Provérbios 11:4

As riquezas de nada aproveitam no dia da ira, mas a justiça livra da morte.

Play Audio

A ira de Deus contra pecadores pode trazer uma morte prematura neste mundo e, certamente, trará uma morte eterna no outro mundo. E nenhuma importância em dinheiro pode adiar ou impedir uma ou outra morte. Mas a justiça agrada a Deus e livra os homens da morte agora e mais tarde (Pv 10:2; 12:28). A sabedoria é óbvia - negligencie ou rejeite a justiça por sua própria conta e risco!

Senaqueribe, rei da Assíria, blasfemou a Jeová: seus filhos o mataram enquanto estava adorando o deus dele (IIRs 19:37). Belsazar foi morto na mesma noite em que ele celebrava suas riquezas com os senhores da Babilônia (Dn 5:1-30). Houve homem rico que vivia regaladamente enquanto Lázaro mendigava, mas ele levantou os seus olhos estando no inferno (Lc 16:19-23). Ananias e Safira eram donos de uma propriedade; eles tinham dinheiro; mas caíram mortos na igreja em Jerusalém depois de mentirem (At 5:1-11).

As observações de Salomão a respeito da morte levou-o a escrever (Ec 7:1-17). E ele verdadeiramente ridicularizou os homens que acumulavam riquezas e então as deixava a um tolo herdeiro (Ec 2:18-21). Ele sabia que ninguém seria dispensado na guerra com a morte, não importando qual é a sua riqueza (Ec 8:8).

Davi escreveu a melhor condenação para aqueles que confiam em suas riquezas (Sl 49:1-20). Ele enfatizou que nem o dinheiro nem o sucesso poderiam livrar da morte; e ele ridicularizou os homens que perseguiam a riqueza depois de testemunharem que os ricos não levam nada com eles quando morrem. Ele fez o seguinte resumo, dizendo: "O homem, revestido de honrarias, mas sem entendimento, é, antes, como os animais, que perecem." (Salmos 49:20).

Mas a justiça, praticando aquilo que agrada a Deus, desvia a ira de Deus e salva os homens da morte agora e no além. Ezequiel pregou uma mensagem bem detalhada de que maneira a justiça poderia salvar o homem de uma morte ameaçadora (Ez 18:1-32). E Amós disse claramente a Israel de que forma poderiam voltar ao SENHOR e viver, e não morrer sob o juízo (Am 5:4-15).

Deus pôs Noé na arca por causa da justiça dele (Gn 7:1). Abigail sabia que Davi tinha uma estreita relação com o pacote da vida (ISm 25:29). Deus preservou Jó de Satanás por causa do temor dele de Deus e o ódio que tinha do mal (Jó 1:1). Ezequias teve 15 anos acrescentados à sua vida por ter um coração perfeito (Is 38:1-8). E Manassés reinou mais tempo do que qualquer outro rei por causa do seu arrependimento (IICr 33:13).

Os homens investem fortunas em vitaminas, doutores e terapias alternativas para adiar a morte. Quanto mais dinheiro possui, maior exótico é o esforço de permanecer vivo! Mas a cura é a justiça! Jesus disse, "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mt 7:21). Jesus Cristo no juízo final ignorará o seu valor líquido ou a sua mais alta receita.