Provérbios 10:32

Os lábios do justo sabem o que agrada, mas a boca dos ímpios anda cheia de perversidades.

Play Audio

Um homem justo saberá o que, quando e como dizer. Ele se certifica que as suas palavras e linguagem são aceitáveis aos outros, e que eles o amam por esta razão. Mas o homem mau faz o oposto - ele solta a língua seja lá o que vem à sua mente contrária. Suas palavras ofendem os outros e, por isso, eles o consideram rude e desagradável; e eles o evitam.

Mas claro todo o mundo pensa que a sua própria linguagem é boa e justa (Pv 21:2). O orgulho humano e a tolice inata presumem que os outros gostam da maneira que você fala e o orgulho e a tolice existe em grande quantidade em cada filho de Adão. Somente pela graça de Deus, a aquisição da sabedoria, e o controle severo da língua os homens podem aprender a falar de uma maneira aceitável aos outros.

A fala é para os ouvintes - assim é a percepção da opinião deles que conta, não a sua! Enquanto que você deve agradar a Deus com cada palavra, Ele avalia a sua linguagem de que maneira ela agrada os outros. Bocas perversas odeiam esta regra, pois querem ser o que são sem levar em consideração os outros. Eles sabem que os outros os evitam e se sentem mal com eles. Mas aqui temos o verdadeiro padrão de justiça: o que os outros pensam da maneira que você fala?

Uma palavra bem colocada é muito bonita (Pv 25:11). O homem que as usa bem merece ser beijado nos lábios, pois a fala aceitável é rara e agradável (Pv 24:26). A boa fala é maravilhosa (Pv 15:23,26; 16:13,24; 22:11; Ec 12:10; Cl 4:6). O objetivo de cada leitor deve ser a de ter uma fala aceitável - aceitável tanto a Deus quanto aos homens (Lc 2:52).

Os lábios de qualquer homem só expressa aquilo que já está em seu coração, disse Jesus (Lc 6:45). O coração do justo ama aquilo que é bom e aceitável e, por isso, a escolha de palavras dele é agradável a Deus e aos homens. Mas o coração do ímpio é depravado e egoísta e, por isso, a sua fala é desagradável e grosseira. Somente pela mudança do coração a fala dele vai melhorar. E só o Senhor pode mudar o seu coração, pela regeneração, para libertá-lo do diabo.

A caridade cristã e o amor pelos outros, não se comportam de uma forma inconveniente ou grosseira (ICo 13:5). Se você ama os outros, você modificará a sua fala para agradá-los. Você vai observar o que é aceitável e bom e você aprenderá a fazê-lo por si mesmo. Você não continuará com os seus maus hábitos e caminhos que ofendem as pessoas, pois se o fizer, será por egoísmo e orgulho odioso.

A fala é uma das maneiras de agradar ao Senhor Jesus Cristo, pois palavras agradáveis será um lindo testemunho da Sua graça e glória. A Diferença entre você e o mundo será grande, pois eles são culpados de imundícias, falas tolas e gracejos, que logo trará o juízo de Deus sobre eles (Ef 5:3-7). Que cada leitor fale cuidadosa e sabiamente.