Provérbios 19:16

O que guarda o mandamento guarda a sua alma; mas o que despreza os seus caminhos, esse morre.

Play Audio

Você se preocupa consigo mesmo? Há uma maneira de viver que traz felicidade e sucesso, e há uma maneira de viver que lhe matará. A escolha é sua. Os resultados são os de Deus. Você ama ou despreza os caminhos do viver de Deus? Se você guarda os mandamentos de Deus você se livra da dor e das dificuldades. Se você despreza os caminhos de Deus você comete suicídio.

Qual é o mandamento que preserva a sua alma? São todos os mandamentos de Deus, não importa em que parte da vida cada um se aplica (Sl 119:128). O substantivo singular é um substantivo coletivo para todos os mandamentos de Deus (Pv 6:20,23; 13:13). O singular também se aplica ao temor do Senhor, que inclui todos os outros mandamentos (Pv 1:7; Sl 111:10; 112:1; Ec 12:13).

O homem que guarda os mandamentos de Deus está fazendo algo muito bom para a sua própria alma! Ele está buscando sabedoria e todos os benefícios dela para a sua vida (Pv 4:4-9). “O alto caminho dos retos é desviar-se do mal; o que guarda o seu caminho preserva a sua alma” Pv 16:17. “O que guarda a boca e a língua guarda das angústias a sua alma.” (Pv 21:23).

De que forma um homem despreza os seus caminhos? Rejeitando os caminhos de Deus para os vários aspectos da sua vida. Interpretamos "seus caminhos" como sendo os caminhos de Deus, porque deve se entender elipticamente que está se falando de Deus por causa da primeira parte do versículo, e também pelo fato de que os homens não desprezam os seus próprios caminhos. Aqui o homem acredita que tem ideias melhores sobre como viver, e dessa forma rejeita o conselho de Deus para a sua vida.

Quais são as consequências? Quando o homem escolhe o seu próprio caminho na vida, ao invés do caminho de Deus, ele escolhe a morte. “Há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte” (Pv 16:25). “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte” (Pv 14:12).]

A Bíblia, a revelação infalível de Deus, ensina aos homens como serem felizes e bem sucedidos. Se rebelarem contra a sabedoria Dele, trazem para cima de si disfunções, dores, dificuldades e eventualmente a morte. Morrem cedo por acidentes, pena capital, doença, vingança ou o julgamento de Deus. Se um homem verdadeiramente se preocupasse consigo mesmo, ele guardaria os mandamentos de Deus.

Temos aqui o que Moisés ensinou a Israel (Dt 5:33), Considere um exemplo simples. Ao invés de honrar os pais como ordenados por Deus, os homens permitem o desrespeito, fazem piadas e rebelam, nunca vendo que tais tolos irreverentes eventualmente toparão com as autoridades que os esmagarão, e perdem as abençoadas promessas de Deus para aqueles que honram seus pais (Êx 20:12; Ef 6:2-3). É perder e perder o rejeitar este mandamento de Deus.

Considere outro exemplo. Ao invés de ser fiel a uma esposa como mandado por Deus, os homens promovem o sexo casual e o adultério, nunca percebendo que tais tolos promíscuos eventualmente terminarão doentes, divorciados, solitários, apavorados, desprezados ou mortos. Poderiam ter tido o privilégio de uma mulher devotada e uma família feliz, mas quiseram seguir os seus próprios caminhos.

Deus separará todos os homens - aqueles que fizeram a vontade do Pai deles no céu, e aqueles que trilharam o seu próprio caminho. Jesus avisou: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” (Mt 7:21-23).

Você quer uma regra para a sua vida “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas” (Pv 3:5-6)? Ao invés de desprezar os caminhos Dele, humilhe-se e tenha um respeito pelos Seus caminhos, “Em teus preceitos meditarei e olharei para os teus caminhos” (Sl 119:15).