Provérbios 12:8

Segundo o seu entendimento, será louvado cada qual, mas o perverso de coração estará em desprezo.

Play Audio

Ser louvado por homens de bem é muito bom, e deve ser procurado (Pv 3:3-4; 22:1; 27:2). Uma forma certa para obter o louvor de homens bons é a sabedoria - o poder de julgar com retidão e ação. Mas a pessoa perversa, que pensa, fala e age erroneamente, será desprezada. A escolha é sua, leitor! Qual dos dois você é? Qual dos dois você será? Recomendado ou desprezado?

Você não se importa com o que os outros pensam? Nem mesmo os homens bons? A palavra de Deus ensina rigorosamente que os homens bons identificarão e louvarão uma pessoa sábia, e eles identificarão e desprezarão pessoas com corações perversos. Você não pode ser sábio e ocultar isto dos homens bons, e você não pode ser perverso e ocultar isto também (Pv 14:7; 27:15-16; Ec 10:3).

A reputação e a posição de um homem dependem da sabedoria. Popularidade piedosa e sucesso dependem de sabedoria. Jesus cresceu em favor para com Deus e os homens, e somos informados que isso se deveu ao seu crescimento em sabedoria (Luke 2:52). Homens piedosos reconhecerão esta diferença em outros homens conhecidos, pois são ordenados a identificar os dois (Sl 37:37; Rm 16:17; Fp 3:17).

O que é sabedoria? É a capacidade de avaliar corretamente e agir. Um homem que a tem consegue avaliar uma situação e reagir de forma piedosa como é mandado pelas Escrituras. Ele tem conhecimento e entendimento; ele é discreto e prudente; ele é justo e bondoso; ele exalta a misericórdia e a verdade.

O que é um coração perverso? Uma pessoa que não é movida por Deus e pela santidade, mas o é por interesses egoístas, fazem com que ele escolha ações contrárias, irracionais, e erradas. Ele é obstinado, tolo e impulsivo, e irritante e ofensivo e ignorante quanto à sabedoria.

Os homens lhe recomendarão ou lhe desprezarão. Você é percebido como sendo sábio ou perverso. Existe pouco espaço intermediário. Sua reputação está na direção da sabedoria ou da perversidade. Homens bons têm opiniões e as revelam. Eles homenagearão, promoverão e procurarão pessoas com fala e conduta sábia. Eles evitarão, ignorarão e rejeitarão tolos.

Leitor, não se engane! Os homens bons o procuram, o louvam e o promovem? Ou eles o evitam, ignoram ou o rejeitam? A diferença é óbvia, mesmo sendo dolorosa. Esqueça a sua família - eles não podem lhe dizer a verdade. E acima de tudo, esqueça os seus próprios pensamentos, pois o seu coração enganoso quer mentir para você a respeito da triste verdade.

Os homens piedosos e sóbrios apreciam você ou o toleram? Procuram por você ou lhe evitam? Existe uma solução simples! Tenha esperança! Você precisa de sabedoria, e ela é graciosamente oferecida no Livro de Provérbios. Seus pensamentos não têm sabedoria alguma. Agarre-se à oportunidade! Veja os comentários de Provérbios 10:7; Pv 12:4; e Pv 22:1.

A questão não é inteligência. A educação não é importante. Homens de bem não se importam se você é amigável com eles, que faz favores a eles, que lhes dá presentes, ou que tenham habilidades. Tudo que importa é a sabedoria! Como você a obtém? Ela começa com o temer ao SENHOR Jeová, e então acrescente os mandamentos Dele e o ódio ao pecado (Pv 1:7; 8:13; 9:10; 16:6). Simples! Evite até mesmo um pouco de tolices, pois isto pode fazer com que a sua sabedoria cheira mal (Ec 10:1).

Nabal foi rude e mau; até o seu nome significa tolice: sua nobre esposa usou isto para explicar a sua conduta perversa, e ela o chamou de um homem de Belial (ISm 25:25). Seus próprios servos afirmaram que era impossível se falar com ele (ISm 25:17). Ele era desprezado por todos que o conheciam, e apesar de Abigail ter impedido Davi de matá-lo, o próprio Deus o fez.

Davi era muito melhor do que Nabal. Apesar de que o homem perverso o desprezava, o resto da nação colocou bem alto o nome de Davi durante o reino de Saul (ISm 18:30). Até mesmo Jônatas, o filho de Saul, amava imensamente a Davi. Mesmo sendo um príncipe coroado de Israel, e firmou uma aliança com Davi para que ele fosse o seu braço direito!

Considere Jesus Cristo, o Filho de Davi. Ele foi maior do que Davi como a luz do sol excede a da lua. Ele possuía todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento (Cl. 2:3). Quando os judeus enviaram oficiais para O prenderem, eles voltaram de mãos vazias, explicando, “Nunca homem algum falou assim como este homem” (Jo 7:45-46). Até mesmo os Seus inimigos reconheceram a Sua sabedoria!

Agora, preste atenção! O dia virá em breve quando o Senhor Jesus Cristo julgará todos os homens. Ele examinará a sua vida, e nada estará oculto. Ele elogiará a alguns e desprezará a outros. Pessoas sábias que O obedeceram ouvirão, “Bem está, servo bom e fiel” (Mt 25:21). Aqueles com corações e vidas insensatas, ouvirão “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” (Mt 7:23). A diferença será o céu ou o inferno!