Provérbios 20:3

Honroso é para o homem o desviar-se de contendas, mas todo insensato se mete em rixas.

Play Audio

Você é um pacificador? Você odeia conflitos, disputas e problemas? Você ama a quietude, o descanso e a unidade? Homens piedosos odeiam brigar; eles fogem de conflitos que os envolva; e eles interveem para trazer a paz quando outros estão brigando. Isto é um crédito às suas reputações e religião. Mas tolos, estando vazios de caráter e de integridade piedosa provocam os outros para causarem conflitos e disputas. Eles são perturbadores nocivos aos homens.

A conjunção disjuntiva "mas" é comum nos provérbios de Salomão, e gera contrastes entre duas frases ou sentenças. O insensato da segunda frase é contrastado com o homem sábio da primeira frase. A primeira frase não afirma que é um homem sábio porque é desnecessário afirmar isto, ao se considerar a segunda frase. Pelo mesmo método de contrastar entendemos que a intromissão da segunda frase é a conduta e o falar do insensato que causa ou exacerba o conflito e as brigas. Ademais, em contraste com a honra merecida do homem sábio, o insensato é justamente desprezado!

Disputa é briga. Um homem sábio evita brigas. Ele sabe que disputa, até mesmo no seu próprio coração é confusão diabólica e maldade do inferno (Tg 3:14-16). Ele sabe que Deus condena a disputa e ordena a paz (Rm 13:13; Gl 5:19:23; Ef 4:1-3; Fp 2:3; Tg 3:17-18). Ele sabe pelo menos que uma briga identifica o crente carnal, mas mais provável que é um filho do inferno (ICo 3:3; Tt 3:3; Tg 4:1). Ele escolhe o caminho abençoado de um pacificador (Mt 5:9).

O homem sábio é honrado pelo fato de não brigar. Sua glória é passar por cima de uma transgressão (Pv 19:11), demorar em se irar (Pv 14:29), governar o seu espírito (Pv 16:32), e evitar brigas ao invés de deixar para por um ponto final nela mais tarde (Pv 17:14). Mas o tolo é desprezado por causar conflitos. Ele é odiado por causa da rapidez da sua ira (Pv 14:17), do seu orgulho (Pv 13:10), das repetidas ofensas (Pv 17:9), e por compartilhá-las com os outros (Pv 16:27-28). Homens bons gostariam de pegar esses tipos desprezíveis e lhes dar uma surra (Pv 18:6)!

Os homens do mundo acreditam que brigar é ser macho, porque eles não conseguem almejar ser algo mais nobre do que um cachorro vira lata! Se entregar a emoções infantis e impulsos diabólicos é mais fácil do que ter caráter, disciplina e força para resistir uma briga. Deus certamente inspirou este provérbio! Homens acreditam que a honra deve ser defendia com uma briga, mas Deus honra o homem que não briga! Somente bestas orgulhosas e más sentem a necessidade de desferir um novo soco.

Os fariseus, fundamentalistas religiosos das bestas luxúrias do homem, ensinavam, "Olho por olho, dente por dente" ao aplicar uma lei civil às ofensas pessoais (Mt 5:38). Mas Jesus louvou o homem piedoso, que vira o outro lado da face ao homem que lhe bateu (Mt 5:39)! Só tolos desprezíveis consideram que precisam proteger a sua pessoa e a sua reputação revidando qualquer agressão. Os grandes homens põe fim a controvérsias, perdoam injurias e fazem amizade até com inimigos!

Quão honrável você é? Você pode revidar a um homem irado com uma resposta branda, mesmo quando ele está errado (Pv 15:1)? Você é um menino na malícia (ICo 14:20)? Você consegue perdoar qualquer um, incluindo aqueles que estão brigando com você (Cl 3:12-15)? Você odeia a amargura e ama o coração afável (Ef 4:31-32)? Você reconhece que a maioria das brigas por "princípios", na verdade é por orgulho (Pv 13:10; 21:24)? Você estaria disposto a ser defraudado (1 Coríntios 6:7)? Você segue o seu Pai celestial e busca o bem dos seus inimigos (Mt 5:43-48)?