lento e ele rapidamente começa a sentir o catabolismo da força muscular. Os militares sabem como desenvolver um garoto mole em um homem resistente, e não é deixando-o dormir demais! Apesar de que o levantar cedo nos primeiros dias possa ser doloroso, o bom hábito se forma rapidamente.

Há muito mais neste provérbio do que a simples condenação do excesso de sono. Salomão condenou a atitude, as ações e o caráter de uma pessoa preguiçosa para provocar os seus hábitos de dormir. Um preguiçoso fará qualquer coisa menos trabalhar! Ele falará, tirará uma folga, contará os seus passos, levará muito tempo comendo, se distrairá facilmente, ficará desnecessariamente preocupado com detalhes, e fará lentamente as coisas fáceis de forma a não encarar uma tarefa que exigirá esforço!

Se você está espiritualmente preguiçoso, você também, certamente, sofrerá o empobrecimento espiritual. O homem que busca a sabedoria como a um tesouro escondido - com esforço intenso e persistência - é que o encontrará (Pv 2:4; 18:1). Você deve prestar muita atenção à pregação (Lc 8:18), e você deve envidar esforços diligentes para confirmar e entender aquilo que você ouve como sendo nobre (At 17:11; ITs 5:21). Você consegue se levantar cedo e buscar o Senhor para encontrá-lo (Pv 8:17)?