Provérbios 12:5

Os pensamentos do justo são retos, mas os conselhos do perverso, engano.

Play Audio

A diferença entre o justo e o ímpio é enorme - com grandes consequências neste mundo e no vindouro (Pv 3:33; 10:7; 11:31; 12:21; 14:11; 15:8,29; 24:19-20; Sl 58:1-11). Você é um ou outro: você faz a sua escolha diariamente!

Qual foi a origem dessa diferença? Nos pensamentos e conselhos do coração! Neste provérbio Salomão registra uma simples observação, mas é nosso dever extrair a lição. Retidão ou maldade começa nos pensamentos e são estes que precisam ser governados.

Você deve guardar o seu coração com toda a diligência, pois é dele que procedem as questões da vida (Pv 4:23; Lc 6:45).

O coração pode ser o centro das emoções, mas certamente é a fonte dos nossos motivos e escolhas, pois escolhemos o que desejamos e amamos. Portanto, devemos governar e ensinar os nossos corações a amarem o que é reto e odiar as coisas que são más (Pv 8:13; Sl 119:128).

Mas existe um problema ... um terrível problema! Por causa da maldade herdada desde Adão, o pai de todos os homens, os nossos corações são corruptos e perversos (Pv 20:9). Está escrito, "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?" (Jr 17:9)

A única esperança que você tem é a misericórdia de Deus em Jesus Cristo, o qual dá novos corações aos Seus eleitos e escreve as Suas leis nos seus corações e nas suas mentes (Jr 31:33; Hb 8:10; 10:26). Sem esta nova criação, seu coração está em estado de inimizade contra Deus (Pv 28:26; Gn 6:5; Mc 7:20-23).

Até mesmo o pensamento de tolice é pecado (Pv 24:9), e conduz ao pecado (Tg 1:13-16). Os ímpios pensam a respeito do pecado noite e dia, sem qualquer pensamento para com Deus (Sl 10:4). Eles fantasiam a respeito de adultério; (Pv 6:25) eles desprezam a correção; (Pv 26:16) eles maquinam o mal (Pv 6:18).

O justo medita na lei de Deus e nas coisas certas (Sl 1:1-3; 119:07). Eles estão comprometidos em fazer aquilo que é certo às vistas de Deus. Quando caem em pecado, eles confessam as suas tolices, se arrependem das suas maldades, e buscam novamente a Deus (Rm 7:14-23).

O que você precisa fazer? Confesse seus pensamentos pecaminosos (Sl 51:10)! Rogue a Deus para que sonde os seus pensamentos (Sl 19:14; 139:23-24). Peça a Ele para inclinar o seu coração para aquilo que é bom (Sl 86:11; 119:36; 141:4). Encha a sua mente com as palavras Dele, boas pregações e boas músicas (Lc 4:4; At 17:11; Cl 3:16). Decida mudar todos os seus pensamentos (Rm 12:1-2; Ef 4:22-24).