Provérbios 16:30

Fecha os olhos para imaginar perversidades; mordendo os lábios, efetua o mal.

Play Audio

Homens violentos obtêm suas idéias abusivas a partir dos seus próprios corações enganadores e perversos (Jr 17:9), e usam as suas bocas para convencerem os ingênuos a aceitarem e a obedecerem as suas sugestões.

Este provérbio está ligado com o versículo anterior que se lê assim: "O homem violento persuade o seu companheiro e guia-o por caminho não bom." (Pv 16:29). Estes homens violentos abusam dos outros física e moralmente ao persuadi-los a participarem de ações que são perversas.

De onde vem a violência e a perversidade? Do coração do homem e dos seus perversos pensamentos, como foi claramente ensinado por Jesus (Mt 15:16-20; 12:33-35). Foi este tipo de imaginação pecaminosa que levou Deus a afogar o mundo e a destruir o homem e os animais (Gn 6:5-7).

Estas pessoas violentas que instigam os outros a participarem dos seus perversos caminhos estão descritos como fechando os seus olhos para planejarem coisas más. Eles fecham os seus olhos para impedir qualquer aviso de Deus ou do homem, de forma a se concentrarem em suas fantasias.

Até mesmo os pensamentos do tolo é pecado (Pv 24:9), e todo pecado tem origem no coração e na mente (Tg 1:13-16). Os homens perversos excluem qualquer conselho ou aviso que contraria as suas vidas de forma a concentrar nos seus planos de seduzir e causar dano a outros em seus desejos de prazeres pecaminosos.

O que são coisas perversas? Qualquer coisa contrária àquilo que é correto ou razoável; coisas que são más, erradas ou ruins. Os desejos pecaminosos e a conduta dos homens naturais sem o temor do Senhor são sempre perversos. Eles estão sempre pervertendo o caminho de Deus sobre a terra.

Essas pessoas violentas que seduzem a outros para participarem dos seus caminhos perversos são descritos como movimentando os seus lábios para fazer com que o mal se realize. O movimento dos seus lábios são os seus esforços verbais de persuadirem a outros a unirem-se a eles em suas ambições impiedosas e/ou ilegais.

Por esta razão, o apóstolo Paulo avisou que as más conversações certamente corromperão os bons costumes (ICo 15:33). Se você der ouvidos aos tolos, você se tornará um tolo (Pv 13:20). Você precisa rejeitar e evitar as opiniões e as filosofias do mundo venha de onde vierem e substituí-las pela opinião de Deus encontrada na palavra Dele (Sl 1:1-2; 119:113,128; IJo 2:15-17).

Hollywood dá esse aviso em todas as suas produções. Você já parou para pensar em como eles podem recriar temas tão vazias e desesperadamente perversas vez após vezes? É porque bloquearam toda a razão e justiça de forma a buscarem os desejos pecaminosos que enchem seus corações e mentes, para em seguida criarem uma trilha sonora e um diálogo verbal para induzi-lo a se unir a eles.

A única maneira pela qual você pode sobreviver é seguir o conselho de Davi: "Não porei coisa má diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; nada se me pegará." (Sl 101:3). O que, como na televisão e nos filmes, e quem, como amigos ou falsos professores, você precisa rejeitar e evitar em sua vida? Todos os dias eles estão tentando destruí-lo.

Seguir o conselho inspirado de Paulo é uma gloriosa alternativa: "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Fp 4:8).