Provérbios 12:14

Cada um se farta de bem pelo fruto da sua boca, e o que as mãos do homem fizerem isso ele receberá.

Play Audio

Falando retamente e agindo retamente traz recompensas. O mundo, talvez, não exalta mais a virtude, mas este provérbio verdadeiro dá maravilhoso conselho. Se você usa a sua boca para palavras bondosas, espirituais e sábias, Deus e os homens lhe recompensarão com honras gratificantes. E tanto Deus como os homens certamente o compensarão também por obras de caridade, piedade e verdade.

A única maneira de falar que traz recompensas boas e gratificantes é o falar puro e sábio, que está implícito neste provérbio. Se você usa a sua boca para tolices, mentiras ou para se vangloriar, ela trará problemas (Pv 10:6,14,31; 12:18; 13:3; 18:6-7,21; 20:17). O mesmo é verdade quanto às ações - aquilo que você faz com suas mãos. Somente ações nobres trazem recompensas (Pv 6:17; 10:4; 26:6; Is 3:10-11).

Esta geração perversa diz, "Somente os bons morrem jovens." Mas a idéia de bom deles é aquilo que Deus chama de perverso. Pense a respeito de Janis, James, Jimi, Jim, Marilyn e Diana. São tempos perigosos quando se torna popular desprezar aqueles que são verdadeiramente bons, especialmente pelos cristãos carnais dos nossos dias (IITm 3:3). O bom está fora de moda; o maneiro está na moda. Bom é quadrado; pecado é moderno.

Mas essa é uma mentira que veio do inferno, pois são os perversos que morrem jovens (Pv 10:27; Ec 7:17). Se você deseja ter uma vida feliz e longa, isto é possível por falar e fazer o bem (Sl 34:12-16; IPe 3:10-13). Ao invés de desprezar homens bons, você deve amá-los (Sl 119:63; Tt 1:8).

A boa maneira de falar abençoa os outros (Pv 24:26). Mas a recompensa no nosso provérbio é para quem fala (Pv 13:2; 15:23; 18:20). Reis se tornarão amigos de um homem com um modo de falar agradável (Pv 22:11). De que forma Faraó poderia deixar de promover José (Gn 41:39-45)? Jônatas resistiu a amar Davi (I Sam 18:1-4)? Nabucodonosor resistiu à idéia de promover Daniel (Dn 2:46-49)? O que fará o Rei dos reis para aqueles que falam Dele aos outros a Seu respeito (Ml 3:16-18)? Leia isto e grite!

A maneira de falar que traz recompensas é a agradável (Cl 4:6), sábia e bondosa (Pv 31:26), prestativa para aqueles em dificuldade (Pv 31:8-9), honesta (Pv 12:22), e sempre grata (ITs 5:18). Ela não inclui palavras deturpadoras (Ef 4:29), não fala mal das autoridades constituídas (Jd 1:8), não fala tolices ou brincadeiras (Ef 5:3-5), ou a maledicência (Pv 25:23). Ela abençoa inimigos (Mt 5:44), adverte amigos (Lv 19:17), conforta os desanimados (ITs 5:14), e honra os pais (Dt 27:16).

A boa maneira de falar vem de um coração bom (Pv 22:11; Mt 12:33-37). E um bom coração também faz coisas boas. O seu corpo é do Senhor; Ele o criou e Ele o comprou; o seu corpo é duplamente Dele (ICo 6:13-20)! Ninguém serve a Deus "por nada" (Jó 1:9-10)! O empenho lhe levará à presença de reis (Pv 22:29). Visitar viúvas é religião pura (Tg 1:27). Seguir a Cristo traz recompensas agora e depois (Mc 10:28-30). Da mesma forma um copo de água (Mt 10:42)!

As boas ações são frutos do Espírito - amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança, justiça e verdade (Gl 5:22-23; Ef 5:9).

As más ações são sinais de cristãos carnais - amor próprio, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, e só tendo uma forma hipócrita de religião (IITm 3:1-5).

O seu objetivo é ser igual a Jesus Cristo. Ele cresceu em favor para com Deus e os homens (Lc 2:52). A maneira Dele falar era difícil de acreditar de tão bondosa que era (Sl 45:2; Lc 4:22). Ele foi por toda a parte fazendo o bem (At 10:38).

Você pode perguntar, "Mas Ele não morreu jovem?" Ele entregou a Sua vida, perdoando os soldados, e com palavras de bondade para os seus eleitos num último ato. Qual foi a sua recompensa? Ele foi guinado ao píncaro do universo (Fp 2:5-11; Ef 1:19-23; Hb 12:1-3)!