Provérbios 14:14

O infiel de coração dos seus próprios caminhos se farta, como do seu próprio proceder, o homem de bem.

Play Audio

Leitor, atenção! Deslize espiritual em seu coração é um perigo sutil! Isso pode ocorrer facilmente e com pouco aviso, mas as consequências são terríveis. Deus espalhará confusão e dor sobre você, compatível e comensurado com o seu deslize. Mas um homem de bom coração, que guarda diligentemente o seu coração, terá uma festa continua de paz e alegria em seu coração.

Esqueça a ideia comum de apostatação da fé - abandonar a religião e voltar para as drogas, sexo ou a violência como estilo de vida. Satanás quer que você só pense nestes tipos de apostatação. Ao invés disso, mantenha a luz deste provérbio em seu coração - a verdadeira fonte da apostatação. É o seu coração que inicialmente se afasta do Senhor, da Sua palavra, da Sua santidade, e do seu ódio anterior ao pecado. O pecado nos move de dentro para fora - no coração - como Tiago explicou claramente (Tg 1:13-16).

Você deve temer e odiar este inimigo! Ele pode ser tão sutil como o é a perda do seu primeiro amor, como a da igreja de Éfeso (Ap 2:1-7). A apostasia também envolve a perda da sua alegria espiritual, orar menos, cantar menos, se preocupando com as coisas terrenas, e se tornando espiritualmente embotado. É claro, também está permitindo que o seu coração considere pecados que você, com fervor, anteriormente teria rejeitado. Leitor, como está o seu coração? Você tem um zelo fervoroso pelas coisas espirituais, ou você caiu na rotina?

Salomão ensinou o seu filho a guardar o seu coração com diligência, porque dele procede as questões da vida (Pv 4:23). Você guarda cuidadosamente o seu coração? Se você permite pensamentos contrários à palavra de Deus, você terá consequências infernais! O abençoado SENHOR, e com justiça, trará severo castigo sobre você, assim como Ele fez com o Seu povo Israel vezes após vezes, se você permitir que o seu coração se afaste Dele, Ele poderá lhe dar terrível pobreza de alma (Sl 106:13-15).

Mas um homem bom, que vive fielmente com um coração puro, terá a paz e a segurança de Deus em sua alma, de tal forma, que agrade a seu Pai. Que diferença! Fervente obediência traz as bênçãos e a confiança à sua alma (Gl 6:4; Tg 1:25-27). Tais homens sabem que são justos e recorrem a isto diante de Deus (Ne 5:19; Sl 18:20-27; Is 38:3).

Destemidos, eles caminham, sabendo que possuem um coração puro, ao qual Deus recompensará. A cura para a apostasia é simples - pela graça de Deus. Jesus disse: “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres” (Ap 2:5). Estas três etapas funcionam. Lembre-se da fé, alegria e paz que você já teve; arrependa-se dos pecados do seu coração ou da sua vida que você permitiu; e repita as coisas que você fazia quando começou.

Não diga, como o governador Félix, que você precisa de uma hora mais conveniente (At 24:25)! Hoje pode ser a sua última chance (Pv 29:1)! Volte para o SENHOR agora e se arrependa de qualquer insensatez, indolência ou esfriamento. Ele o perdoará. Empenhe o seu coração para desarraigar todo ídolo e tentação da sua vida para, novamente, se tornar santo. Prepare-se para uma bênção.

Apóstatas são homens fracos; eles são homens temerosos. O Santo Espírito está ofendido e apagado em suas vidas, e não possuem a confiança feliz que já tiveram. É imperativo que todo homem se examine e se arrependa se encontrar algo que o comprometa em seu coração. "Vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração." (Tg 4:8); é o que Tiago lhe diria.

As igrejas devem exortar uns aos outros diariamente para que os fiéis não se endureçam pelo engano do pecado e abandonem o Deus vivo (Hb 3:12-13). Os santos precisam uns dos outros para despertá-los a amar e a praticar as boas obras, para que não abandonem suas declarações de fé (Hb 10:23-25). É por causa deste objetivo espiritual e salvador de vidas que os santos se reúnem nas congregações.

Jesus Cristo avisou os seus discípulos a respeito da abundante iniquidade que causaria o esfriamento do amor de muitos, e esse estado é ainda mais verdadeiro em nossa geração do que na deles (Mt 24:12). Como está o seu coração? Quente, frio ou morno? Cuidado (Ap 3:14-16)! Os juízos e as bênçãos de Deus são justos e proporcionais ao estado do seu coração.