Provérbios 20:6

Cada qual entre os homens apregoa a sua bondade; mas o homem fiel, quem o achará?

Play Audio

Falar é fácil. Se gabar é inútil. Sua história é irrelevante. O verdadeiro caráter é medido pelas ações e resultados atuais, não por autoelogios, nem por eventos passados, explicações ou justificativas (Pv 20:11). Mas os tolos falam mais do que os homens sábios (Pv 14:33; 29:11), e os preguiçosos falam mais do que um trabalhador sério (Pv 26:16). A maioria dos homens ama a si mesmo e rapidamente lhe contam o quão dotado e fiel que são, mas verdadeiros realizadores medidos pela Bíblia são raríssimos.

Falar é fácil. O que você pensa a respeito de si mesmo é enganador e destrutivo (Pv 12:15; 14:12; 16:2,25; 21:2; Jr 17:9). Mas aquilo que você fala a respeito de si mesmo é pior ainda (Pv 4:3; 25:14; 27:1; Ec 10:11-13; Tg 3:5). Nem Deus nem os homens se interessam por sua opinião em geral, e especialmente quando é a respeito de si mesmo. Se você precisa dizer aos outros que você é bom em uma determinada coisa, então é porque falta evidência para comprová-lo, pois, do contrário porque você precisa afirmá-lo? Testemunhas são suficientemente estúpidas para promoverem novos produtos, mas testemunhar a seu próprio respeito é ridículo!

Há muito tempo que os homens desfrutam dos pecados condenatórios da arrogância, da prepotência, do amor próprio, e da autoestima. Mas hoje em dia estes males destrutivos são exaltados em atletas populares e líderes arrogantes e fomentados como sendo a panaceia para a maioria dos problemas psicológicos ou relacionais. As teorias de autoestima são adoradas, apesar de só caiarem os pecados do convencimento e do egoísmo. Psicologistas humanísticos sempre foram iludidos, mas quando os chamados líderes cristãos promovem esta visão narcisista da vida, a verdade corre perigo (IITm 3:1-5).

Num dia de propaganda, ''marketing'' intenso e relações públicas, há uma ênfase perversa das palavras sobre as ações, da percepção sobre a realidade, declarações tempestivas sobre a substância, de sentimentos sobre os fatos. Devido ao uso constante da comunicação verbal através do telefone, da internet, da televisão, do rádio, das mensagens eletrônicas, existe uma ênfase perversa das palavras sobre as ações. Esta distorção criou uma situação onde gabar de si mesmo é aceito acima dos resultados.

Mas hoje em dia existem poucos homens fiéis que fazem aquilo que devem (Sl 12:1; IITm 3:13). Atletas se gabam das suas habilidades e realizações e políticos alegam ser quase divinos naquilo que prometem. Grandes homens não precisam se promover, porque os outros farão isto por eles. Grandes homens nunca se curvam ao autoelogio; o louvor deles vem de outros (Pv 27:2). Se outros homens não o louvam por usa grandeza, é porque há uma razão óbvia!

Onde estava a humildade de Salomão? Como rei de Israel e filho favorito de Davi, ele admitiu que era uma criança no entendimento (IRs 3:5-9). Deus amou esta confissão como também os homens sábios que a estão lendo. Onde está a humildade de Paulo? Apesar de ter sido o maior dos apóstolos, ele admitiu que era o menor dentre todos os santos (Ef 3:8).

Onde está a humildade de Agur? Como autor de Provérbios capítulo 30, ele admitiu a sua ignorância (Pv 30:1-4). Estes três grandes homens não louvavam a si mesmos, mas nós os louvamos.

Não fale a respeito do desempenho do seu emprego. Deixe que uma promoção o diga! Não se gabe a respeito do seu grande casamento. Deixe que o seu cônjuge o espalhe! Não fale a respeito da sua caridade e da sua bondade aos outros. Deixe que os seus numerosos e devotados amigos sejam a medida! Não fale o quanto você pode ser confiável. Deixe que o seu crédito fale a verdade. Não diga o quanto você teme e ama a Deus. Que a sua vida e o testemunho de outros o provem (ITs 1:6-10; IJo 2:4)!

James ridiculed Christianity based on mere faith, which is more than the carnal decisions most evangelists solicit today (Jas 2:14-26)!

Leitor, pare de falar a respeito de si mesmo! Demonstre o seu grande caráter a Deus e aos homens pelas suas ações! Tiago ridicularizou o cristianismo baseado somente na fé, que é mais do que as decisões carnais que a maioria dos evangelistas exigem hoje em dia (Tg 2:14-26)! Ele exaltou as obras como sendo superior à fé como a evidência do conhecimento de Deus e de obter a aprovação Dele. Jesus, Paulo e Pedro ensinaram a mesma doutrina de conduta básica (Mt 7:21; IICo 5:9-11; IIPe 1:5-12).

A auto justificação é um dos pecados mais condenatório de todos. Uma vez contaminado, como você será curado? Você não reconhece que está doente. A repreensão de quem você vai aceitar? Você já garantiu a si mesmo que a sua posição diante de Deus é excelente (Lc 18:9-14). Ouça a Jesus Cristo! Ele disse a um dos líderes mais conservadores e religiosos dos seus dias, "Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece o vosso coração, porque o que entre os homens é elevado perante Deus é abominação." (Lc 16:15).

Brevemente você prestará conta da sua vida a Deus, e então a verdade será conhecida. Suas palavras de auto justificação e de auto louvor serão apenas mais alguns pontos contra você. Prepare-se para encontrar com o seu Deus! Jesus Cristo, o Abençoado e Único Potentado, julgará as suas palavras e ações (Mt 12:34-37). Ele deu o aviso de que seria melhor ter más palavras e boa realização do que boas palavras e péssima realização (Mt 21:28-32).

Muitos ministros se autopromovem mais do que promovem a Jesus Cristo. Eles dão os seus próprios nomes aos seus ministérios, e cultivam os bajuladores de forma a manterem prósperos o culto respectivo de suas pessoas. Leia tão somente os guarda pós (capas) dos livros que escrevem! Mas o Senhor Jesus os humilhará numa fração de tempo antes de lançá-los no inferno. Ele dirá a esses autores de suas histórias de sucesso, "Eu nunca os conheci" (Mt 7:21-23)

Leitor, você é bem conhecido pelas suas fiéis ações e resultados compatíveis com a palavra de Deus? Ou você precisa ajudar as pessoas com dicas verbais ou explicações de quanto você é fiel? Esqueça o falar! Meça a si mesmo somente pelas ações, realizações, consistências, e resultados; concentre-se naquelas ações que a palavra de Deus considera importante; e faça-os somente para a glória de Deus; Que o Senhor possa abençoá-lo de forma a ser um dos raros fiéis nesta geração.