Provérbios 24:27

Prepara fora a tua obra, e apronta-a no campo, e então edifica a tua casa.

Play Audio

Arrume a sua vida antes de arrumar uma mulher! Firme-se na sua profissão antes de comprar uma casa! Arranje um bom emprego antes de comprar um caminhão! As necessidades vêm antes dos confortos. Geração de receita antes de gastar. Garanta a sua fonte de receita antes de se comprometer com projetos caros. Prepare-se antes de construir, para não ser ridicularizado por projetos inacabados (Lc 14:28-30).

Que conselho maravilhoso! Muito obrigado, bondoso Deus. Temos aqui o conselho mais prático que se pode ter - torne-se hábil em sua profissão ou no seu negócio antes de gastar com uma casa. Até mesmo os negócios poderiam se beneficiar - ponha os seus ganhos de volta na sua companhia antes de declarar dividendos ou de construir um luxuoso escritório em casa. Realmente, o Pregador foi muito sábio!

Numa sociedade agrária de Israel, a maioria dos homens trabalha no campo, gerando produtos agrícolas ou cuidando da criação de animais. Caim e Abel representavam as duas indústrias de tal sociedade - um lavrava a terra e o outro cuidava de ovelhas (Gn 4:2). Mas cada homem tinha de escolher um destes meios de subsistência e se tornar muito bom naquilo que fazia para poder sustentar uma família.

O homem sábio ensina ao seu filho que existe uma ordem correta na vida do homem. Ele deve saber qual será a sua profissão, se estabelecer nela antes de investir em ornamentos e luxo de uma casa, que consome sua receita, ao invés de produzi-la. Muitos criam dificuldades para as suas famílias, e alguns nunca se recuperam, por não respeitar essas duas etapas da vida.

A maioria dos americanos é impaciente demais para respeitar esta regra. Eles querem as coisas boas agora; eles querem mostrar uma casa antes de tê-la conquistada; eles querem ser vistos dirigindo um belo carro antes de terem quaisquer bens financeiros. Eles não economizam nem esperam; faltam-lhes a autodisciplina e a humildade para manter as coisas na ordem certa; eles querem desfrutar da vida agora!

Tanto o sistema de crédito fácil como também a política da taxação da receita os incentiva a fazer essas escolhas tolas. Cartões de crédito, dívidas parceladas e hipotecas os seduz a adquirir caros bens de consumo e casas antes mesmo de estarem profissional ou financeiramente estabelecidos. A dedução dos juros de empréstimos para fins de taxação da receita promove ainda mais essas escolhas perigosas.

A ordem dos objetivos de um jovem devem ser o de identificar uma carreira profissional para a sua vida, se tornar eficiente nela e juntar algum capital antes de se preocupar com os luxos e os bens dos pais (Pv 19:14). Com o seu sustento garantido, ele pode pensar a respeito de uma mulher e de uma casa, mas não antes. A produção de receita deve ser, de longe, mais importante do que o consumo da receita!

Um jovem comprometido com este provérbio não fica envergonhado de dirigir um carro usado e morar com os seus pais. Ele quer se concentrar no seu trabalho e acumular capital o mais rápido possível. Ele sabe que a competência profissional e o capital são mais importantes do que prazeres ou confortos. Belos carros ou casas desperdiçam capital. Ele planeja ter uma casa, uma linda casa, mais tarde!

Uma casa é uma enorme despesa e luxo, como qualquer pai sabe. É um peso para um jovem, até que ele tenha se estabelecido com segurança em sua profissão. Um apartamento, um carro usado, um guarda roupas modesto e entretenimento limitado é suficiente. A casa nada produz senão despesas. Veja os comentários de Provérbios 14:4. Um boi ou um ativo moderno que produz receita é muito melhor do que uma casa, a não ser que seja um pequeno apartamento! Veja os comentários de Pv 14:4.

Homens apressados, que tomam essas decisões mais importantes fora de ordem, estão fadados à ruína financeira (Pv 21:5; 28:20-22). Um pai sábio não dará a sua filha a um homem que confundiu essas prioridades. Sua filha sofrerá desnecessariamente de pobreza e de estresses financeiros, como se vê em muitos casamentos hoje em dia, onde o pai não protegeu adequadamente a sua filha desta maneira.

Jacó trabalhou sete anos pela Raquel (Gn 29:18-20). A estas alturas, ele tinha acumulado uma base para o seu patrimônio e tinha se provado diante do seu sogro. O dote serviu como prova de capacidade para outros homens (Êx 22:16-17). O perdulário tinha dificuldade de arranjar boas moças para se casar! Somente os jovens sábios, com uma carreira bem sucedida e com capital, poderia se casar com uma das melhores filhas de Israel.

Que todo leitor fique avisado. Diligência paciente é o plano de Deus para o sucesso financeiro (Pv 12:11; 27:23-27; 28:19). Prepare o seu coração para resistir ao mantra de "compre agora, pague depois", da nossa nação cobiçosa e voraz. O monstro da dívida sempre volta para tirar um pedaço. Que o sonho americano seja ter o seu próprio negócio (ou profissão), ao invés de uma casa própria.

O nosso Senhor Jesus Cristo guardou gloriosamente as prioridades deste provérbio. O Filho de Deus preparou o seu trabalho, realizou-a com perfeição e a completou. Então Ele começou a construir a Sua casa - a igreja (Mt 16:18). E Ele começou a preparar uma morada permanente para a Sua noiva (Jo 14:2-3). Glória!