Provérbios 16:25

Há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte.

Play Audio

Cada homem acredita que o seu caminho é o certo, porque ele sente que é assim e que lhe parece certo. Mas Deus adverte que este tipo de pensamento conduz à morte. É claro, a maioria dos homens estão por demais apaixonados pelas suas próprias opiniões para mudarem, mesmo que a Bíblia condene os seus pensamentos como sendo pecaminosos e autodestrutivos. Só existe um padrão para a verdade e a sabedoria, e este é a vontade de Deus revelada na Bíblia.

Leitor, você tem opiniões fortes a respeito de como a vida deve ser vivida e como as coisas devem ser feitas. Os teus pensamentos que parecem tão certos vieram dos seus pais, professores, amigos, religião, hábitos, cultura, várias mídias, experiências e, mais do que tudo do teu coração enganador e a sua má imaginação (Gn 6:5; Jr 17:9). Mas todas as fontes, que não fazem parte da verdade divina, conduzem à sua morte.

A primeira frase descreve o caminho de um homem. Esta é a opinião pessoal do homem a respeito de uma questão específica. Ele está certo de que a sua opinião é boa e correta, porque ele criou a idéia e tem uma enorme propensão para justificar a si mesmo e defender o seu pensamento.

A segunda frase descreve o fim, ou o resultado, de um caminho de um homem, e o pensamento arrogante de cada homem é capaz de conduzi-lo fácil e seguramente a esse fim. Aprenda a odiar os seus pensamentos.

Em razão de cada homem ser muito vulnerável aos pensamentos e erros arrogantes, Salomão repetiu este provérbio para enfatizar o valor de sua lição (Pv 14:12; Fp 3:1). Ele também incluiu vários Provérbios com a composição de palavras diferentes para ensinar uma mesma lição (Pv 12:15; 16:2; 21:2; 28:26). Ele sabia que você tolamente pensaria que as suas idéias são nobres e sábias. Humilhe-se agora (Pv 3:5-6)!

Em seguida ele ensina como evitar os caminhos sedutores do mundo que levam à morte. (Pv 12:26; Sl 1:1-6) Ele humildemente confessa a sua ignorância, ora a Deus para que sonde o seu coração e pensamentos e julgue qualquer opinião à luz clara da doutrina Bíblica (Pv 30:2-3; Sl 139:23-24; 119:128).

O engano próprio cega e condena. Ele leva à tua destruição, mas você não consegue detectar que você mentiu para si mesmo, porque você está apaixonado pelos próprios pensamentos (Pv 18:2; 26:12,16). Ninguém consegue apresentar razões para persuadi-lo, porque as idéias deles são inferiores às suas. E quando você se compromete com uma linha de ação, você está orgulhoso demais para admitir qualquer erro (Sl 36:2).

A maneira popular de pensar a respeito da verdade e da sabedoria está sempre errada. A maioria está apaixonada consigo mesma e uns com os outros, mas Deus considera os seus mais nobres pensamentos como sendo uma abominação (Lc 16:15). Ele claramente declara que a maioria dos homens tomam o portão largo e o caminho espaçoso para a destruição. Somente alguns tomam a porta estreita e o caminho apertado para a vida (Mt 7:13-14). Deus sabe que os pensamentos dos homens é vaidade - lixo inútil (Sl 94:11) e você deve considerar o mesmo a respeito dos pensamentos do homem - sejam os seus próprios ou de um outro homem (Sl 119:113).

O rei Saul teve uma idéia que parecia ser correta! Ao invés de abater e desperdiçar os bons animais dos amalequitas, ele permitiu que o povo os preservasse como oferenda a Jeová. Mas Jeová já tinha determinado que eles deveriam ser abatidos! Assim, Samuel, o profeta condenou sua forma de pensar como sendo feitiçaria e idolatria (ISm 15:1-35).

Saulo de Tarso pensou consigo mesmo fazer muitas coisas contrárias a Jesus de Nazaré (Pv 26:9). Preste atenção como ele pensou consigo mesmo, que é a advertência deste provérbio, porque ele não tinha nenhum parâmetro interno a respeito dos falsos pensamentos. Você precisa de uma opinião externa que seja perfeitamente certa para corrigir os seus pensamentos e, para isto, a vontade de Deus registrada na Bíblia é perfeita (Sl 119:128; Is 8:20).

A Bíblia é um fabuloso presente de Deus para os Seus filhos, pois ela contém a verdadeira sabedoria do Deus infinitamente sábio. Você pode corrigir todos os seus pensamentos maus e tolos aprendendo o que a Bíblia ensina a respeito de cada assunto. Ela é capaz de fazer o homem de Deus perfeito (IITm 3:16-17). Ela pode te conduzir através de qualquer dificuldade (Sl 119:105). Ela é a pura verdade e sabedoria.

Depois de usar a Bíblia como a sua primeira base do pensar certo, a sua próxima segurança é a de consultar homens sábios e bem sucedidos. Existe segurança das suas idéias vãs numa profusão de bons conselheiros (Pv 11:14; 12:15; 15:22). Mas só alguns homens são humildes e suficientemente sábios para submeterem as suas idéias e opiniões ao exame e análise crítica de outros.

Os homens têm idéias que parecem corretos para acrescentarem à palavra de Deus. Essas regras fazem com que a adoração deles seja em vão (Mt 15:7-9). Não importa se as regras são conservadores ou liberais, ou quão românticos o conceito. Paulo condenou tudo que está fora da palavra de Deus, porque Deus rejeita todos os acréscimos (Rm 14:1-6; Cl 2:16-23). O reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo, não uma idéia melhor de um cristão criativo (Rm 14:17-18)!

Onde estão os grandes homens de Deus, que não aceitam nada além daquilo que está claramente expressa nas Sagradas Escrituras? Onde estão os homens que só aceitam as veredas antigas da fé uma vez entregues aos santos (Jr 6:16; Jd 1:3)? Onde estão os homens que prestam atenção a uma correção do Espírito através da Sua palavra (Is 30:21)? Onde estão os homens que rejeitarão e esmagarão qualquer esforço de acrescentar algo à palavra de Deus?

Leitor, você acredita que já determinou qual o caminho para o céu? A sua igreja parece ser a certa porque é linda, grande ou está crescendo? Só há um caminho para o céu, e este é o Senhor Jesus Cristo, sem qualquer outro homem, sacerdote, papa ou sistema. Ele disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14:6).