Provérbios 24:29

Não digas: Como ele me fez a mim, assim lhe farei a ele; pagarei a cada um segundo a sua obra.

Play Audio

Você conhece a "regra de ouro": Faça aos outro aquilo que quereis que vos façam. Mas você conhece a regra do diabo? Ela se resume no seguinte provérbio: Faça aos outros como fazem com você. A primeira parte do provérbio acima promove o amor e a bondade; a segunda promove o ódio e a vingança. Sabedoria traz paz e unidade; mas esta tolice má traz a malícia e a guerra.

Existem duas reações quando somos enganados por outra pessoa - o caminho sábio que agrada a Deus traz paz, ou o caminho tolo que segue o diabo e cria intrigas. Ao invés disso você consegue adiar a raiva, ignorar a ofensa dos outros contra você, e mostrar o perdão e a bondade (Pv 19:11; 25:21-22), ou você fica com raiva, se lembra da ofensa e planeja a vingança.

As vantagens da sabedoria nesta área da vida são maravilhosas. Se você se lembra da ofensa que lhe foi causada, então ela se torna o teu senhor. Dia e noite você é atormentado pela memória daquilo que foi feito a você. Dia e noite você planeja o que você pode fazer para se vingar e se defender. A amargura lentamente come a sua alma como um câncer.

Se você não se vinga, então você se destrói de dentro para fora, mas quem lhe ofendeu está livre e feliz. Se você não se vinga, você movimentou um conflito sério e maldoso que vai lhe custar caro (Pv 15:18; 17:14; 26:21; 29:22; 30:33). Se você pudesse matar o seu orgulho e enterrar a questão, você prosperaria pacificamente pelas bênçãos de Deus (Pv 28:25; IPe 5:6-7).

Se você teme que um inimigo lhe destrua a não ser que você reaja, você se esqueceu do Deus da salvação (Pv 16:7; 20:22; Sl 27:1-6). Se você teme que um inimigo vá escapar com a crueldade injusta causada a você, você se esqueceu do Deus da vingança (Sl 3:7; 94:1; Rm 12:19).

Jesus Cristo ensinou a mesma resposta. Ofensas menores, como uma tapa no rosto, devem ser ignoradas (Mt 5:38-42). Ele ensinou que inimigos pessoais de menor importância devem ser tratados com bondade, assim como Deus trata generosamente aos Seus inimigos pessoais (Mt 5:43-48).

Paulo deu o mesmo conselho. Ele fez um alerta contra a vingança particular, recomendando que a vingança fosse deixada nas mãos de Deus e exaltou o poder de devolver o bem pelo mal aos seus adversários pessoais (Rm 12:17-21). Ao invés de fazer o mal pelo mal, ele ensinou que uma atitude de perdão e de bondade deveria ser seguida com todos os homens (ITs 5:15).

O que é que você pode perdoar hoje? Que amargura, ressentimento ou vingança você pode cancelar hoje? Se você puder perdoar aos outros, Deus lhe perdoará; se você não puder, Deus não lhe perdoará (Mt 6:14-15). Deus lhe perdoou, então, porque você não perdoa os outros (Ef 4:31-32)? Faça-o agora!