Provérbios 5:3

Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais macio do que o azeite.

Play Audio

A adulação de outra mulher pode ser mais doce do que o mel e mais suave do que o óleo. Como uma abelha em relação a uma flor, homens tolos correm para a sua própria destruição, nunca discernindo a iguaria venenosa até que seja tarde demais. É melhor limitar os seus ouvidos ao grunhido de uma porca do que cair na rede traiçoeira dos louvores mentirosos e convites enganadores de uma prostituta.

O favo de mel é uma das criações mais doces de Deus. O mel puro, dourado e doce flui de suas células. Ele pinga com um deleitável prazer para o homem que deseja um prazer delicioso. O azeite, que amacia a secura e a textura de qualquer alimento e é muito agradável num clima seco, também é um alimento precioso. Juntos eles representam a delícia suave e doce, tendo sido utilizado por Salomão para descrever o perigo enganador da excessiva bajulação de uma mulher estranha.

O que é uma mulher estranha? Qualquer mulher com quem você não se casou é uma mulher estranha para você! Ela está fora dos limites permitidos para você; ela é uma estrangeira ao seu casamento; ela não é sua companheira íntima; ela pertence a outra pessoa; ela é uma estranha aos seus abraços. Você não tem nenhum direito de trocar palavras doces com ela, pois os seus ouvidos e coração pertencem a outra. Jó disse, "Fiz concerto com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem?" (Jó 31:1). Se ele não podia olhar, também não poderia dar ouvidos às suas palavras.

Bons pais alertarão os seus filhos a respeito da terrível tentação de uma mulher desenfreada, como faz Salomão neste capítulo. Ele indica as terríveis consequências do pecado sexual (Pv 5:3-14), a segurança de um bom relacionamento marital (Pv 5:15-19), e o julgamento de Deus sobre os homens que se contemporizam nessa área da vida (Pv 5:20-23). Esta não é uma questão leviana, de forma alguma. Muitos homens fortes foram feridos e mortos por ela (Pv 7:26). Homem crente, esteja atento!

Salomão era um pai realista. Ele disse a verdade claramente. Não há sabedoria em dizer a um filho que as mulheres estranhas são repulsivas. Paulo admitiu que o pecado tem o seu prazer por um tempo (Hb 11:25).

Para dizer o contrário a um jovem é uma mentira, e eles estarão despreparados para a horrível tentação que algum dia virá no seu caminho. Pais sábios admitirão a atração da tentação, mas também descreverão suas horríveis consequências.

Deus fez o homem para desejar e seduzir mulheres, de forma a haver o casamento (Pv 30:19; Gn 34:1-4; Êx 22:16; Dt 21:10-14; 24:5). Esta é a maior caça na vida de um homem. A reação adoradora de uma mulher, declarando o seu amor e a sua submissão com palavras íntimas e carinhosas, é uma das mais poderosas tentações que o homem jamais enfrentará. Suas palavras bondosas e apaixonadas de afeição, respeito e desejo são como a gasolina para um fogo, e qualquer homem que negue isso é um mentiroso ou tem um problema sexual anormal.

Mulheres estranhas conhecem bem este fato. Elas usam o seu poder de linguagem para seduzir vítimas. Foi esta linguagem enganosa e deleitável de outras mulheres contra quem Salomão fez sua advertência (Pv 2:16; 6:24; 7:21; 22:14). Davi também descreveu o perigo das palavras suaves e macias que ocultavam maus motivos (Sl 55:21). Homens, se afastem delas!

A mulher de Potifar tentou seduzir José com palavras, mas ele a desafiou (Gn 39:7-12). Sansão, por outro lado, caiu pelas mentiras óbvias e destrutivas de Dalila, porque elas estavam encobertas pela bajulação sedutora (Jz 16:15-17). Não tire conclusões precipitadas a respeito de Sansão, até que você tenha seguido o exemplo de José por duas ou três vezes!

A única segurança é a distância. "Afasta dela o teu caminho" (Pv 5:8). Nenhum homem consegue resistir facilmente à bajulação de uma mulher. É muito agradável, deliciosa e difícil de resistir. É como o favo de mel e o óleo, doce e suave. Acaricia a alma e desperta o fogo da cobiça sexual do homem. A disposição para a intimidade de uma mulher, expressa na sua linguagem atraente e audaz, é como jogar um fósforo aceso num barril de pólvora. Afaste-se dela!

O nosso capítulo começa com o Pregador perguntando ao seu filho para inclinar os seus ouvidos à instrução do seu pai (Pv 5:1-2). Não há lugar ali para o orgulho ou a teimosia. Uma mulher estranha é mais do que um páreo para quase qualquer homem, como nos mostra a história profana e sagrada muitas vezes. Todos os homens têm que se dobrar ao alerta e fazer tudo o possível para evitá-la. Não há nenhuma sabedoria ou razão na conversação social com uma mulher que lhe atrai. Afaste-se dela!

Este aviso solene se aplica a conversas pessoais, conversações telefônicas e celulares, cartas e bilhetes, "chat" na internet e mensagens eletrônicas. A bajulação sedutora de uma mulher é demais, mesmo quando são palavras num monitor de computador. Ela levará o seu coração a planejar o pecado que o destruirá (Tg 1:14-15). Afaste-se dela!

Mulher cristã, temos aqui uma lição indireta para você. Você compreende o poder da bajulação e do louvor em agradar e ganhar um homem? Se você sabe, então qual é a sua capacidade em usar a arte feminina para capturar o seu marido? Outra mulher poderá muito bem fazê-lo se você não o mantiver encantado com você. Ele será responsável por qualquer pecado, mas você será uma cúmplice (ICo 7:1-5). Quando foi a última vez que você usou o favo de mel e o azeite para seduzir o seu marido? Você conhece que a bajulação no casamento é bom e agradável como pode ser visto no livro de Cânticos de Salomão. Seja uma grande mulher, e use a sua boca para a justiça.

A meretrícia Igreja de Roma oferece a sua estranha religião aos homens com palavras bajuladoras e enganadoras (Ap 17:1-6). Quando ela fala de paz, ela só deseja a alma para si mesma. O nosso irmão Paulo teve que se opor a tais decepções filosóficas sob as palavras sedutoras de Colosso (Cl 2:4,8), e ele temia que os falsos mestres pudessem atrair os corintos de sua vida virgindade espiritual (IICo 11:2-4). Afaste-se dela (Ap 18:4)!

Somente prostitutas de rua anunciam abertamente as suas intenções. As prostitutas da sociedade escondem atrás de termos e maneiras honráveis os seus corações enganadores (Pv 7:13-18). Da mesma forma, adoradoras da barriga - crentes carnais - escondem sua hipocrisia religiosa sob as mesmas palavras e conversas agradáveis (Rm 16:17-18; IICo 11:13-15; IITm 3:3-6). Afaste-se delas!

Os verdadeiros servos de Jesus Cristo são simples, audazes e diretos (IICo 1:12; IICo 2:17; IICo 3:12; IICo 4:2; Ef 4:14; ITs 2:3-6). Eles juraram lealdade ao seu Senhor e Mestre, o Qual é conhecido no céu e na terra como a Fiel e Verdadeira Testemunha (Ap 3:14; 19:11). Ele não pode mentir e enganar e não fará isso (Tt 1:2), e nem tampouco eles. Eles jamais dourarão a pílula, pois estão ligados perpetuamente através do casamento com o Senhor da verdade.