Provérbios 23:6

Não comas o pão do invejoso, nem cobices os seus delicados manjares.

Play Audio

A comida pode ser perigosa. Neste momento, esqueça a nutrição, a sua dieta, a glutonaria, ou o seu orçamento. O alimento pode ser sedutor nas mãos da pessoa errada. Uma pessoa pode usar o alimento para levar vantagem sobre você ao romper as suas inibições e preservações. Portanto, é de bom alvitre conhecer as motivações do seu anfitrião, se uma pessoa questionável o convida para uma refeição (Pv 23:6-8).

O contexto do nosso versículo de hoje nos ajuda. Em primeiro lugar, Salomão advertiu a respeito do estilo de vida dos ricos (Pv 23:1-3). Se um governante convida um homem que aprecia uma boa comida, para uma refeição, é melhor que ele ponha uma faca à sua garganta, porque a atração de uma refeição luxuosa será grande. Em seguida ele adverte a respeito da vaidade das riquezas, indicando que a tentação de um estilo de vida extravagante é a lição que ele pretende ensinar (Pv 23:4-5).

Nesta secção (Pv 23:6-8), Salomão transferiu a sua advertência a respeito do alimento fino ou a própria riqueza para os motivos e as intenções da pessoa que está oferecendo a refeição. Tanto os estilos de vidas luxuosas e a hospitalidade enganadora devem ser evitados, e o nosso provérbio de hoje trata desse último perigo. Você deve rejeitar os convites para comer com uma pessoa má, que tem ambições perversas que não é o seu prazer e prosperidade que está motivando o convite.

O que é um mau olhado? A maioria dos comentaristas deixa a impressão de que ela é uma pessoa mesquinha ao comparar alguns versículos (Pv 22:9; 28:22; Is 32:5). Eles acham que o perigo está numa refeição insincera em função da miserabilidade do anfitrião. Essa é uma lição muito fraca. Pela comparação com mais alguns versículos, o mau olhado se torna más intenções, expandindo a lição para abranger o uso do alimento para os sedutores levarem uma vítima a agir contra sua consciência (Dt 15:9; 28:54,56; Mt 6:23).

A sedução sexual com frequência envolve comida. A descrição de Salomão a respeito de uma adúltera atraindo um jovem inclui a oferta de uma lauta refeição com cortes especiais de carne de suas ofertas de paz (Pv 7:14; Lv 7:11-16). Frequentadores de prostitutas falam de "comer" mulheres. Muitas jovens e mulheres foram levadas pelo caminho da vida prazenteira a uma cama pecaminosa através de um restaurante (Algumas mães até mesmo ensinaram as suas filhas que o caminho fácil para o coração de um homem era através do seu estomago)!

O perigo tem dois aspectos. O primeiro é o ambiente aconchegante complementado pelo vinho e pela comida, que é muito relaxante e sensual, causando uma branda euforia e um comprometimento das inibições. O contato físico iniciado a esta altura será difícil de resistir. O segundo aspecto a vítima se sente obrigada a permitir que o perseguidor faça avanços depois do dinheiro, tempo e esforço dispendido na noitada. Por estes dois fatores, torna-se muito difícil para a maioria das pessoas resistirem às solicitações do anfitrião.

Lobistas, políticos, advogados e vendedores podem ser tão manipuladores com a comida quanto uma prostituta ou um frequentador de prostitutas. Eles também sabem como oferecer uma refeição a um cliente, legislador, ou freguês com o propósito de obter sua aquiescência. Muitos negócios foram fechados sem um completo entendimento ou concordância através do efeito corruptor de finas comidas e conversação aduladora.

Os homens sábios identificam os motivos de um homem e determinam se a refeição pode ser justificada ou não. Se houver muito em jogo e aquele que convida tem má ou questionáveis éticas, o convite deve ser recusado. A hospitalidade é perigosa. Você deve ignorar o endereço, os participantes, o cardápio, ou qualquer outra atraente característica do evento. As más comunicações corrompem as boas maneiras, e uma fina refeição pode acelerar a corrupção.

Existem amigos e comida que você pode desfrutar confortavelmente com toda a paz e prazer. Uma refeição com um irmão em Cristo é precioso, não importando o que é servido (Pv 15:17; 17:1; Sl 133:1). A Senhora Sabedoria tem a mesa posta, se você se humilhar das suas tolices (Pv 9:1-5). O evangelho de Jesus Cristo o convida a uma festa diária que é gratuita (Is 55:1-5). E em breve a ceia das bodas do Cordeiro trará prazeres e benefícios perpétuos (Ap 19:9)!