Provérbios 4:27

Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.

Play Audio

Não vagueie pela vida. Sabendo para onde você deveria ir, não mude de direção. Se afaste das coisas erradas ou tentadoras. Fixe os seus olhos em agradar a Deus em cada parte da vida, e não permita que seja desviado por qualquer coisa. Salomão sinceramente disse a seu filho para que tivesse uma vida próspera e bem sucedida diante de Deus e dos homens (Pv 4:20-27).

O caminho da sabedoria - a estrada da justiça - a via expressa da santidade - a vereda da pureza - conduz diretamente em frente (Pv 4:25-27). O aviso é claro! Não desvies da estrada para dentro do pântano do pecado que ladeia as margens dela. E o remédio é claro! Se você já se desviou para o pântano, então arranque o pé da sujeira e pule de volta para a estrada.

O Deus abençoado preparou um caminho para cada santo andar. Esse é claramente sinalizado com marcadores iluminados e sinais de aviso na Bíblia (Sl 119:105). E Ele enviou professores para se certificar de que você não leu errado o mapa do caminho. Ele prometeu que eles ajudariam dizendo, "... Este é o caminho; andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda." (Is 30:21).

Salomão ensinou a seu filho para ficar olhando sempre pra frente. Ele disse, "Os teus olhos olhem direitos, e as tuas pálpebras olhem diretamente diante de ti." (Pv 4:25). O mundo oferece muitas atrações para deixar a estrada e se aventurar no pântano da luxúria e do pecado. As atrações e os convites são bastante enganadores e sugestivos. Você não pode nem olhar para eles.

Ele também disse ao seu filho para considerar com precisão onde você está andando, e só andar onde tivesse sólidas razões para fazê-lo. Ele disse, "Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam bem ordenados!" (Pv 4:26). O dever de cada cristão é o de provar tudo que faz pela palavra de Deus e rejeitar qualquer opinião ou atividade contrária a ela (Is 8:20; ITs 5:21).

A maioria dos homens não gosta de uma forma restritiva de viver (Mt 7:13). Eles querem fazer as coisas à sua maneira; eles querem determinar o que farão. Eles querem provar dos prazeres do pecado. Os "outdoors" no pântano são atraentes demais! Existem muito poucos como Moisés, que renunciou a grandes vantagens mundanas para ficar no caminho do céu com o povo de Deus (Hb 11:24-26).

A maioria dos homens ressente a sã doutrina e a pregação confiável dizendo-lhes o que devem fazer ou não (IITm 4:1-4). Eles querem alguém que os entretenha, que faça cócegas em seus ouvidos com histórias bonitas. Eles estão cansados do caminho estreito e apertado (Mt 7:14). Então eles encontram alguém que faz concessões e que os conduzirá ao pântano da carnalidade cristã (Is 30:8-11).

O SENHOR deu a palavra - ela é absoluta e final. Os desvios são julgados severamente. Pergunte a Caim, que achou que Deus gostaria da sua oferta limpinha (Gn 4:1-5). Pergunte a Nadabe e Abiú, que experimentaram a adoração contemporânea (Lv 10:1-2). Pergunte a Moisés, que pensou que batendo na pedra já era suficiente (Nm 20:7-13). Pergunte a Saul que agradou o povo com uma inovação na adoração (ISm 15:22-26). Pergunte a Davi a respeito de transportar a arca num carro de boi novinho em folha (IISm 6:1-9; ICr 15:13-15). Pergunte a Uzias que pensou que tivesse um ministério (IICr 26:16-21).

O SENHOR já determinou a respeito da maior parte da sua vida. Nem pense em olhar de lado ou sair para a direita ou para a esquerda. Confie Nele e na Sua palavra! Rejeite o seu próprio entendimento (Pv 3:5-6). Ame os preceitos Dele a respeito de todas as coisas, e odeie qualquer outra opinião (Sl 119:128). Nem pense em acrescentar qualquer coisa das práticas religiosas do mundo (Dt 12:29-32).

Se você, tolamente, já se desviou para seguir o mundo e entrou no pântano do pecado, seja em hábitos particulares ou luxúria ou adoração pública, só existe um remédio. Arrependimento! Saia do seu pecado e volte agora ao caminho da justiça! Arrependa-se! Rompe com os seus hábitos pecaminosos! Abandone a igreja do comprometimento! Arrependa-se! Tire o seu pé do mal!

O SENHOR deu a palavra - ela é absoluta e final. Variações são julgadas severamente. Mas o arrependimento pode salvá-lo. Pergunte a Davi, que foi perdoado por adultério e assassinato (IISm 12:13). Pergunte a Manassés, a que foi perdoado o pecado mais atroz (IICr 33:12-13). Pergunte a Nínive, quem salvou a cidade deles da total destruição (Jn 3:10). Pergunte à igreja em Corinto, que salvaram as suas vidas e a igreja pelo arrependimento piedoso (IICo 7:9-11).

O caminho da sabedoria - a vereda da justiça - é apertado. Não desvie nem um pouco. Não modifique, nem um pouco, os mandamentos de Deus. Nem pense por um instante que um novo milênio justifica um novo enfoque das Escrituras. Não dê ouvidos aos clamores de todos os lados pedindo mais tolerância às inovações na doutrina e prática. Não desvie nem para a direita e nem para a esquerda!