Provérbios 5:22

Quanto ao ímpio, as suas próprias iniquidades o prenderão, e pelas cordas do seu pecado será detido.

Play Audio

Salomão tratou do assunto do vício sexual há 3000 anos atrás. Psicólogos só recentemente se tocaram a respeito disso. Tendo advertido o seu filho a respeito dos pecados sexuais e das punições a esses pecados por parte de Deus (Pv 5:1-21), Salomão acrescentou o aviso solene a respeito do risco de ser amarrado por aqueles pecados a uma destruição total (Pv 5:22-23). Os prazeres do pecado sexual por um pouco de tempo pode aprisioná-lo pelo resto da vida!

O contexto é claro e simples - a intimidade sexual com qualquer pessoa que não seja o seu legítimo cônjuge (Pv 5:1-21). O homem deste provérbio é um tolo que rejeitou os avisos e prosseguiu para o pecado com outra mulher. Suas iniquidades sexuais tomarão conta do seu corpo e do seu espírito, e ele será mantido em algemas como correntes dos seus pecados sexuais. Eles criarão a escravatura da alma.

O pecado sexual toma posse da alma da pessoa mais do que qualquer outro pecado. O álcool pode conduzir à embriaguez e a uma dependência química, mas a fornicação pode levar a uma obsessão com pensamentos e atividades imorais. Homens que pecam sexualmente raramente se recuperam (Pv 2:18-19; Pv 5:5-13; Pv 6:26-35; Pv 7:22-27; Pv 9:17-18). Somente a graça de Deus é que pode libertar um homem desse cativeiro.

Pecados sexuais também criam dependência pela forma em que eles exigem mais e mais estímulos, de forma a proporcionar a emoção original. Um "voyeur", raramente continua sendo sempre um "voyeur". Poucos homens ficam satisfeitos com uma pornografia moderada; eles progressivamente buscam imagens mais radicais e gráficas de forma a sentir o mesmo nível de estímulos sexuais e pecaminosos da sua primeira experiência com esse prazer.

A pornografia é um caso de estudo nessa degeneração progressiva. Aquilo que foi chamado de pornografia há 30 ou 40 anos atrás é muito diferente da pornografia de hoje. A diferença é notável! Os tolos que começaram com o nudismo feminino em suas adolescências sentiram necessidade de explorar a sodomia, a bestialidade e a pedofilia quando entraram na faixa dos quarenta anos para poderem obter a mesma satisfação! Ao invés de melhorarem os seus prazeres maritais, conforme mente o seu coração, ele destruía a habilidade e a satisfação marital.

Jovem! Homens mais idosos! Este provérbio é tão verdadeiro quanto o é a Lei da Gravidade! Se você brinca com fantasias, pornografia, fornicação ou sodomia, você irá destruir a si mesmo. Os seus pecados o prenderão e encarcerarão a sua alma. Você será incapaz de livrar-se por si mesmo. Você nunca mais amará novamente a Deus, sua mulher, ou um viver santo, sem que haja um milagre do céu! E Deus não prometeu a você ou a qualquer outro adúltero uma libertação graciosa e não merecida assim!

Considere Sansão. Ele tinha bons pais, era um Nazireu para toda a sua vida, não temia os outros homens, e julgou a Israel durante vinte anos. Sansão lutou contra as mulheres filisteias por suas aparências (Jz 14:1-3; 16:1), Até que ele se tornou um incapaz com Dalila. Apesar das óbvias intenções de destruí-lo, ela era os seu mestre onipotente (Jz 16:4-21). Porque ele não conseguiu entender o que se passava? Seria retardado? Ele havia se tornado um escravo da obsessão sexual! Ele terminou os seus dias cego e um suicida!

Considere o caso de Amnom. Ele tinha bons pais, era o filho primogênito do rei Davi, tinha a verdadeira religião de Jeová, e poderia ter qualquer mulher disponível em Israel. Mas ele criava fantasias sexuais a respeito de sua irmã Tamar, até que adoeceu com a obsessão que ele sentia por ela. Sua dependência dessa fantasia o levou a estuprá-la violentamente e, em consequência disso, ele passou a odiá-la, e justificadamente ser assassinado pelo seu irmão Absalão (II Sam 13:1-39). Ele era um escravo em cadeias às suas fantasias!

Considere Salomão! Ele escreveu Provérbios! Ele escreveu este provérbio de hoje! Mas mulheres destruíram a sua vida (IRs 11:4-13)! Como é que isso veio a acontecer? Em primeiro lugar ele se casou fora da comunidade do Senhor, contra o mandamento de Deus (Dt 7:1-6; IRs 3:1). Ele então se tornou polígamo, novamente contra a ordem de Deus (Dt 17:17; IRs 11:1-3). O seu amor pela variedade feminina se tornou a sua obsessão sexual, até que chegou a ter 1000 mulheres, que destruíram a sua vida (Ec 7:26-29)!

Gente! Se você brinca com fantasias, pornografia, adultério, ou amizade com uma mulher que não pertença inteiramente a Deus, você é um tolo total! Você é um tolo, porque você rejeitou o aviso de Deus. Você é um tolo total, porque você mentiu para si mesmo dizendo que poderia sair da situação sem maiores problemas! Você brevemente irá odiar o seu pecado predileto, que o destruirá (Sl 36:2)!

Você é um tolo ao pensar que você pode escapar do seu pecado e da sua punição, simplesmente por um arrependimento posterior, pois você está num cativeiro perfeito de seus desejos sexuais; e você não será capaz nem terá vontade de libertar a si mesmo. Se você escapa das doenças sexuais, a ira de um marido ciumento, ou da sentença do juiz, você infalivelmente será alcançado pelo justo juízo de Deus.

Não há maior cativeiro do que a de um filho de Deus que não consegue se arrepender e encontrar a alegria e a paz com o seu Senhor. Você está me ouvindo, pecador? Ele não consegue se arrepender! Porque ele não consegue se arrepender? Porque ele se tornou escravo de seus desejos sexuais, e o seu próprio coração se encontra nas convulsões de morte dos seus pensamentos e das suas ações pecaminosas. Toda vez que você permite um pensamento ou uma ação pecaminosa na sua vida, você tece outro fio na corda que o prenderá aos seus pecados sexuais.

Se você está brincando com fantasias, pornografia ou um relacionamento pecaminoso, saia fora agora! Fuja das suas luxúrias juvenis, Paulo diria: “Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, a caridade e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor” (IITm 2:22)! Não vá a nenhum lugar ou a algo que o leve a pecar sexualmente (Pv 4:15; 5:8; Sl 101:3; Rm 13:11). Arranque o seu olho direito ou corte a sua mão direita ao invés de brincar com o pecado sexual, Jesus diria: “Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar já em seu coração cometeu adultério com ela. Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti, pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que todo o teu corpo seja lançado no inferno. E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que todo o teu corpo seja lançado no inferno” (Mt 5:28-30).

Se você está viciado a um pecado sexual, o seu caso não é um de desespero; mas você nunca se livrará a si mesmo por seus meios ou as suas forças. Você deve romper violenta e totalmente com o pecado, agora! Arrependei-vos com estas palavras (Jó 33:27-28)! Implore o pode de Deus em o nome de Jesus para libertá-lo do pecado, do sexo e de Satanás. Humilhe-se diante da sua esposa, um dos seus pais, ou um pastor com todos os detalhes condenatórios. Busque a adoração a Deus publicamente e em particular com todo o seu coração.

Nada é difícil demais para o Senhor Jesus Cristo! Nós lemos de prostitutas que entraram no reino de Deus antes dos fariseus metidos a santos (Mt 21:31). E Paulo tratou de muitos pecados sexuais na igreja em Corinto, "E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus." (ICo 6:11).