Provérbios 5:4

Mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois fios.

Play Audio

Sexo casual, mesmo com uma mulher bondosa, amorosa, deslumbrante e erótica, é amargo e doloroso. Uma mulher estranha, uma mulher que você não conhecia antes e não tinha o direito de estar com ela, pode ser um grande prazer em alguns aspectos. Mas o prazer de curta duração, e então você descobre as horríveis consequências de tal pecado. Suas doces palavras e beijos se tornam amargos como o absinto e sua suave bajulação e sedução corta profundamente, como uma espada de dois gumes.

Muitos homens têm sido destruídos por essa enganosa desilusão. Ela parece, soa, cheira e parece tão convidativa, e a luxúria e o orgulho do homem por tal conquista jura que será muito compensador, mas os resultados corruptores e cortantes estão ocultos à vista. Conhecendo o grande perigo, Salomão usou este capítulo para avisar o seu filho a respeito da terrível confusão que uma prostituta traz para a vida de um homem e o prazer feliz e protetora de uma esposa amorosa.

O nosso provérbio completa uma frase iniciada no versículo anterior. Ali o sábio Pregador falou a respeito dos lábios doces e da boca suave de uma prostituta. Veja os comentários de Provérbios 5:3. A bajulação de tal mulher é dominante ao homem - a oferta dela de adoração e sedução é demais para resistir. O nosso provérbio aqui dá um aviso solene - considere as consequências!

Qual é o fim de algo? Suas recompensas, resultados ou consequências (Sl 37:37; 73:17)! O que é o absinto? É uma erva conhecida pelo seu intenso amargor (Lm 3:15)! Quão amargo? Os gregos diziam que era "impossível de se beber", e é um símbolo comum de amargura. Quão afiada é uma espada de dois gumes? Duas vezes mais afiada do que uma espada de um só gume! Ela lhe corta de uma forma ou de outra, ou ainda das duas formas!

Considere o quanto é estranho que uma mulher se torne tão, amargo e cortante. Considere isso bem jovem, pois as primeiras impressões dela são perigosamente enganadoras. As impressões disfarçam o veneno; elas cobrem a lâmina. Ela o levará à morte e ao inferno, mas o fará da maneira mais dolorosa possível!

Ela ocupará todo o seu tempo, pois as luxúrias não são satisfeitas com curtos encontros casuais ou contatos esporádicos. A culpa devorará a sua alma dia e noite. O medo de ser pego e exposto destruirá a sua confiança e consciência. A mentira que você terá de viver para cobrir o seu pecado transforma a sua vida num drama perpétuo de decepção. Quão amargo! Quão cortante!

Ela enganou outros para seduzir você, é só uma questão de tempo até que ela engane você por outro! A traição do verdadeiro amor e devoção lhe deixará vulneravelmente inseguro. A possibilidade de vingança do seu marido ou pai lhe perseguirá mesmo quando você está só em um lugar isolado. Sua reputação será destruída e reduzida àquela de um adúltero desprezado.

Considerando que ela esteve com outros, sua saúde está em risco. Até mesmo os pagãos reconhecem a curta vida dos adúlteros. Ela não é barata, e ela espera muito em troca de seus favores. E, claro, há também o Senhor, morte, juízo e inferno! Quão amargo! Quão cortante!