Provérbios 21:9

Melhor é morar num canto de umas águas-furtadas do que com a mulher rixosa numa casa ampla.

Play Audio

Porque certos homens estão sempre fora de casa? Eles caçam, trabalham horas extras, jogam golfe, vivem na sua oficina, tratam do jardim, ficam no porão, ou ouvem música com fones de ouvido. Por quê? Eles estão evitando a apavorante criatura com quem eles tolamente casaram.

Deus criou Eva para ser a companheira perfeita de Adão (Gn 2:18). O casamento dá ao homem a sua própria mulher como companhia agradável, auxílio mútuo, e prazer sexual. Mas o pecado corrompeu os desígnios de Deus e as mulheres se tornaram tagarelas, importunantes e irritantes em casa.

De que forma corrompemos a criação de Deus (Ec 7:29)? O maior prazer do homem se tornou a sua maior dor! O seu maior tesouro a sua maior perda! Seu melhor amigo o seu pior inimigo! Sua fonte de paz e conforto em miséria sem fim (Pv 12:4)! Veja os comentários de Provérbios 19:13. Quando a vítima se dá conta do seu grave erro, seu espírito está abatido, e ele é forçado a se render e se retirar para achar seu único conforto na calma solitude de outras buscas.

Uma mulher rixosa é uma mulher barulhentamente alterada, discordante, clamorosa, ruidosa, e reclamante. A maioria já ouviu falar dela - ela geralmente está falando, corrigindo, debatendo, repreendendo, sugerindo, lembrando, e de outras maneiras se tornando um aborrecimento insuportável. Tentativas de corrigi-la terminam em fracasso, pois o seu orgulho desgovernado não permite que ela se submeta nem que cale a boca.

Quão prevalente é este problema? Salomão nos avisou cinco vezes com provérbios semelhantes a este (Pv 12:4; 19:13; 21:19; 25:24; 27:15-16). É um problema comum, especialmente em nossa época rebelde, quando as mulheres não sabem mais qual é o seu lugar ordenado por Deus.

"Melhor é ..." você está ouvindo o Pregador? Ele dá uma das sábias prioridades da vida. É melhor viver no telhado do que dentro de uma casa grande com uma mulher dessas. É melhor ser solteiro, só e solitário, do que coabitar com esse peso miserável num casamento vazio de alegria.

O Deus infinito, que criou a mulher para o homem, declarou que um espírito manso e quieto é de grande valor, tem muito mais valor do que uma melhoria na aparência (IPe 3:3-4). A decoração externa nunca pode cobrir a mancha interna de um espírito contencioso (Pv 11:22; 27:15-16). Ele prometeu que a mulher piedosa será louvada pelo seu marido e pelos seus filhos (Pv 31:28).

Homem jovem, rejeite-a! Impulsos irrefletidos, necessidade desesperadora ou a paixão tola haverá de atormentá-lo nos próximos cinquenta anos. Que os homens casados possam conhecer e por à prova a sua pretendente e a mãe dela; deixe que eles verifiquem se há algum vestígio daquele espírito odioso. Qualquer defeito de caráter que você encontrar antes do casamento se tornará dez vezes pior mais tarde (Pv 30:21-23). E essa deformidade não melhora com a idade!

Marido dominado, você já realizou um casamento triste? Se ela teme o SENHOR, leve-a ao tribunal da Escritura e deixe que ela leia as ordens do Criador. Encontre uma igreja onde o homem de Deus a repreenderá e a instruirá em seu lugar. Ponha ela em contato com mulheres agradáveis. Se ela não teme ao Senhor, escolha um canto do telhado onde haja menos exposição!

Menina ou mulher cristã, odeie esse tipo de criatura repulsiva tanto quanto a uma mulher estranha. Ouça a sua tagarelice constante, suas reclamações chorosas, suas observações negativas, suas intervenções grosseiras, suas correções opressoras, seus perturbantes lembretes, sugestões egoístas ou suas perguntas arrogantes. Jura diante de Deus que você nunca viverá um dia da vida dela. A submissão é o seu papel e dever; (Ef 5:22-24) rejeitar isso é destruir a sua beleza. O seu encanto garantirá um respeito perpétuo; (Pv 11:16) a reverência lhe garantirá uma estima eterna; (Ef 5:33; IPe 3:5-6) uma quietude reservada exaltará o seu espírito (Pv 17:27).