Provérbios 8:22

O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos e antes de suas obras mais antigas.

Play Audio

Quão maravilhosa é a sabedoria? O SENHOR a tinha durante toda na eternidade! Salomão continua a sua extensa personificação da sabedoria como se ela fosse uma mulher virtuosa (Pv 8:1-9:5). A Senhora Sabedoria está na primeira pessoa do singular, com o pronome objetivo "me". Antes de o grande Deus criar alguma coisa, quando Ele habitava só na eternidade, o SENHOR Jeová possuía a sabedoria do universo.

Neste ponto da personificação da sabedoria, Salomão nos desafia a valorizá-la altissimamente pela virtude da escolha de Deus e usá-la desde a eternidade e na criação de todas as coisas (Pv 8:22-31). Se a sabedoria é tão gloriosamente vantajosa e maravilhosa ao ponto do próprio Jeová a escolher e a usar, tanto mais deveriam os filhos dos homens estimá-la? Esta é a lição!

O que é personificação? Uma pessoa para representar um conceito abstrato. Nós americanos chamamos a liberdade de "Lady Liberty" (Senhora Liberdade), os eventos naturais como "Mother Nature" (Mãe Natureza), a defesa nacional americana como "Uncle Sam" (Tio Sam), e o envelhecido "Father Time" (Velho Cronos). Salomão escolheu uma mulher para personificar a sabedoria (Pv 1:20-33; 2:4; 3:15-18; 4:5-13; 8:1-36; 9:1-5).

O que é sabedoria? É o poder do correto entendimento. É a habilidade de discernir qualquer questão ou situação e saber qual é a solução perfeita. Quando entendido como uma virtude espiritual de Deus e dos santos, suas análises e soluções sempre maximizarão a glória de Deus e a Sua santidade.

Quando a versão "King James" (rei Henrique) da Bíblia usa a palavra "LORD" (SENHOR) em letras capitais, significa Jeová - EU SOU O QUE SOU. Este Espírito infinito e independente, Criador de tudo, possuiu eternamente toda a sabedoria. Ele não deve a sabedoria a ninguém, pois quem foi o Seu conselheiro (Rm 11:33-36)?

Jesus de Nazaré, O Filho de Deus por intermédio de Maria, cresceu em sabedoria na medida em que Ele amadureceu (Lc 2:52). Tais palavras falam distintamente e tão somente da Sua natureza humana. Em sua divina natureza, Ele é o Próprio Jeová, em Quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento (Cl 2:3).

Ele não fez experiências, por erros e omissões, quando Ele criou; Ele tinha a infinita sabedoria antes Dele criar. Tudo foi muito bom (Gn 1:31). Ele enxerga o passado, o presente e o futuro como uma só coisa. Não existem contingências para Ele. Ele compreende tudo, eternamente.

Os deuses pagãos não possuem nem mesmo os cinco sentidos naturais, muito menos a sabedoria (Sl 115:1-8; 135:1-21)! Seus adoradores podem até ter os cinco sentidos, mas eles são tão ignorantes quanto os seus deuses (Is 44:18-20)!

Se Jeová escolheu possuir toda a sabedoria, você está buscando-a dentre as suas escolhas (Pv 4:7; 16:16)? Ela certamente vale o esforço (Pv 8:11; Jó 28:12-19)! As escrituras e os mestres são um presente de sabedoria de Deus para você, diante de todos os homens (Dt 4:6; Sl 119:98-100; Ml 2:7; IITm 3:15-17).