Provérbios 19:7

Todos os irmãos do pobre o aborrecem; quanto mais se afastarão dele os seus amigos! Corre após eles com palavras, mas não servem de nada.

Play Audio

Temos aqui o resultado de uma observação precisa do rei Salomão. A natureza humana é um tanto desagradável, quando os motivos dos homens são analisados honestamente. A própria família do homem o abandonará quando ele for financeiramente pobre. E certamente ele vai perder os seus amigos, pois não veem qualquer razão para se associar a ele. Mesmo que ele possa expressar muita afeição, eles o abandonam de qualquer maneira.

A família é sempre mais unida do que as amizades, por isso o mundo diz que "O sangue é mais denso que água." Mas Salomão ensina aqui que o dinheiro é mais importante do que a família! O mundo deveria criar um novo ditado, "O dinheiro é mais grosso do que o sangue". Conversas filosóficas e músicas românticas a respeito do amor eterno e do valor precioso de uma alma são muito bonitas, mas a realidade da vida é que, em não havendo uma oportunidade de ganho pessoal, a maioria dos homens abandonarão tanto a família quanto os amigos.

Alguns provérbios afirmam o resultado de observações e você deve descobrir as lições. Salomão observou que a maioria dos homens é egoísta: quando não percebem nenhuma oportunidade maior num relacionamento, eles abandonam a pessoa. Ele viu essa terrível característica pessoal estendida até aos familiares e amigos. O que você pode aprender dessa terrível acusação de sua raça?

A humanidade é, por natureza, egoísta, mesquinha e oportunista. Eles conhecem a cobiça e a autogratificação, muito mais do que conhecem o amor ou o auto sacrifício. Um homem sábio aprende esta característica pessoal do homem e a considera quando analisa situações ou toma decisões envolvendo outras pessoas. Ele vai se lembrar da ambição e do egoísmo latente na maioria dos relacionamentos.

A maioria dos amigos são amigos quando tudo vai bem. O comprometimento e a lealdade a você só tem a profundidade dos seus bolsos! Quando a coisa fica difícil eles se mexem imediatamente ... porta afora! Os verdadeiros amigos, os quais o mundo pouco conhece, não são tão volúveis. Salomão também escreveu, "Em todo o tempo ama o amigo; e na angústia nasce o irmão." (Pv 17:17).

Se você adquiriu a sua pobreza por preguiça ou estupidez, você não deve reclamar da falta de amigos; você os afastou pela sua própria tolice. Homens diligentes e honestos corretamente desprezam o preguiçoso e o teimoso. Eles têm medo de ficar perto de você, para evitar que você peça outra doação para subsidiar o seu pecado. Vá trabalhar, evite os esquemas financeiros insensatos e economize dinheiro; eles podem voltar (Pv 19:4, 6; 20:4; ITs 4:11-12; IITs 3:6-12; Ef 4:28).

Os únicos amigos verdadeiros são aqueles unidos com você em Cristo Jesus, o Filho de Salomão. Eles não são amigos dos bons tempos, pois as circunstâncias externas e as ambições cobiçosas não os motivam nem os afetam. Eles estão comprometidos com você pelo amor de Deus e da Sua família. Eles estão mais interessados em sua perfeição do que nos seus ganhos. Onde podemos encontrar tais amigos excepcionais? Na igreja de Jesus Cristo, onde eles se reúnem exatamente com este objetivo!

Não existe vergonha na pobreza legítima para aqueles que seguem a Jesus Cristo, pois Ele escolheu os pobres deste mundo para serem Seus filhos (ICo 1:26-29; Tg 2:5). E mesmo que falsos amigos possam lhe deixar e abandonar, o Deus abençoado, Quem lhe adotou para uma herança eterna com riquezas infinitas, jamais lhe abandonará (Rm 9:23; Ef 1:18; 2:7). Seu amor é eterno e imutável, e independe das circunstâncias (Rm 8:38-39).