Provérbios 8:13

O temor do Senhor consiste em aborrecer o mal; a soberba, a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu os aborreço.

Play Audio

O temor e o ódio são bons! Eles são essenciais para o sucesso com Deus e com os homens! Temer a Deus é odiar o pecado. O temor do Senhor, um desejo reverencial para agradá-Lo, é medido pelo seu ódio das coisas que Ele odeia. Quatro pecados são relacionados aqui para você odiar, se você pretende realmente agradar a Deus e ser sábio. A Senhora Sabedoria fala aqui de seu ódio por esses quatro pecados.

O temor do SENHOR é o maior dever e objetivo de vida. Salomão chegou a esta inspirada conclusão depois de provar todos os possíveis motivos para viver, através de extensas experimentações (Ec 5:7; 8:12; 12:13). Esta foi a primeira e a maior busca realizada por homens piedosos. Você não pode amar a Deus corretamente, enquanto não temê-lo, pois amá-lo é o Seu mandamento (Dt 6:1-5; 10:12).

Nenhum homem, por natureza, teme a Deus (Sl 36:1; Rm 3:18). É o dom de Deus em um coração regenerado, mas é nosso dever despertá-lo e colocá-lo em prática. É o pré-requisito para a grande sabedoria, entendimento e conhecimento, Provérbios 1:7- "O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino." (Pv 9:10; Sl 111:10) e traz grandes bênçãos de Deus (Sl 112:1; 115:13; 128:1; 145:19; 147:11; Lc 1:50).

Nossa geração efeminada e perversa condena o medo e o ódio. No entanto, eles temem a pregação da Bíblia e a verdade, pois estes provam a sua culpa, e eles odeiam os que pregam e a vivenciam, pois criaria limites às suas más atividades! Mas suas opiniões não importam se comparadas com a sabedoria do Deus Criador e Suas Escrituras inspiradas. O medo e o ódio ainda são coisas boas.

O temor do SENHOR é um desejo reverente de agradar a Deus, que inclui o odiar as coisas que Ele odeia. O Deus abençoado da Bíblia odeia o pecado (Pv 6:16-19), e os Seus santos devem odiar o pecado também. O medo e o ódio são bons! Portanto, se junte a Deus para odiar o mal (Sl 97:10; Am 5:15; Rm 12:9)!

A Senhora Sabedoria odeia o orgulho, que é exaltado quando você está pensando em si mesmo, levando-o a uma atitude de superioridade e desprezo acima dos outros. É a excessiva autoestima, adorada por esta geração. Deus expulsou Satanás do céu por causa do orgulho (ITm 3:6), e Ele esmagará qualquer homem que tem um espírito de orgulho, pois nós somos nada diante d''Ele e sem Ele (Sl 39:5; 62:9).

A Senhora Sabedoria odeia a arrogância, que é o orgulho agressivo no trato com os outros. O orgulho é a sua atitude a respeito de si mesmo e dos outros; a arrogância é uma maneira soberba, condescendente, vaidosa, presunçosa de tratar aos outros. É a diferença entre estar inchado e gabar-se e a definição de Paulo de amor (ICo 13:05; Rm 12:16).

A Senhora Sabedoria odeia um estilo de vida do mal, que é viver com os hábitos pecaminosos ímpios. Devemos evitar os homens ímpios e suas obras (Sl 1:1; 5:4-5; 101:3-8; I Jo 2:16). Devemos amar as instruções de Deus para cada área de nossas vidas e odiar cada idéia dos outros (Sl 119:128). Nosso bendito o Rei Jesus foi honrado muito para odiar o mal (Sl 45:7; Hb 1:9).

A Senhora Sabedoria odeia uma boca descontrolada, que é perversa, antipática, e de um falatório ferino. As nossas palavras devem alimentar e ajudar aos outros (Pv 10:21; 15:04; 16:24) Deus odeia a língua perversa e mentirosa (4:24; 6:12,17; 10:31; 12:19; 21:6). Salomão dedicou muitos provérbios às conversas sadias, pois é uma área comum de pecado (Pv 10:19; 12:18; 15:1-2,28; 17:27-28).

Leitor, você odeia essas quatro coisas? Será que os quatro não fazem parte de sua vida? A Sabedoria vai fugir de você, enquanto você guarda no coração qualquer um desses pecados especificados. O verdadeiro temor do SENHOR odeia essas coisas e vai estraçalhá-las em todos os seus aspectos até tirá-los de sua vida (Sl 101:2-3). Não diga que você teme ao Senhor, se você ainda está agarrado a um único pecado destes. A continuar em seus pecados você estará desprezando o Senhor (Pv 14:2), e você vai ser castigado!

Os grandes homens e mulheres na terra são os que temem ao Senhor. Ele é o Deus deles, e Ele irá abençoá-los abundantemente (Sl 25:12-15; 128:1-6). Nosso bendito Senhor temia a Deus e Suas orações foram ouvidas (Hb 5:7-9). Sigamos o Seu perfeito e santo exemplo.