Provérbios 23:1

Quando te assentares a comer com um governador, atenta bem para aquele que está diante de ti.

Play Audio

Comer e beber vinho são coisas poderosas. Lobistas, políticos, vendedores e frequentadores de casa de prostituição usam isto para superar as inibições e resistências dos seus reais objetivos. Você conseguiria resistir se a carreata de um presidente lhe oferecesse carona para comer no restaurante mais caro da cidade? Salomão advertiu o seu filho a respeito do poder perigoso e sedutor de sair para comer e beber luxuosamente com um homem que deseja lhe corromper e prejudicar (Pv 23:1-8).

A atmosfera aconchegante e amistosa, as palavras lisonjeiras, o vinho agradável, as magníficas carnes e as delicadas entradas, são pratos de mentira! Eles desviam a sua mente de perceber as intenções do seu anfitrião. Eles desarmam a sua vigilância ao relaxar a sua alma. Eles obrigam você a retornar o favor atendendo ao pedido dele. Eles condicionam os seus sentidos para um estilo de vida mimada, lhe expondo às coisas finas da vida. Você conseguiria resistir?

O livro de Provérbios é um livro que ensina a sabedoria - o poder de uma decisão correta, sabendo o que fazer em qualquer situação. Ele ensina o discernimento - a habilidade de perceber uma situação apesar da falsidade e distração. Ele ensina como ser discreto - sabendo quando dizer, "Não!" E o aviso aqui é claro: não permita que o prazer extraordinário de uma situação obscureça sua razão ou cegue sua alma para que não possa reconhecer a tentação e o perigo que está à vista.

Não importa o quanto que a refeição possa parecer, cheirar e ter um bom sabor, ele é uma carne enganosa (Pv 23:1-3)! É uma carne vã, pois a prosperidade dele logo passará (Pv 23:4-5)! É uma carne distraidora, pois o coração del não está com você, não importa o quanto você se sente adulado e mimado pelas palavras e provisões dele (Pv 23:6-7)!

É uma carne venenosa que voltará como se fosse um vômito quanto você descobre como ela foi usada para prender a sua alma e arruinar a sua vida (Pv 23:8)! Ignore o brindar lisonjeiro! Despreze o gosto fabuloso! Diligentemente considere a agenda escondida da refeição!

A lição é mais extensiva do que possa parecer (Sl 119:96). Mas claro! O perigo específico do vinho fino, do alimento e de um rico anfitrião, está na razão principal de tudo. Mas a advertência de Salomão é feita contra qualquer sedução que esconda os verdadeiros motivos ou objetivos do doador. A má comunicação corrompe os bons costumes, não importa o quanto seu disfarce é atraente (ICo 15:33)!

Considere atentamente a comida, ou quaisquer outros enfeites para perceber o risco eminente. Somente tolos mergulham e apreciam os entretenimentos sem levar em consideração o veneno no copo!

Diná violou esta lição quando ela foi tolamente visitar as jovens pagãs de Canaã; ela não era páreo para o príncipe Siquém (Gn 34:1-3). Incontáveis meninas jovens e inocentes perderam sua pureza ou virgindade pela atração manipulativa de um homem jovem (Pv 30:19).

O aviso é claro! Olhe atentamente para além das aparências e atrações para as intenções e os objetivos! É dever dos pais proteger suas filhas de tais situações e tentações.

Considerando que Provérbios é dirigido especialmente aos homens jovens e particularmente a seu filho, Salomão adverte o seu filho a respeito da mulher estranha - uma prostituta ou adúltera. Na sua parábola gráfica de sedução, Salomão descreve os atrativos que uma sedutora conspiradora usou para levar a sua vítima vulnerável à morte (Pv 7:6-23).

Qual é o segredo para resistir a tais mulheres? Não olhe para elas nem pense nelas (Pv 6:25; Jó 31:1; Mt 5:28). Você põe em prática o provérbio quando você considera a morte e o inferno oculto atrás da beleza e da lisonja (Pv 2:18; 5:5; 7:27; 9:18)!

Agradeça a Deus pelos verdadeiros heróis! Daniel não ficou impressionado pelos vinhos e as comidas do rei quando ele foi colocado no atalho na Babilônia (Dn 1-16)! Ele tinha um propósito em seu coração no sentido de não se contaminar com uma dieta sedutora! Ele considerou diligentemente o que estava diante dele e viu o perigo da desobediência ao seu Deus; E José desafiou as investidas da mulher de Potifar quando era ainda jovem e sozinho no Egito (Gn 39:1-18).

Mas a lição ainda não terminou! Igrejas falsas também põe a mesa! Elas bebem e devoram as almas com vidraças coloridas, organistas profissionais, lindos prédios, rituais elaborados, sermões divertidos, ministros mansos e encantadores, programas para a juventude, música "rock" e atividades para as crianças. A heresia tem um gosto melhor ao paladar com palavras boas e pregações bonitas (Rm 16:17-18; IICo 11:13-15).

Mas escondido na refeição está o veneno da doutrina e da prática falsa. Considere atentamente o que está diante de você! Em primeira instância, prove para verificar se é seguro (At 17:11; ITs 5:21).