Provérbios 14:1

Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derriba-a com as suas mãos.

Play Audio

Grandes mulheres não nasceram – foram feitas. Uma grande mulher escolhe ser grande. Ela tem as prioridades corretas para a sua vida; ela é sábia e disciplinada; sua família e patrimônio prosperam.

Por outro lado, muitas mulheres são tolas e rebeldes; são distraídas e preguiçosas, suas famílias e patrimônios são arruinados durante e após as suas vidas. Que desperdício!

Temos aqui um estímulo e um aviso para as mulheres. Você tem uma tremenda oportunidade de edificar a família e o patrimônio que será para a glória de Deus e para o benefício de outros, futuro adentro. A escolha de ser sábia e edificante é sua. Abandone a perversidade e prospere (Pv 9:6)!

Entenda o provérbio. Você nunca viu uma mulher literalmente arrancando as telhas e as paredes de sua casa com as próprias mãos. Salomão usou de uma metáfora, uma figura de linguagem onde uma coisa representa outra, de forma a elaborar um contraste das mulheres que estão edificando ou destruindo a sua família e os seus bens.

A palavra "casa" em Provérbios e no restante das Escrituras frequentemente se refere mais do que à casa propriamente dita em que você mora. Tem um sentido muito mais amplo. Ela descreve a família e/ou os bens. Considere:

Casa. Todas as pessoas morando na mesma residência; os residentes de uma residência coletiva; um ambiente doméstico - família. Uma família incluindo ascendentes e descendentes; uma linhagem, uma raça: especialmente que tenha uma continuidade de residência, de uma posição elevada ou altamente reconhecida.

Considere o uso, pelo Espírito, da palavra "casa" em outras partes da Bíblia (Gn 7:1; Dt 25:9; Rt 4:11; ISm 2:30,35; IISm 7:11) e no Livro de Provérbios (Pv 11:29; 12:7; 14:11; 15:25,27; 24:3-4). Claro, cuidar do edifício também é sua responsabilidade, mas não é a parte mais importante (Ec 10:18). A casa que você deve construir é o seu casamento, a sua família, o patrimônio do seu marido, e a árvore genealógica da família (Pv 24:3-4; Tt 2:3-5).

Uma mulher sábia pode melhorar o seu casamento, sua família, sua casa e o seu patrimônio até futuras gerações adentro. Uma mulher tola pode destruir tudo isto e o seu legado. A oportunidade é muito grande para toda mulher que aprecia este incentivo e aviso vindo da parte de Deus e de Salomão. Pois qualquer mulher que deseja ser grande, continue lendo e aprenda.

Existem poucos exemplos modernos melhores do que Sara Pierrepont, a esposa de Jonathan Edwards. Ela foi uma grande mulher de um homem excepcional e de uma figura pública, que criou onze filhos no temor e no amor do Senhor, deu um exemplo de lar em santidade e calor, e estabeleceu um legado sem par na história da América, através dos seus descendentes.

A mulher é uma coroa para o seu marido ou uma podridão aos seus ossos (Pv 12:4). E esta diferença não consegue ser ocultada à vista dos outros, pois a vergonha dele decorre do fato de que os outros conhecem a sua maldição (Pv 27:15-16). Os elogios do marido têm pouco valor quando os outros podem testemunhar a negligência a ele, às crianças, da casa e de sua propriedade (Pv 24:30-34).

A mulher virtuosa exerce grande influencia sobre a sua família e o patrimônio do seu marido. Ela comandou os cuidados dos filhos e da casa, e se envolveu comercialmente no desenvolvimento, fabricação e vendas de propriedades. O valor do seu marido na sociedade foi devido em grande parte à sua administração superior destas questões. Leia com atenção (Pv 31:10-31).

Casas foram edificadas por Ana, Lóide, Eunice e Bate-Seba; as quais investiram nos filhos e netos para a glória de Deus. Casas foram destruídas por Mical, Jezabel e outras mulheres preguiçosas e odiosas. As únicas viúvas que deveriam ser sustentadas pela igreja são aquelas que edificaram bem as suas casas (ITm 5:3-10). As outras serão rejeitadas.

Você consegue identificar uma mulher sábia? Olhe primeiramente para o seu marido. Ele será bem sucedido em sua vocação, pois ela o terá aliviado da maior parte ou do total dos deveres do lar (Pv 31:13-27). Ele estará confiante, feliz e contente, pois ela terá sido uma grande amante e companheira (Pv 5:19; 19:13; 31:11-12). Ele se dedicará bem às maiores questões da família e da propriedade, pois a sua sábia mulher terá tomado, ela própria, conta das questões menores.

Uma mulher sábia sabe que defraudar sexualmente o seu marido cria amargura, reduz a criatividade e a produtividade dele, e faz com que ele ache outras mulheres que encontra muito mais interessante. Ela sabe que sugerindo ou discordando com frequência rouba a paz dele, solapa a confiança dele, e o torna mais tenso e crítico. Ela sabe que as suas idéias melhores são melhores quando mantidas para si mesma. Ela sabe que o idolatrando como uma adolescente num encontro pode transformar o seu homem num líder. Ela sabe que ao louvá-lo para os filhos conduz a um lar forte, unificado e feliz.

De que forma você pode identificar uma mulher sábia? Olhe para os seus filhos. Eles refletem muito da mãe, que é a razão pela qual a Bíblia diz que uma criança largada será a vergonha da mãe (Pv 29:15). Mães gastam muito mais tempo com os filhos do que os pais e desde os primeiros anos são grandemente influenciadas pela mãe. Os filhos de uma mulher sábia serão destaques em caráter, conduta e reputação. Samuel, Salomão e Timóteo falam alto a respeito de suas mães sábias e nobres (ISm 1:27-28; Pv 4:3; Fp 2:20; IITm 3:15).

Para que as crianças sejam bem sucedidas em suas relações com as outras, elas precisam ser ensinadas. Para serem trabalhadores diligentes e bem sucedidos, eles precisam ser ensinados. Para serem verdadeiramente mentalmente espirituais, nobres, virtuosos e zelosos elas precisam ser ensinadas. Uma mulher sábia entende que o seu exemplo é, pelo menos, tão importante neste treinamento quanto a frequente e cuidadosa instrução verbal que ela dá.

De que forma você poderá identificar uma mulher sábia? Olhe para a sua casa. Estará limpa, organizada, confortável e brilhando. A casa refletirá por fora e por dentro o cuidado da sua proprietária (Pv 24:3-4,30-34; 31:13-27; Ec 10:18).Nenhuma parte da casa revelará abandono a longo prazo. A hospitalidade ali dispensada será generosa, aconchegante e agradável.

De que maneira você pode identificar uma mulher sábia? Dê uma olhada no seu Balanço Geral e a sua Declaração de Rendimentos. Ela entenderá de disciplina financeira, nunca gastando acima de um rigoroso limite. Ela será austera, mas também terá a perspicácia futura de forma a realizar investimentos para o benefício da sua família. Ela terá habilidades transferíveis ou conhecimentos adquiríveis em áreas que podem produzir lucros quando ela tiver a oportunidade ou o tempo. Ela prefere os benefícios familiares acima os prazeres pessoais em seus passatempos prediletos.

Você consegue identificar uma mulher sábia? Olhe para a sua aparência. Ela estará com um peso apropriado, em boas condições físicas, e tão visualmente atraentes quanto Deus pretendia que ela fosse. Ela se vestirá de uma forma a honrar o seu marido; ele não vai ter que aturar roupões de banho, conjuntos de moletons, faixas em volta da cabeça (Pv 31:22). Seu porte e conduta serão mais parecidos com uma rainha do que com uma garçonete. Seu rosto e cabelos não só brilharão pela limpeza, mas com contentamento, alegria e encanto.

Como identificar uma mulher sábia? Olhe para a alma dela. Seus pecados são confessados; ela guarda o seu coração com toda a diligência; ela evita se aproximar das linhas divisórias da vida entre a santidade e o pecado. Ela está satisfeita e contente com o Senhor, não importando as circunstâncias que ela enfrenta. O SENHOR é a sua porção eterna, e ela faz tudo que pode pelo reino de Deus. Ela é humildemente contrita pelos seus pecados e pecaminosidade, mas completamente confiante no perdão de Deus de forma a continuar com uma alegria ousada ao preencher o seu chamado.

Mulheres sábias não se satisfazem só com o cozinhar, lavar e espanar. Uma jovem de doze anos pode fazer essas coisas. Ela nem fica satisfeita em ajudar com as tarefas de casa. Estas são coisas infantis que as mulheres do mundo fazem com pouco efeito duradouro sobre suas árvores genealógicas e seus patrimônios. Há outro nível que grandes mulheres consideram e se concentram para o bem de suas famílias. Sentada duas horas por dia, cinco dias por semana nos treinos de futebol pode fazer com que você se sinta aquecida e espirituosa (e muito preguiçosa), mas não haveria uma dez ou doze coisas melhores que você poderia estar fazendo?

Uma mulher sábia é um santo exemplo de grande piedade e amorosa feminilidade em todo o tempo. Suas crianças podem facilmente observar sua submissão, serviço e afeição para com o marido. Eles veem um padrão consistente de pureza, temperança, diligencia, e graciosidade a cada dia. A lei da bondade está na língua dela, e ela governa, sem falha, o seu espírito.

Uma mulher sábia ensina e exige o cumprimento das virtudes do caráter cristão. Ela infunde em seus filhos uma ambição por santidade, amor à verdade, serviços aos outros, e conduta ilibada. Ela impede a rivalidade entre os filhos, o falar e as brincadeiras tolas, o sarcasmo, as provocações, o desrespeito para com as autoridades e atitudes impiedosas. Ela exige comportamento virtuoso em todo o tempo. Ela exige que eles cresçam em favor para com Deus e os homens e mantenham uma boa reputação.

Uma mulher sábia trabalha mais do que o seu marido e usa o seu corpo e a sua mente para se tornar a mais produtiva possível. Ela não perde tempo para estar fora de casa em empregos mal remunerados ou por realização pessoal. Ela administra o lar, conserta a casa, faz com que o dinheiro dure, e ganha tanto dinheiro quanto é possível. Ela não está só ocupada: ela é diligente! Ela não procura economizar nos centavos enquanto gasta nos reais! Ela não tenta economizar centavos enquanto gasta milhares. Ela acorda cedo e fica acordada até tarde.

Ela é uma mantenedora do lar, ao invés de ser uma bisbilhoteira, conversadeira, compradora ineficiente, borboleta social e realizadora de missões desnecessárias (Tt 2:5; ITm 5:13-14). Ela dirige a sua casa de uma forma organizada, pacífica e calma – um refúgio agradável. Ela constantemente avalia o seu tempo e aloca o seu dia e energia para aquelas tarefas que gerarão o maior resultado para o seu marido e filhos nos anos por vir.

Este provérbio é tão verdadeiro quanto a lei da gravidade. Se uma mulher deixa as obrigações da casa, a sua família e o seu patrimônio, eles não serão grandes coisas (Pv 11:29). Mas se ela se aplica sabia e diligentemente, haverá uma influencia duradoura nas gerações por vir (Pv 24:3-4; Rt 4:11-12). A oportunidade é tão grande, e a recompensa tão satisfatória, que mulher não daria pulos com a oferta deste provérbio? Mesmo estando cansada hoje, invista, pois a alegria futura está chegando (Pv 31:25).

Cara mulher, quando foi a última vez que você orou com cada um dos seus filhos? Qual foi a última vez que você disse verbal e carinhosamente a cada filho que você a amava? Qual foi a última vez que você surpreendeu cada filho com um prato favorito ou que seriamente expressou sua ambição espiritual pelas suas almas? Quando foi a última vez que você orou fervorosamente por cada um deles? Quando foi a última vez que eles a encontraram fazendo os seus devocionais? Qual foi a última vez que você descreveu as qualidades do cônjuge pelo qual você ora para cada um deles? Quando foi a última vez que você louvou o seu marido em particular para eles? Quando foi que você contou a eles a respeito do seu grande amor por Deus? Confesse quaisquer deficiências que eles estão vendo?

Quais são as maldições de uma mulher tola? Preguiça devido à influencia da sociedade e do treinamento religioso; tempo gasto com prioridades erradas; distração devida por uma mente fora de foco; prazeres de uma geração dirigida ao entretenimento; não indo além de suas meras obrigações; confiando na educação acadêmica para que os seus filhos se tornassem bem sucedidas; tempo perdido por falta de urgência; sendo um mau exemplo de uma amante amorosa; falta de disciplina severa; desencorajando a sua casa por ser autoritária, crítica ou negativa; sendo pudicamente fora da realidade; e sendo egoísta ao impor os seus próprios interesses sobre os da família.

Uma mulher piedosa terá uma grande reputação, pelo seu verdadeiro caráter e pelos resultados de sua atuação no aumento do favor para com Deus e com os homens (Pv 11:16; 31:28-30; ISm 25:3; IPe 3:5-6). Se você não é altamente considerada pelas outras pessoas, você não pode se desculpar com pensamentos autojustificativos, pois você estará falhando em várias áreas de sua vida e a sua família sofrerá por isto. Prepare-se para a vergonha resultante disto. Acredite na avaliação dos outros; humilhe-se; arrependa-se; reforme-se; comece de novo!

Ao invés de só nos referirmos a um dos papéis, nós devemos modificar uma famosa expressão popular da seguinte forma, "Atrás de cada grande homem estão duas grandes mulheres". Pois é por ter uma grande mãe e uma grande mulher que os homens são grandes. Mulheres sábias percebem estas duas oportunidades para edificarem as suas casas e se aplicarem com santo zelo para encaminharem tanto o marido quanto os seus filhos. A mulher que ama os seus filhos acima do seu marido perderá os dois, pois o marido sofrerá diretamente e os filhos desprezarão a defraudação que estará ocorrendo.

Homem jovem estabeleça a sua casa e o seu futuro cuidadosamente. A escolha do casamento é uma de grande importância. Você verá grande parte de suas habilidades, esforços e bênçãos desaparecerem por causa de uma mulher tola; você viverá os seus dias com dor e solidão em virtude de uma má esposa. Case, mas só se case bem; para a sua vida, para as gerações por nascer e futuros patrimônios que estarão em risco. Case com uma mulher piedosa que teme ao Senhor e ame a diligência e o zelo, e ela alavancará qualquer habilidade ou esforço seu para maiores sucessos ainda.

Os ingleses têm um provérbio que diz, "Uma fortuna numa mulher é melhor do que uma fortuna com uma mulher."

Como a noiva do Senhor Jesus Cristo, tanto os homens quanto as mulheres devem ser mais ambiciosos na construção de casa Dele, a igreja. Você pode destruí-la também, seja por negligencia ou por disputas (Gl 5:15), mas vocês foram chamados para edificar a igreja pelos seus esforços (Ef 4:3,16). Que privilégio abençoado poder deixar uma igreja local na terra para a sua família, maior do que era quando a encontrou! Homens sábios sempre olham adiante. Eles nunca sacrificam o futuro no altar do presente.