Provérbios 8:9

Todas são retas para quem as entende e justas, para os que acham o conhecimento.

Play Audio

Alguns dizem, "A Bíblia é muito difícil!" Outros dizem, "A Bíblia se contradiz!" Muitos concluem, "Qualquer coisa pode ser ensinada a partir da Bíblia. É impossível conhecer a interpretação verdadeira." O diabo ri de se dobrar com comentários tão absurdos. Mas a Senhora Sabedoria ensina que as palavras de sabedoria são claras e corretas - para aqueles que tem entendimento e conhecimento! Se você tem um problema com a Bíblia, você tem um problema, não a Bíblia!

Salomão usou a personificação no oitavo capítulo de Provérbios. O pronome feminino se refere à Senhora Sabedoria, uma mulher representando a sabedoria no apelo de Salomão para que os homens rejeitem ignorância e tolice e abrace o entendimento e o conhecimento. O provérbio em destaque é parte da sua introdução, pois ela afirma que fala coisas excelentes e certas (Pv 8:6), a verdade (Pv 8:7), e palavras de justiça que não são contraditórios nem são corrompidos (Pv 8:8).

Um pouco de entendimento e de conhecimento em consequência do temor do Senhor e de tremer diante da Sua palavra, abrirá a Bíblia para você (Pv 1:7; 9:10; Sl 25:14; Is 66:2; Lc 8:18). As palavras se tornam claras e corretas, quando você estuda a Bíblia com humildade pelas suas regras de interpretação. Se você abordá-la com arrogância ou crítica, ela é escrita para confundi-lo e destruí-lo (Ez 14:1-11; ICo 1:19-20; 2:13-15; IITs 2:9-12; IITm 2:15; IIPe 3:16).

A Bíblia é clara e certa para aquele que nasceu de novo (Jo 3:3; Rm 3:11), que é esclarecido pelo Espírito Santo (Ef 1:17-18), que teme a Deus (Pv 15:33), que tem prazer no Senhor (Ne 8:6-8; Sl 37:4), que obedece o que aprendeu (Jo 7:17), que pede sabedoria em oração (Sl 119:18; Tg 1:5), que trabalha com afinco para tê-la (Pv 2:1-9; 18:1; ITm 4:13-15), que aceita a correção (Pv 26:12; ICo 3:18-19), que tem motivos piedosos (Sl 119:11; Lc 10:38-42), e têm mestres dados por Deus (Ml 2:7; At 8:30-31).

A Bíblia, o livro de sabedoria de Deus, revela segredos do universo que afetam grandemente a existência do homem; mas a maioria dos homens não tem interesse de usá-la. A Bíblia é um livro fechado para eles (ICo 2:6-15; IICo 4:3-4). Deus revela estas coisas somente para os seus filhos (Mt 11:25:27). Os Seus filhos não levam em conta a inteligência, a educação ou as opiniões de qualquer um ou de todos os homens. Eles acreditam em cada palavra da Bíblia como sendo a absoluta verdade e eles desprezam quaisquer outras idéias (Sl 119:128).

Considere um exemplo. Salomão escreveu que a regra correta da punição física é a única maneira correta de treinar as crianças (Pv 13:24; 19:18; 20:30; 22:6; 23:13-14; 26:3; 29:15). Mas as mães do PTA (Associação de Pais e Professores americanos) e do PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), embriagadas com as baboseiras dos Doutores Spock, Seuss e Dobson, rejeitaram a Bíblia como sendo um manual primitivo dos homens das cavernas, que não sabiam nada a respeito de amar crianças. Eles gastaram anos de suas vidas dizendo que a Bíblia era impossível de ser entendido e imoralmente cruel para com as crianças, mas os versículos são claros e corretos para os filhos de Deus.

Considere outro exemplo, "Este é o meu corpo", extraído de Coríntios (ICo 11:24). Os católicos presumiram que Jesus estava ensinando o canibalismo e que Suas palavras fossem literais e, por isso, inventaram a transubstanciação - o pão se torna o Seu corpo, sangue, alma e divindade - apesar do pão ainda estar presente nos sentidos do paladar e nas análises científicas. A religião deles de rejeição à Bíblia, idolatra esta caricatura blasfema da Ceia do Senhor, esquecendo que Jesus também disse, "Eu sou a porta" e "Eu sou a videira," entre muitas outras metáforas!

Os luteranos, bem cientes de que o pão ainda existia - porque ainda podiam tocá-lo, prová-lo, cheirá-lo e vê-lo, inventaram a consubstanciação - o corpo, o sangue, a alma e a divindade de Jesus coexiste com o pão em sua versão da missa! Presbiterianos, também sacramentalistas supersticiosos saídos de Roma, inventaram a noção de que Jesus está realmente, verdadeiramente e espiritualmente no pão, mesmo não estando presente em corpo, sangue, alma e divindade.

Os filhos de Deus, com um pouco de entendimento e de conhecimento, sabem que Jesus falava metaforicamente, da mesma forma que você quando levanta uma fotografia de sua mãe e diz, "Esta é a minha mãe." Você está só querendo dizer que o pedaço de papel Kodak representa a sua mãe. Jesus deixou uma simples ceia memorial aos Seus verdadeiros seguidores. Não há nenhum jeito, aspecto ou forma de sacrifício sendo oferecido novamente. A Ceia é apenas para lembrarmo-nos Dele, usando do pão e do vinho para significar o Seu corpo rasgado e o sangue derramado. Não é um sacramento; e não envolve nenhuma alteração de substância, de qualquer forma ou de qualquer maneira!

Leitor, a Bíblia é o único livro verdadeiro sobre a terra. Só ela tem palavras de sabedoria celestiais, as quais Salomão procurou transmitir através da Senhora Sabedoria neste provérbio. Se você abraçá-la, ela o abençoará; se você rejeitá-la, você deve amar a morte (Pv 8:35-36). Mas este maravilhoso livro não lhe trará bem algum a não ser que você obtenha o entendimento e o conhecimento que abre os seus tesouros. Humilhe-se diante do grande Deus, arrependa-se do seu orgulho e pecados e rogue a Ele por sabedoria. Ele fará com que as palavras se tornem claras e corretas para você.