Provérbios 16:4

O Senhor fez todas as coisas para determinados fins e até o perverso, para o dia da calamidade.

Play Audio

Dê a glória a Deus! Caia diante do Rei do céu! Temos aqui as respostas finais e verdadeiras das quatro maiores perguntas a respeito da vida: Qual é a origem das coisas? Porque elas existem? Quem é o verdadeiro Deus? Porque o mal existe? Esta única sentença vale o peso da sua casa em ouro! Humilhe-se diante deste axioma celestial e aprenda a sabedoria!

O livro de Provérbios tem pouco valor se você tropeçar aqui. O início da sabedoria depende de entender este provérbio (Pv 1:7; 9:10). Este provérbio deveria ser o primeiro a ser memorizado por uma criança. Temos aqui uma visão Bíblica do mundo. A partir deste fundamento da sabedoria, podemos raciocinar com segurança e sensatez a respeito de outras questões da vida. Se você negligenciar ou rejeitar esta verdade, sua vida será um pesadelo de confusão, e depois você vai se encontrar com um Deus irado (Sl 7:11; Am 4:12).

Qual é a origem das coisas? Deus fez todas elas. Evolução é uma mentira, contada por aqueles que odeiam a Deus, com o objetivo de desacreditar a Bíblia. A Bíblia é clara: "No princípio, criou Deus os céus e a terra." (Gn 1:1). Isto é tão certo quanto qualquer outro fato que você jamais ouviu. Se você não tiver fé para acreditar nisto, você é inteligentemente estúpido (IITs 3:2; ITm 6:20-21).

Começar a raciocinar a respeito do surgimento do universo a partir da questão caótica do "big bang" é um sinal de insanidade da sua parte. De onde surgiu a matéria: De que forma uma explosão traz ordem do que é caos?

Jesus Cristo, o Todo Poderoso Deus, fez todas as coisas: A Bíblia é clara: "Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez." (Jo 1:3). Nós não discutimos a criação versus a evolução com descrentes; pois, se eles não tiverem o dom da fé, não poderão aprender nada, especialmente se forem instruídos. Um homem arrogante que tem sido elogiado pela sua formação, é pior do que um tolo (Pv 26:12; ICo 1:19-20; 3:19-20; ITm 6:3-5).

O único "big bang" que este universo jamais sentiu foi a impactantes palavras de Deus, "Haja luz!" E houve luz! Mesmo sem o sol, a lua ou as estrelas, durante três dias! Ele fez todas as coisas, e os fez do nada. Por fé nós não somente conhecemos este fato como também a entendemos (Hb 11:3). O homem é nada mais do que um vaso fabricado pelo divino Oleiro. Entenda completamente esta primeira resposta e você estará a caminho da sabedoria.

Considere de que é composta uma pessoa. Pais, altura, nacionalidade, inteligência, aparência, época do nascimento, força, raça, coordenação, personalidade e oportunidades fazem uma pessoa. Deus escolheu cada uma destas para você, sem ao menos lhe consultar. Ele não fez uma única pergunta a você a respeito das suas preferências. Ele próprio as escolheu! Ele lhe deu a existência, um coisa bem pessoal, e as dores e os problemas que vêm juntos, sem nada lhe perguntar! Você não pode nem por um fim à sua existência! Você eventualmente vai ter que tratar com Ele! Ele é Deus.

Enquanto que você foi feito de uma maneira assombrosa e maravilhosa, assim foram feitas, também, todas as Suas criaturas (Sl 139:14)! Você não é especial. E você, certamente, não é especial, porque você é humano, apesar do que afirmam os humanistas. Deus é especial, e você deve a Ele tudo que você é e tem! Rejeite a tolice do amor próprio e da autoestima (2 Timóteo 3:1-2). Erga os seus olhos para o céu e abençoe e louve o Altíssimo. Leia o testemunho pessoal do maior rei a este respeito (Dn 4:1-37)!

Se uma pessoa não crê que Deus fez todas as coisas, não há razão nenhum de se discutir qualquer coisa de importância com ele. Ele não consegue saber ao certo de nada, pois os seus alicerces estão pautados em cima de alucinações especulativas que ele chama de teorias.

Porque as coisas existem? Porque o universo está aí? Porque o homem está aqui? Porque você está aqui? Deus fez todas as coisas, e Ele as fez para Si mesmo! Dê glórias a Ele! Adore-o! Cante louvores a Ele! "Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas." (Ap 4:11). Em breve você vai se curvar diante deste Abençoado e Todo Poderoso (Fp 2:9-11; ITm 6:13-16)!

Estas duas primeiras respostas são tão verdadeiras, que podemos dizer, "Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!" (Rm 11:36). Ele é a Causa Primária de todas as coisas, e Ele é a razão final de todas as coisas. Todas as coisas foram criadas por Ele e para Ele (Cl 1:16). Caia diante Dele agora! Dê a Ele a honra e o louvor devido ao Seu nome!

O universo existe porque Deus quis fazer algo para Si mesmo! Ele não fez o mundo para o homem; Ele fez o mundo e o homem para Si mesmo! Você não existe por si mesmo, nem nada existe por causa de você; você e tudo que existe é para o prazer Dele. Está na hora de você se humilhar e enxergar a razão da sua existência - a glória de Deus! Se você se rebelar contra este fato, ou mesmo negligenciá-la, você terá o inferno para pagar por isso, agora e no além!

Porque os elefantes têm um nariz comprido? Para que você louve a Deus pela Sua criatividade! Porque as girafas têm pescoços cumpridos? Pela mesma razão! Porque um céu azul com nuvens brancas e um sol quente fazem o seu coração cantar? É para a glória de Deus! Porque os babuínos não levantam as suas calças cabeludas até a cintura? Para que você possa rir com Deus! Você conhece o valor de um zoológico? É para a família adorar - louvar a Deus e ridicularizar Charles Darwin e Carl Sagan!

Porque os avestruzes são estúpidos? Para que você saiba que as coisas estúpidas foram criadas por Deus (Jó 39:13-18)! Porque os cavalos são maravilhosos? Para Deus se gabar a respeito deles (Jó 39:19-25). Porque o corpo das mulheres têm curvas que tiram o fôlego dos homens (Ct 4:1-7)? Foi para o louvor da Sua obra feita de uma costela! Porque existem os arco-íris? Para lembrá-lo de que Deus cumpre as Suas promessas (Gn 12:9-17)! Dê a glória a Ele, leitor! Louve-O, neste minuto, de forma a realizar a razão da sua existência!

Se você é baixinho, gordo, feio e estúpido, Deus o fez dessa forma para Ele mesmo! Você sabe que Ele não o fez assim para você mesmo! Você, na verdade, gostaria de ser alto, magro, atraente, e esperto! Ele fez o babuíno para Ele mesmo e fez você também para Ele mesmo! Dê glórias a Ele! Pais horríveis, poucas oportunidades na vida, e pouca saúde, também foram escolhas Dele. A chave da felicidade é aprender e aceitar este conhecimento. Seja lá o que você tiver, e tudo o que você não tem, ambas foram a escolha de Deus para a própria glória Dele. Agradeça-O! Adore-O!

Até mesmo Satanás foi feito para a glória de Deus! Deus permitiu que ele, como parte integrante de Sua eterna razão, se rebelasse em orgulho; para que Ele pudesse mostrar a Sua ira e poder na punição eterna de Satanás. Deus não foi surpreendido pela sua rebelião. Ele e os seus anjos serão lançados num fogo eterno, preparado para eles desde a fundação do mundo (Mt 25:41). A fumaça do tormento dele e dos seus seguidores será incenso para o céu (Ap 14:10-11)!

Faraó foi concebido facilmente, sobreviveu a sua infância e escapou de doenças que tiraram as vidas de muitas crianças egípcias. Ele se formou em primeiro lugar da sua classe, ganhou várias vitórias no comando do seu exército, e foi escolhido dentre os seus irmãos para ser o governador do Egito. Enquanto rei, a nação prosperou e se tornou poderosa. Ele foi um sucesso em tudo que fazia. Sua glória e o seu poder aumentaram. Ele se tornou o maior monarca na terra. Por quê?

De onde veio Faraó? Qual foi a fonte de sua ambição, personalidade, sonhos e sucessos excepcionais? Deus o fez assim, e Deus o promoveu ao topo do poder egípcio para ordenar os eventos de sua vida. Porque Deus fez isto? Para esmaga-lo no Mar Vermelho para que Ele mesmo fosse exaltado (Êx 9:16; Rm 9:17)! Deus não fez de Faraó um ímpio; mas Deus levantou esse homem ímpio para destruí-lo de uma forma maravilhosa para o louvor da Sua própria reputação. Se você não sabe destas coisas, você não conhece o Deus da Bíblia.

Quem é o verdadeiro Deus? O SENHOR é o Seu nome! O que significa SENHOR? É a designação em português do sagrado tetragrama hebraico, JHVH, que significa EU SOU AQUILO QUE SOU, que pronunciamos como Jeová! Alá é meramente o deus da lua das alucinações arábicas; e Vishnu, Brama e Shiva são meramente três deidades imaginárias dos hindus.

O SENHOR Jeová é o Deus verdadeiro. Ele é o único Deus. Ele procurou por outros deuses, mas não encontrou nenhum. Só Ele é Deus. Ele criou os céus, a terra, o mar, e tudo o que neles há em seis dias. Ele é independente de suas criaturas. Ele é infinito, seja qual for a medida adotada. Ele é eterno, imortal, invisível, onisciente, onipotente e onipresente.

Porque o mal existe? Algumas pessoas creem que as três primeiras respostas já responderam. Eles creem que Ele criou todas as coisas para Si mesmo. Entretanto, eles limitam o Seu domínio ao sugerir que os homens maus e suas ações pecaminosas estão fora dos Seus planos e do Seu controle. Para corrigir esta falsa noção, Salomão imediatamente incluiu até mesmo os ímpios e o juízo deles na criação de todas as coisas, por Jeová, para Si mesmo. Até os homens maus e a eventual destruição dos mesmos será para a glória de Deus.

O mal existe porque Deus deu a Lúcifer o livre arbítrio. Ao invés de ficar contente com o seu cargo como sendo o querubim ungido de Deus, ele se elevou em orgulho e determinou ser igual ao Altíssimo (Is 14:12-15; Ez 28:13-15). Deus lhe deu privilégio e liberdade, e ele usou isto para se rebelar contra o seu Criador. O Deus abençoado não foi surpreendido ou desapontado; Satanás é responsável pelas suas más ações. Deus está sendo justo em atormentá-lo para sempre por causa do pecado dele.

De onde vêm os sofrimentos? Satanás trouxe a sua rebelião à terra. Ele mentiu aos nossos primeiros pais, e Adão preferiu a sua tola mulher ao invés do seu Criador (Gn 1:31; 3:16-19; Ec 7:29). Adão escolheu a maldição do pecado para a sua família ao invés do Paraíso com Deus. Toda a criação geme com dor, dor de parto e morte, por causa do seu pecado (Rm 5:12-14; 8:22).

Os evolucionistas não conseguem explicar a morte. Ela deveria ter evoluído há muito tempo atrás considerando que é a coisa mais temida e odiada na vida! Se uma salamandra viscosa pode escolher se tornar em uma águia calva que, por sua vez, se tornou símbolo dos Estados Unidos, certamente o homem poderia ter escolhido evolver para longe da morte! A morte é o salário do pecado! E a Bíblia nos ensina esse fato claramente e que não será jamais encontrado por um evolucionista em um tubo de ensaio! Deus criou a morte, em várias formas, como a justa punição pelo pecado. Portanto, todos os homens morrem.

O pecado de Adão no Jardim do Éden não surpreendeu ou confundiu ao SENHOR. Ele havia traçado os seus planos sabendo que o pecado entraria na família humana, apesar de Adão ter feito uma livre escolha, preferindo a Eva acima de Deus sem qualquer coerção. Só Adão é responsável pelo seu pecado e as suas consequências. Deus o fez perfeito, o avisou, e lhe deu apenas um mandamento a ser cumprido. Deus planejou a entrada do pecado para a suprema demonstração da Sua ira e da Sua misericórdia.

Os filhos depravados de Adão, com corações em total rebelião contra Deus e a moralidade, cometem atrocidades diariamente. Você ouve e lê a respeito deles. Eles, nem as suas atrocidades, surpreendem ou confundem a Deus. Ele os fez e com certeza qualquer outra criatura. Ele contém as suas maldades, de tal forma que tudo que podem fazer é o que será usado por Ele para o Seu próprio propósito (Sl 76:10). Eles nunca pensam em Deus de qualquer forma (Sl 10:4); eles só desejam satisfazer a si mesmos (Tg 1:13-16).

O abençoado e santo Deus não faz com que os homens pequem, mas Ele controla e usa os pecados com objetivos sábios e justos. Deus é perfeitamente santo e bom. O homem escolhe pecar livremente contra a luz da natureza e as advertências de Deus e dos homens. Deus nunca colocou a concupiscência pecaminosa nos homens, pois Ele não precisa fazer isso. Eles estão tão cheios da concupiscência e da maldade que basta Ele retirar a sua misericórdia restringente e qualquer homem fará qualquer coisa!

Ele controla e direciona todas as maldades no universo em direção à Sua própria glória e louvor. Até mesmo o diabo precisa da permissão para tocar em um homem ou em um porco (Jó 1:12; 2:6; Mt 8:31). Ele pode impedir um rei de tocar numa mulher (Gn 20:6), e pode usar o fruto do incesto para a Sua glória (Gn 38:1-30). Ele usou a inveja dos irmãos de José para levá-lo ao Egito (Gn 45:5; 50:20), e ele usou a crueldade romana para crucificar o seu filho no madeiro (Jo 18:31-32).

Quando Deus precisar revelar a Sua ira e o seu poder contra o pecado, Ele retira a sua restrição aos homens que correm de uma sofregamente atrás das suas concupiscências e em seguida Ele os pune. Por volta de 1656 anos após a criação, Ele afogou a terra numa enchente por causa dos seus pecados. Ele permitiu que Satanás usasse a Davi para contar o número de israelitas e matou 70.000 homens como punição de seus pecados (IISm 24:1-25). Deus controla e direciona os pecados dos homens para as suas próprias punições para exaltá-lo.

O rei Senaqueribe, queria expandir o Império Assírio e conquistar as nações vizinhas; Deus o usou para castigar o seu povo rebelde e, em seguida, Ele o destruiu pela sua arrogante presunção pelo que ele fez (Is 10:5-19). Deus usou o ódio judeu por Jesus para ferir o Seu filho unigênito pelos pecados dos Seus eleitos e, em seguida, os destruiu pelas mãos dos romanos só 40 anos depois daquele terrível crime. Foram as más mãos deles que O crucificaram, mas estava tudo de acordo com o Seu eterno propósito (At 2:23; 4:27-28).

Eis a sabedoria de Deus para os santos. Eles nunca estão assustados ou surpreendidos pelos homens maus. Eles sabem que o SENHOR fez Adolfo Hitler, Josef Stalin, Mao Tse Tung, Pol Pot e Idi Amin para Ele mesmo. Ele usou suas maldades para realizar fins santos e sábios, e então Ele agiu e ainda agirá, punindo-os pelos suas maldades. Se Deus usou a II Guerra Mundial para esmagar a Alemanha pelos mais altos criticismos blasfemadores emanando daquele país, dai glória a Ele! Se ele esmagou o Japão pela adoração blasfemadora a Hirohito, dê a Ele a glória!

Nós não conhecemos as coisas secretas do eterno conselho de Deus, a não ser e até quando Ele nos revelar (Rm 11:33-34). A história revela algumas coisas secretas (IISm 12:22-23), bem como o fazem seus profetas, que os registrou para nós nas Escrituras (Dn 2:27-30; Am 3:7). A maior parte dos Seus objetivos secretos está além da nossa habilidade de conhecer ou de entender. Mas Ele nos tem revelado muitas coisas para fazermos, e estes são para os nossos filhos e para nós (Dt 29:29).

O grande Dia do Mal está chegando, o Dia do Juízo, no qual os anjos e os homens serão julgados. Os ímpios foram criados para esse dia, como nos declara o nosso provérbio de hoje. O "mal" é a miséria e a dor que Ele irá derramar sobre eles (Jó 2:10; Is 45:7). Ele determinou eternamente demonstrar a Sua misericórdia para com os eleitos e a Sua ira sobre os perversos (IPe 2:8; Jd 1:4).

"Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra? E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para perdição, para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?" (Rm 9:21-24).

Nem pense em questioná-lo! Nabucodonosor levou sete anos para aprender que Ele está acima de qualquer inquirição (Dn 4:35). Ao detonar aqueles que pudessem questionar a absoluta soberania de Deus, Paulo escreveu, "Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura, a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?" (Rm 9:20). Você não deveria nem mesmo reclamar ou questionar, se Ele o fez sem as suas mãos (Is 45:9)!

O que você deve fazer? "De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau." (Ec 12:13-14). Ouça o pai de Salomão, "Perturbai-vos e não pequeis; falai com o vosso coração sobre a vossa cama e calai-vos." (Sl 4:4). E "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre as nações; serei exaltado sobre a terra (Sl 46:10).

Você sabe que é mau? Só há um meio de escape do Dia do Mal - salvação pelo Senhor Jesus Cristo. Deus O enviou para salvar o Seu povo dos seus pecados (Mt 1:21) e Ele não perderá nenhum deles (Jo 6:39; 17:2). Os eleitos foram escolhidos de entre os homens ímpios pela graça de Deus e predestinados para a vida eterna (Rm 8:29-39; Ef 1:3-12). O evangelho traz estes fatos à luz (IITm 1:9-10). Para saber se você é um dos Seus eleitos, caia diante Dele, e clame por misericórdia, e levante para obedecer a Sua palavra (At 16:31; IIPe 1:10-11).