Provérbios 22:3

O avisado vê o mal e esconde-se; mas os simples passam e sofrem a pena.

Play Audio

Alerta! Perigo à frente! Proceda por sua conta e risco! Homens sábios enxergam à distância - olham para frente por transtornos potenciais; evitam um futuro doloroso ao alterarem decisões hoje. Tolos são míopes - prosseguem com destemor com pouca consideração aos riscos de suas ações. Os avisos que eles ignoram se materializam em problemas que os pune, geralmente com severidade.

Homens prudentes - aqueles com descrição e sabedoria - enxergam o perigo adiante a assim o evita. Eles não querem ser feridos e, por isso, mudam o seu curso. Homens simples - os tolos e apressados - prosseguem sem cuidado e se machucam. Envolvidos pelo momento, eles deixam de proteger seu futuro. Esta regra é tão importante que tem uma referência gêmea idêntica (Pv 27:12)

A sabedoria olha seriamente adiante antes de tomar decisões. Ela sabe que o pessimismo é melhor do que o otimismo. O nosso provérbio afirma, "Mais vale um prevenido do que um arrependido." Paulo descreve esta abordagem como sendo prudente - a análise por cada ângulo e direção, um círculo completo de precaução (Ef 5:15)! A pressa é inimiga da perfeição! Uma visão retrospectiva pode ser 20-20; mas a presciência, com a benção de Deus, é tão boa quanto.

Depois de várias pragas, alguns Egípcios recolheram seu gado em suas estrebarias e casas quando ouviram que Moisés os tinha ameaçado com granizo (Êx 9:20-21). Eles conseguiam olhar além do seu ódio a Moisés e a Israel para enxergar a realidade do perigo. Mas o tolo Faraó, depois de todas as pragas, conduziu as suas carruagens para dentro do Mar Vermelho numa apaixonada tolice! Uns salvaram os seus rebanhos da destruição certa, os outros foram punidos por afogamento!

Leitor, reduza a velocidade! Pense! Em que área da sua vida você não está analisando antecipadamente? Em que área você está se precipitando contrariando os avisos da sabedoria e dos conselheiros? Se você se inclina à pressa, você precisa considerar esta regra mais do que os outros. Se você tende em ser teimoso, você também precisa considerá-lo seriamente. Você tem acessado cuidadosamente todos os aspectos de sua vida quanto às suas possíveis consequências? Se não o fez, então faça-o hoje! Ou você será punido.

Considere uma guerra. Um general sábio analisa uma batalha e as suas consequências e decide por uma retirada para poder lutar em outra ocasião sob circunstâncias diferentes. O inimigo, seus próprios homens, e o seu coração podem chamá-lo de covarde. Mas ele sabe que a discrição é melhor do que a coragem. Ele quer ter as vantagens a seu favor antes de lutar. Um general tolo continua sua marcha para frente, com uma grande demonstração de bravura, para a aniquilação do seu exército.

Considere os empreendimentos. Gerentes financeiramente tolos tomam decisões a curto prazo para obterem lucros imediatos, ignorando as mudanças que ocorrem no ambiente econômico e político que os levará à falência. Homens sábios terão planos estratégicos voltados para o desenvolvimento futuro e a segurança, mesmo que isto possa lhes custar lucros a curto prazo. Eles ocultam suas empresas dos problemas que estão por vir.

Considere os negócios e as oportunidades de investimentos. Um homem sábio ri a respeito das histórias de enriquecimento rápido, e sabe que não existem almoços de graça. Ele examina cuidadosamente as letrinhas, os falsos testemunhos, e os truques promocionais. Os tolos em sua ansiedade de evitar trabalho e ser uma pessoa importante, simplesmente querem saber onde devem assinar e efetuar os depósitos. Eles acreditam em tudo que ouvem. A punição deles é certa.

Considere o casamento. Os tolos seguem as suas emoções com pouca preocupação, sem se preocupam em por à prova o cônjuge. Acabam em um casamento doloroso e são punidos pelo resto de suas vidas por causa da impaciência, impulsos precipitados e escolhas ignorantes. Homens sábios usam muitos conselheiros e critérios dados por Deus para por término a relacionamentos perigosos e identificar candidatos dignos.

Lembre-se, a mulher odiosa e estranha só é conhecida se olharmos além das primeiras impressões que tivermos dela (Pv 6:25; 30:23). A aparência dela quando está namorando é muito desejável, mas o futuro dela é um inferno miserável. Pergunte a sete pessoas sabiamente casadas pela avaliação honesta dela antes de você mergulhar num relacionamento por toda a vida por causa de paixão ou necessidade.

Considere a educação. Se um homem não se prepara adequadamente para um campo lucrativo de atividade, ele deve aguentar a punição de ter que trabalhar mais duro por menos dinheiro do que os seus pares sábios. A dor a longo prazo do subemprego apaga os prazeres a curto prazo de jogar bola, gostar de carros ou de levar a vida na moleza.

Considere os aspectos financeiros. Tolos gastam seu dinheiro e não têm uma reserva para eventuais dificuldades, ou capital que lhes permita se beneficiar de oportunidades lucrativas. Homens sábios, ao conterem seus gastos e pondo à parte uma porção de suas receitas em poupança, têm uma proteção como também uma prosperidade para a sua família e para os seus bens. Novamente, somente um homem que olha para frente fará a escolha certa hoje.

Considere o treinamento das crianças. Pais sábios observam os espíritos e as ações dos seus filhos e alteram o treinamento que lhes dá de forma a desviá-los dos perigos. Pais tolos, preguiçosos demais para olharem e treinarem os filhos continuam na rotina paternal e sofrem as consequências de filhos rebeldes.

Considere o pecado. Homens sábios evitam as tentações que conduzem ao pecado (Rm 13:14). Eles sempre se mantêm afastados até mesmo da aparência do mal (ITs 5:22). Mas os tolos se precipitam como Sansão e Davi, caindo em pecados que os punem terrivelmente no futuro. Um homem sábio tem consciência de que assistir à televisão hoje à noite terá consequências dolorosas para a sua alma e a sua família no futuro.

Considere o Dia do Juízo. Homens sábios enxergarão o terror que se aproxima e vivem vidas santas à luz desse conhecimento (IICo 5:10-11). Mas os tolos amam os prazeres temporais do pecado, ignoram a dor eterna de suas ações. Os "prazeres" a curto prazo trazem a punição a longo prazo. O nosso mundo todo está loucamente simples - ignoram totalmente esse dia de horror eterno.

O Senhor Jesus aparecerá brevemente. A sua vida será uma eternidade de prazer para aqueles que viveram para Ele neste mundo. Leitor, seja sábio. Humilhe-se, veja o mal que se aproxima e se esconda em Cristo!