Provérbios 17:21

O que gera um tolo, para sua tristeza o faz; e o pai do insensato não se alegrará.

Play Audio

Você quer bagunçar a sua vida? Perder a sua alegria, e enfrentar a tristeza e a vergonha? Tenha então um filho tolo! Um filho deplorável e problemático pode sugar a vida da sua alma. Será uma calamidade que esmagará você e a sua mulher (Pv 10:1; 17:25; 19:13).

O assunto não se enquadra em fatalidade - a invenção pagã de Homero! O Deus do céu pode punir justamente a você ou seus ancestrais lhes dando um tolo incorrigível, mas o mais provável é que você tenha negligenciado os seus deveres paternais e criado um tolo que, de outra forma, não teria existido!

Todos os filhos são nascidos com um coração que tendem naturalmente ao egoísmo, à preguiça e ao pecado (Pv 22:15; Sl 14:1-3; 51:5; 58:3). Entretanto, esta tolice geralmente pode ser expulsa de uma criança através da repreensão e da vara corretiva (Pv 22:15; 19:13; 20:30; 23:13-14; 26:3; 29:15).

Mas algumas crianças nascem tolos compulsivos e incorrigíveis, que nada tem a ver com o castigo de Deus (considerando que os pais são eleitos) ou o Seu juízo (se não forem eleitos). Não há cura para esse infeliz, pois você não consegue expulsar a tolice dele por nenhum meio (Pv 27:22).

Pais negligentes, especialmente pais preguiçosos, transformam outras crianças em tolas. Esses homens odiosos não treinam seus filhos, e os resultados são terríveis; os filhos se endurecem na tolice em que nasceram. Existe esperança quando a criança é jovem; (Pv 13:24; 19:18; 22:6,15) mas se você perde a oportunidade, vergonha e problemas são o seu futuro (Pv 29:15).

Quais as lições? Um filho ou uma filha tola é uma terrível calamidade. Considerando que uma das causas seja uma correção da parte de Deus, a sua sabedoria é a de viver uma vida tão santa e virtuosa quanto for possível, se Deus porventura lhe salvar de tal punição. Considerando que o treinamento de uma criança pode transmitir sabedoria e eliminar a tolice, existe uma boa razão para ser diligente e fiel em treinar consistentemente cada um dos seus filhos (Pv 19:18; 20:30; 22:6,15; 29:15,17).

A dor de um filho tolo é muito grande! Portanto, seja um grande pai! Cada dia em que você relaxa traz maiores tristezas! Você é um exemplo de vida sábia? Autoritário ao exigir a piedade? Compassivo? Educador? Amigável? Consistente? Espiritual? Líder? Cada ponto é importante. Mas o mais importante de tudo, é - você ora por eles?

Você já falhou como genitor(a)? Você tem um ou mais filhos tolos que levam o seu sobrenome? Confesse seu grande pecado a Deus, peça a Ele misericórdia, confesse aos seus filhos, e se esforce ao máximo para ensinar e ensiná-los qual a única opção que lhe resta. O Senhor é capaz de restaurar os anos perdidos por causa da sua tolice e to castigo Dele (Jl 2:25-27).