Provérbios 22:11

O que ama a pureza do coração e é grácil no falar terá por amigo o rei.

Play Audio

Preciosa sabedoria! Um homem com um coração puro tem uma maneira agradável de falar de forma que os homens importantes o escolhem como amigo. Tudo começa com um coração puro - um coração sem amargura, inveja, engano, hipocrisia, malícia, orgulho ou egoísmo. Tais corações usam de palavras agradáveis - aceitáveis, cordatas, corteses, perdoadoras, mansas, bondosas, misericordiosas e encantadoras. A combinação é tão prazerosa e rara que os homens nobres são imediatamente atraídos a ele.

A afabilidade é o traço mais belo do caráter. Uma pessoa afável é geralmente descrita como sendo bonita ou atraente. Seja o homem ou a mulher, a afabilidade torna uma pessoa agradável, prazerosa e conquistadora. É um raro e doce prazer encontrar uma pessoa assim. E esse traço é mais claramente revelado pela excelente maneira de falar. Você só encontrará algumas na vida; elas terão uma boa reputação; aquecerão a sua alma; e você fará tudo para estar na companhia dela.

Leve em conta que Salomão, um rei, admitiu sua fraqueza por homens agradáveis! Ele tinha ouvido falar da amizade entre o seu pai Davi e o príncipe Jônatas, em razão da fala agradável de Davi, Jônatas foi conquistado em pouco tempo (ISm 17:57,18:4). Apesar de Davi ser um humilde pastor de ovelhas e mesmo sendo uma ameaça ao seu futuro no trono, Jônatas o amou como à sua própria alma! Por quê? Porque o coração de Davi era livre de qualquer ambição, malícia, orgulho ou egoísmo!

Por isso Salomão ensinava a afabilidade. Ele afirmou que uma mulher afável é sempre honrada (Pv 11:16). Se uma mulher tem poucos amigos e é antipatizada, ela precisa se tornar afável. A sua odiosidade - o oposto da afabilidade - é o que afasta os outros dela (Pv 30:23). A mulher virtuosa fala com discrição e cautela, e sempre com bondade (Pv 31:26). Ela só diz coisas aceitáveis, e só nos momentos aceitáveis. O espírito calmo e meigo da mulher desejável, que Deus e os homens admiram, é a parte principal da afabilidade (IPe 3:3-4).

Uma mulher indesejável deve se examinar através dos ouvidos dos outros. A melhor coisa que ela pode fazer é rejeitar todos os pensamentos críticos e negativos e reduzir o montante de suas palavras pela metade. Uma mulher bonita sem uma discrição afável que lhe permite saber o que dizer e quando o dizer é como uma joia de ouro no nariz do porco (Pv 11:22)! Suas palavras e modos fazem você lembrar de uma porca peluda com a pequena peça de ouro! Então, quando uma mulher medianamente bonita ou feia não possui uma discrição afável, faltam palavras para descrever o horror dessa criatura!

Salomão também ensinou que os homens sábios falam afavelmente, mas tolos destroem a si mesmos com palavras (Ec 10:12). Ao mesmo tempo em que ele aplicava o adjetivo crítico “odioso” para as mulheres, ele aplicou o termo de "intratável" com respeito aos homens. Um homem intratável é difícil de lidar com ele por ser grosseiro, detestável, perverso e desarrazoado. Os reis se agradam de um falar justo (Pv 16:13), pois eles procuram conselheiros e embaixadores que os aconselham e os representem bem. Salomão elogiou altamente as palavras agradáveis (Pv 10:20,32; 12:18; 15:23; 16:21,24; 24:26; 25:11).

Jesus Cristo é a última palavra em matéria de afabilidade. Davi profetizou a respeito dos lábios agradáveis Dele (Sl 45:2). Até mesmo os Seus inimigos admitiam que ninguém jamais falou como Ele (Jo 7:46). As escrituras estão repletas de suas palavras agradáveis, surgindo do coração mais puro (Jo 4:6-30; 8:10-11; 9:37; 11:25-26; 18:1-26; 20:16; 21:1-14).

A benevolência se inicia com um coração puro. Amargura, inveja ou disputa no coração é do inferno, e leva a todo o tipo de confusão e de maldade (Tg 3:14-16). A maneira de falar de um homem simplesmente reflete o seu coração (Lc 6:45), por isso, você deve guardar o seu coração com toda a diligência (Pv 4:23). Se o seu coração está alegre, satisfeito, perdoando, bom e agradecido, você terá pensamentos agradáveis. Você deve rejeitar todos os pensamentos pecaminosos de amargura, inveja, imaginando o mal, a malícia ou a vingança.

Um coração puro produz uma maneira de falar agradável. Paulo disse, "A vossa palavra seja sempre agradável." (Cl 4:6). Ele disse aos efésios para evitarem a fala corrupta e concentrar nas palavras que edificam a outros; ele disse que um espírito de coração sensível baseado na bondade e no perdão era o certo, mas que a amargura, a ira, a malícia e o falar mal estavam errados (Ef 4:29-32). Se você pensa bondosamente a respeito dos outros, governe o seu espírito e controle a sua língua, você será agradável!

Leitor, tome posse da sabedoria! Este provérbio é ouro puro! Se você busca crescer em favor para com Deus e com os homens, não há uma maneira melhor do que pela benignidade. Começando com o coração e os pensamentos a respeito dos outros, você terá uma fonte interna de palavras agradáveis. O lugar perfeito para por isto em prática é no seu lar com seu cônjuge, parentes, filhos ou irmãos, lugar onde você geralmente é menos benigno. Com a bênção de Deus brevemente o rei será seu amigo!

O que mais você pode fazer? Ouça mais e fale menos (Pv 17:27). Promova os outros (Fp 2:3-4). Aprenda a viver caridosamente (ICo 13:4-7). Evite a tolice (Ec 10:1). Evite galhofas (Ef 5:4). Seja alegre (Pv 15:13,15). Esteja contente (Hb 13:5-6). Exalte a misericórdia (Tg 2:13). Desenvolva uma compadecida compaixão (IPe 3:8). Elimine a melancolia (Pv 16:32). Faça vista grossa às faltas dos outros (Pv 19:11). Faça a paz (Tg 3:17-18). Somente diga o que é aceitável aos outros (Pv 10:32). Louve os outros (Pv 12:25). Odeie ser o centro das atenções (Nm 12:3). Despreze a inveja (Pv 14:30). Não seja um bisbilhoteiro (IPe 4:15).

E busque-o em oração! Davi tinha um coração puro porque ele pediu ao Senhor para sondar e aperfeiçoar o seu coração (Sl 139:23-24). Peça uma maior medida do Espírito de Deus em sua vida para que você possa produzir bons frutos do Espírito (Gl 5:22-23). Qualquer homem ou mulher amorosa, alegre, pacífico, longânimo, benigno, bondoso, fiel, manso, e temperante será agradável! Ele será incrivelmente agradável! Ela será uma nova criatura!

Esqueça o que você pensa de si mesmo! Graciosidade é o que os outros consideram a seu respeito - Deus e os homens de bem. A maioria das pessoas se considera agradáveis, e a maioria das pessoas agradáveis se considera odiosos! É essa arrogância de espírito ou de humildade que torna a pessoa odienta ou graciosa! Humilhe-se diante da palavra de Deus! Rejeite o seu orgulho! Os outros certamente não vão sentir falta das suas palavras e maneiras abrasivas e irritantes. Se você tem poucos amigos, especialmente homens nobres, ansiando pela sua presença, você provavelmente é odioso!

Pais ensinem seus filhos a serem graciosos! Ao invés de gastarem suas vidas e suas mentes com os disparates, que nenhum benefício traz do modelo profano da educação de hoje, trabalhe em cima desta caraterística que agrada a Deus e aos homens. Isto fará muito mais para o futuro deles do que memorizar tabelas periódicas dos elementos! Você consegue definir a graciosidade? Eles conseguiriam? Você pode, diariamente, ilustrar nas vidas deles em suas relações com seus irmãos? Você consegue aplicar isto às várias situações com as pessoas com quem nos encontramos diariamente? Estude a palavra! Medite nela! Viva-a! Exija-a!

Se os crentes fossem mais graciosos em sua maneira de falar, os outros seriam atraídos à sua religião. Considerando que o Fundador e Mestre do cristianismo, o abençoado Senhor Jesus Cristo, tinha um coração perfeitamente puro e era totalmente gracioso no falar, é uma triste vergonha que os Seus chamados seguidores não têm nem uma coisa nem a outra! Honre o seu Salvador e defenda a religião Dele tendo um coração puro e palavras graciosas!