Provérbios 24:7

É demasiadamente alta para o tolo toda a sabedoria; na porta não abrirá a boca.

Play Audio

A sabedoria é algo maravilhoso e todo o homem deveria buscá-la (Pv 4:5-7). A sabedoria é a jóia mais preciosa, e deve ser procurada e valorizada acima de todas as posses terrenas (Pv 3:13-18). A Senhora Sabedoria clama aos simples para entrarem e participarem da sua mesa (Pv 9:1-6).

A sabedoria exige humildade - para admitir que está errado. Ela exige correção - a ser dada por outros. Ela exige coragem - para pensar diferente das desilusões familiares e da sociedade. Tolos não conseguem fazer estas coisas. Não têm disposição para isso: “De que serviria o preço na mão do tolo para comprar a sabedoria, visto que não tem entendimento” (Pv 17:16)? Seus olhos e a sua imaginação estão perambulando por todos os outros lugares (Pv 17:24); estão apaixonados pelos seus próprios pensamentos (Pv 18:2).

Todo pregador, incluindo o Pregador, tem observado os tolos diante da presença da sabedoria. Ela passa por cima da cabeça deles! É alta demais para eles! Eles nem mesmo a reconhecem; não têm vontade de tê-la; e certamente não tem a motivação para tomar posse dela. Em poucos minutos de sermão, palestra ou exortação particular, pode-se observar que nada ficou registrado.

Pensamentos relacionados com o controlar o seu espírito, aceitar repreensões, rejeitar amigos tolos, ansiar por correção, aprender com humildade, negar o mundo, rogar a Deus e estudar a Sua Palavra são intimidantes e opressores ao tolo. Por isso ele desiste até antes mesmo antes de começar. É por isso que ele é um tolo, e sempre será um tolo. Que cada leitor verifique o seu próprio coração!

Todo rebatedor de baseball deseja ser um "MVP" ("Most Valued Player" - o jogador mais valorizado do time), todo escriturário dos correios quer ser presidente, e todo soldado quer ser general. Mas eles não conseguem compreender as habilidades e o trabalho necessário para atingir tais posições, nem mesmo conseguem imaginar as responsabilidades dessas posições. Tudo que enxergam é a glória, o salário, os privilégios, o uniforme, etc. Eles acreditam que merecem a honra tanto quanto qualquer outro, mas não podem e não conseguirão chegar perto de nada disso. Querem dar as suas opiniões de imediato e acham que devem ser ouvidos tão ansiosamente como os outros; mas ninguém lhes dá ouvidos.

Os olhos do tolo só trabalham na horizontal, ao nível dos seus hábitos, pensamentos, sentimentos e experiência. Ele não consegue enxergar acima da sua cabeça e descobrir que o Deus vivo e verdadeiro delineou um curso bem diferente daquele para os homens seguirem na vida. É alto demais para ele. Ele ama a si mesmo demais; e teme demais as opiniões dos outros. Ele sempre será um tolo.

Como é que uma pessoa pode ser sábia quando o seu ventre é o seu deus. Muitos não conseguem pensar em algo além de esportes, família, carros, passatempos, negócios ou prazer. Eles nunca alcançarão a sabedoria, pois estas coisas básicas deformam seus julgamentos e distraem suas atenções. Pais encantados com seus filhos não poderão julgá-los corretamente. Homens obcecados em fazer dinheiro comprometerão seu são juízo. O amante dos prazeres fica confundido a respeito da vida e da razão de viver!

Zombadores não conseguem encontrar a sabedoria, mas isso é fácil para os homens de entendimento (Pv 14:6). Por quê? O próprio desejo convencido e profano do zombador o cega (Pv 26:12; Sl 10:4-5). A sua recusa em ser corrigido é a garantia de tolice perpétua, de vergonha e de problemas (Pv 9:7-8; 13:1; 15:12).

O costume antigo de negócios e disputas pessoais era resolvido nos portões das cidades (Pv 22:22; 31:23; Dt 16:18; 21:18-21; Rt 4:1-12). Juntos somavam a câmara municipal, o sistema legal e se fazia cumprir a lei. Conflitos eram ali decididos por juízes e terceiros mediadores. Ali se assentavam os homens sábios da cidade. Ali a santa sabedoria era altamente respeitada.

Tolos eram rejeitados, pois eles não conseguem discernir entre o que é direito e o errado em questões simples, por isso, suas opiniões eram rejeitadas e ignoradas. Em controvérsias que exigiam julgamentos, tolos eram sempre ignorados, pois nada tinham a oferecer. Você já os viu. Não seja um deles!

Leitor, a sua opinião é consultada para resolver questões? Ou você se desqualificou no passado ao demonstrar ausência de juízo e entendimento sãos? Você já demonstrou ignorância dos arrazoados básicos de Provérbios? Tanto o falar como o pensar é tão difícil para você e por isso todos passam por cima de suas opiniões? Então busque a sabedoria!

A sabedoria não é difícil. Se você a buscar, orar e se esforçar, você poderá obtê-la. Você poderá obtê-la com a mesma facilidade que Salomão a obteve (IRs 3:5; Tg 1:5). Mas você está disposto a abandonar os seus caminhos tolos e confiar somente nela (Pv 9:6; 18:1; Sl 119:128)? A maioria não faz isto.

A sabedoria não é um resultado da inteligência. Sê agradecido! Pessoas intelectualmente dotadas são os maiores tolos do mundo. A sabedoria também não é o resultado da educação, pois ela não é aprendida nas salas de aulas de ensino clássico. Ela é encontrada somente no temor e na bênção de Deus, pela Sua graça e na Sua Palavra, o que não é permitido em nosso sistema educacional moderno.

A sabedoria e a reputação de Jó eram gloriosos (Jó 29:7-25). O SENHOR se gabou deste homem a Satanás! Você é uma benção assim na sua família, igreja e comunidade? Humilhe-se diante da palavra de Deus e devore-a (Sl 19:7-14; 119:46,98-100,104,113,128,130; Is 8:20; IITm 3:16-17; IIPe 1:19-21). Grande sabedoria que os maiores pensadores do mundo nunca viram está à sua espera! Tome-a! Leve-a para o portão e salve os justos!

E em todo o seu processo de aprendizagem lembre-se que as santas Escrituras contém toda a sabedoria da nossa gloriosa salvação em Cristo Jesus (IITm 3:15), sem a qual seríamos lançados de um lado para o outro por todo o vento de doutrina e pela astúcia dos falsos mestres (IITm 4:1-4).

Jesus Cristo tinha dentro de Si todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento (Cl 2:3). Ele podia responder aos doutores da lei aos doze anos e os confundiu, posteriormente, muitas outras vezes. Ele crescia em sabedoria e estatura, e em graça com Deus e os homens! E você?

Apesar de não ter sido treinado em liquidação de inventários, Jesus era procurado para julgar até mesmo os casos de herança (Lc 12:13). Sua combinação de conhecimento e compaixão é insuperável no céu e na terra (Hb 4:12-16). E logo Ele se assentará como Juiz de todos os anjos e homens no Seu grande trono. A sua vida reflete os Seus sábios ensinos?