Provérbios 7:8

Que ia e vinha pela rua junto à esquina da mulher estranha e seguia o caminho da sua casa.

Play Audio

A que distância você deve chegar da morte e do inferno? Se você sabe que alguma coisa pode lhe matar e o levar para o inferno, você deveria brincar com ela? Você deveria pensar a respeito disso? Você deveria dizer a si mesmo que você pode sobreviver a ela? A morte e o inferno não são coisas da qual você possa sobreviver! É a ruína e a miséria do homem! Adultério é o caminho certo para a morte e o inferno, mas o jovem tolo deste provérbio passou perto de uma adúltera e depois foi à casa dela. Ele cometeu um erro fatal (Pv 7:21-23).

Tentações sexuais atraem poderosamente os homens jovens. Salomão dedicou diversos capítulos iniciais de Provérbios a este assunto, e procurou avisar seu filho a respeito do perigo da mulher estranha - prostitutas e adúlteras. Alguns acham que isto é dar muita ênfase aos pecados sexuais, mas eles estão latindo contra a sabedoria infinita de Deus e da experiência dolorosa da maioria dos homens na história humana. O perigo está por toda a parte, especialmente nos dias de hoje!

Salomão disse quatro vezes a seu filho que o adultério é o caminho da morte e do inferno nesses capítulos iniciais (Pv 2:18-19; 5:5; 7:27; 9:18). E quando ele, mais adiante, resumiu as suas observações a respeito da vida, ele concluiu dizendo a mesma coisa (Ec 7:26). Adultério arruína reputações, destrói a alma, prende o homem nas cordas do vício sexual, polui árvores genealógicas, introduz doenças aos saudáveis, causa fúrias de ciúme, maldiz a consciência, e o leva para o inferno!

O livro de Provérbios é, em princípio, um livro de observações curtas, inspiradas e poderosas a respeito da vida vinda da mente de Deus através da pena de Salomão. Entretanto, neste capítulo, Salomão escreveu um extenso provérbio - uma parábola (Pv 7:6-23). Sua parábola descreve a sedução e a ruína de um homem jovem por uma hábil adúltera. O tolo não tinha chance alguma. Ela era dez vezes superior a ele em questão de fingimento e de sedução. Ele caiu como um boi que caminha para o abate.

Mas isso não teria acontecido - nunca deveria ter acontecido - se ele não tivesse passado pela rua próxima à casa dela e não a seguisse até sua casa! Pecados sexuais são perigosos demais para ser algo para se brincar. Você deve fugir deles conforme avisado por Paulo (ICo 6:18; IITm 2:22). Você deve evitar a tentação sexual a qualquer custo e não se aproximar dela (Pv 5:8; 7:25).

O Senhor Jesus Cristo disse que seria melhor arrancar o seu olho direito ou cortar a sua mão direita do que permitir que a tentação o levasse às profundezas do inferno (Mt 5:27-30). Não importa o quão importante e valioso alguma coisa é para você, como o seu olho direito, você deve se livrar dele, se ele o leva a pecar sexualmente. Não importa quão necessária e prática que ele é como a sua mão direita, você deve se livrar dele, se ele o tenta ao pecado sexual. Esta não é uma questão inconsequente. As consequências são fatais e eternas. Jesus Cristo lhe deu sabedoria divina.

Homens sábios as rejeitarão para si mesmos, e pais as condenarão para os seus filhos: salas mistas de ginástica, salas de "chat" na internet, filmes hollywoodianos, aulas de natação mistas, grande parte dos programas de televisão, tempo passado com qualquer mulher sem nenhuma supervisão, festas mundanas, pornografia de qualquer tipo, fraternidades universitárias, a maioria dos cruzeiros ou estações balneárias, bares ou clubes noturno de qualquer tipo, contatos casuais via telefone ou internet com outras mulheres, empregos com mulheres sedutoras, refeições fora com outras mulheres, viagens a serviço sem salva guardas rígidas, relacionamentos casuais com mulheres casadas, músicas mundanas, novelas sensuais e qualquer outra possibilidade de tentação.

Pecados sexuais não ocorrem se você ficar longe de suas tentações sedutoras. Paulo ensinou genericamente que os cristãos não devem permitir nem mesmo uma expectativa ou oportunidade para a carne pecar (Rm 13:14). Se ele ensinou esta regra geral inspirada para todo o tipo de pecados, quanto mais deveria você aplicá-la às questões de tentações sexuais, se afaste delas!

A lição é simples. Fique longe de qualquer coisa que pode levá-lo a pecar sexualmente. Nunca seja nunca um tolo como Ló que armou a sua tenda na direção de Sodoma (Gn 13:12). Se você já vive muito perto, mude-se para bem longe, assim que for possível! Não vale a pena arruinar a sua alma e a sua família. Pecados sexuais podem ser evitados, se você romper com a fonte da tentação. Substitui qualquer vazio em sua vida por exercícios espirituais e valorizando o seu casamento (Pv 5:19-20; Sl 119:11; ICo 7:1-5).