Provérbios 16:29

O homem violento persuade o seu companheiro e guia-o por caminho não bom.

Play Audio

Você entende a violência? A palavra "violência"? O conceito da violência? Existe muito mais com relação à violência, por exemplo, a sequência do "Texas Chainsaw Massacre" (Massacre de Chainsaw no Texas), em 3D, 2013.

Os homens adoram categorizar e classificar os pecados para justificarem a si mesmos, e isto inclui a palavra e o conceito da violência. Você está disposto a permitir que Deus e Salomão lhe ensinem aqui a sabedoria?

O contexto deste provérbio condenou um homem perverso por desenterrar o mal a respeito de outras pessoas e compartilhá-la (Pv 16:27), um homem rebelde que semeia desavenças, e um difamador que separa grandes amigos (Pv 16:28). O provérbio em pauta condena o homem violento.

A violência certamente significa o uso da força física para causar dano corporal, destruir propriedade, ou interferir com a liberdade pessoal. Entretanto, a violência pode também apresentar outros danos causados a pessoas, tais como o corromper da moral deles levando-os a praticarem alguma coisa errada.

Os dois tipos de violência são erros. As pessoas que são capazes de praticar qualquer destes tipos devem ser evitadas. Os métodos de tais homens devem ser explicados, identificados e condenados. Aqueles que buscam ferir os outros de alguma forma são perversos e devem ser claramente identificadas como perigosos aos homens.

As pessoas violentas não se contentam em só eles serem violentos - eles atraem outros para se unirem a eles em seus abusos e danos a outros, sejam danos físicos ou morais (Pv 1:10-19). Eles usam de toda sorte de incentivos e justificações para convencerem os crédulos para se unirem a eles em seus pecados.

O resultado é "por caminho que não é bom". Esta é a figura de linguagem chamada de meiose ou litotes: modo de afirmação pela negação do contrário (Pv 17:26; 18:5). Os homens violentos, literalmente levam homens à tolice e à maldade, um resultado consideravelmente pior do que meramente "não é bom". Deus afogou o mundo com o Dilúvio por corromper o Seu caminho na terra (Gn 6:11-13).

Considere um exemplo. Os tais chamados conselheiros de planejamento familiar recomendar às mulheres a abortarem os seus bebês. Estas são pessoas violentas no sentido de causarem danos físicos - eles propõem o derramamento de sangue inocente, por isso eles incentivam as mulheres tolas com mentiras para ajuda-las a assassinarem os seus bebês.

O que dizer dos homens jovens que dizem "Eu te amo" para roubar a virgindade de uma moça? Ele usou de violência para com ela? Ele reduziu o valor dela e ela não vai poder voltar atrás (Dt 21:14; 22:24,29). Ele fez isso por sedução, levando-a a fornicação - um outro caminho que não é bom.

A Bíblia fala da violência conjugal quando as leis do divórcio são usadas para se livrar de um cônjuge pactuado e buscar outra pessoa (Ml 2:16). Deus odeia o abuso das leis do divórcio para sair de um casamento correto para se meter em outro - Ele chama isto de deslealdade conjugal (Ml 2:10-16).

A Bíblia fala da violência à lei de Deus (Sf 3:4). Falsos mestres que abusam da escritura se encaixam perfeitamente no provérbio (Ml 2:7-8). Mas é claro, eles usam de palavras sedutoras para se aproveitarem dos crédulos, especialmente as mulheres (Rm 16:17-18; IITm 3:6-7). Paulo receava que as igrejas em Éfeso e Corinto caíssem nas seduções deles (At 20:28-31; IICo 11:1-4).

Que a amplitude deste provérbio os torne sóbrios - conselheiros sexuais da saúde, um encontro ardente com um rapaz especial, conselheiros matrimonial sugerindo divórcio, e pastores populares ensinando falsa doutrina. Você consegue identifica-los? Você já os identificou? Você os rejeita e os evita, bem como a outros sedutores (IITm 3:3; Gl 1:6-9)? Você é culpado de qualquer violência deles?

Ao invés dos caminhos corruptos dos perversos sedutores de qualquer tipo, procure os velhos e bons caminhos, onde vocês podem agradar a Deus e encontrar descanso para as suas almas (Jr 6:16). De que maneira você pode encontrar tais caminhos? Na palavra escrita de Deus, a Bíblia, a qual você deve usar para julgar todas as coisas que você ouve, não importa quão sedutoras possam soar (Sl 119:128; Is 8:20).

Permita que a palavra de Jesus Cristo o guarde no caminho certo, nunca avaliando o caminho pela sua popularidade, "Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." (Mt 7:13-14). Amém.