Provérbios 20:7

O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele.

Play Audio

Um homem bom vive com integridade; ele faz mais do que simplesmente reivindicar bondade; (Pv 20:6). Ele não só vai falar naquilo que acredita como andar de acordo. Ele vive no temor de Deus e na fé em Cristo, guardando todos os mandamentos. E o Deus fiel vai enviar benção e favor aos seus descendentes. Temos aqui um provérbio com uma promessa. Que os piedosos se apropriem dela!

Entenda a condição. Este homem não é o típico crente carnal dos nossos dias, o qual fala e age de uma forma aos domingos e quando está em companhia de outros crentes, mas vive de outra maneira durante a semana quando em casa ou no mundo. Temos aqui um homem justo, praticando o que é certo e santo à vista de Deus. Ele busca o Senhor de todo o seu coração. E ele anda por este caminho cada dia.

Temos aqui um homem com a consciência tranquila, que dirige todos os seus negócios com a discrição da palavra de Deus. Ele é irrepreensível diante de Deus e dos homens, pela confissão dos seus pecados e fazendo as reparações apropriadas por eles. Suas afeições estão firmadas acima no céu, e os seus desejos pecaminosos são crucificados com Cristo. Ele treme diante da Palavra de Deus e humildemente anda com o seu Deus.

Entenda a promessa. O santo Deus do céu recompensa os homens bons com bênçãos sobre a sua posteridade. Se aqueles filhos ou netos pecarem, eles receberão a punição pelas suas iniquidades, mas o Senhor será mais misericordioso com eles do que Ele teria sido de outra forma. Se aqueles filhos viverem vidas justas, o que é bem provável considerando o testemunho que tiveram, o Senhor os ajudará e os abençoará grandemente por causa do seu justo pai.

Considere Davi, o homem segundo o próprio coração de Deus, que foi perfeito à vista de Deus, exceto no caso de Bate-Seba (IRs 15:3-5). Para honrar a vida virtuosa de Davi o Senhor mostrou repetidas misericórdias repetidas aos seus descendentes (IRs 11:12,32,36; 15:4; IIRs 8:19; IICr 21:7). Davi descreveu o justo, "A sua descendência é abençoada." (Sl 37:26). Ele também disse, "Qual é o homem que teme ao Senhor? ... a sua descendência herdará a terra." (Sl 25:12-13).

Pais! Vocês amam seus filhos? Sua posteridade estendida? Esqueça uma educação universitária! Esqueça instrução e treino! Aproprie-se da prioridade deste provérbio! Viva humildemente e ande na justiça diante de Deus e ele abençoará os seus filhos por causa da sua vida! A vida de integridade de Jó incluía até sacrifícios pelos seus filhos depois de suas festas de aniversário (Jó 1:1-5)!

A Finéias e Jonadabe, exemplos de homens justos, lhe foi prometido uma semente piedosa (Nm 25:11-13; Jr 35:18-19). Crente, estas promessas são apenas para os outros? Considere novamente! "Louvai ao Senhor! Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer. A sua descendência será poderosa na terra; a geração dos justos será abençoada." (Sl 112:1-2)!