Provérbios 4:21

Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no meio do teu coração.

Play Audio

Você está olhando para o que? Qual o seu objetivo? O que você valoriza muito em seu coração? Salomão tinha palavras sóbrias de conselhos e advertências para o seu filho (Pv 4:20-22). A infância e a juventude são vaidade; os olhos e os corações dos homens jovens são facilmente distraídos por tolices (Pv 17:24; Ec 11:10). Este sábio pai tentou focar seu filho nos grandes objetivos da sabedoria e do entendimento.

Seus olhos são os meios de visão para o seu corpo inteiro. Visão é a habilidade de ver aquilo que está diante de você e dirigir o seu corpo de maneira apropriada. Os homens tomam todo o cuidado e pagam um alto preço para enxergarem claramente, pois suas habilidades físicas só lhe são úteis na medida em que elas dirigem os movimentos do corpo pelos seus olhos. A coordenação mão-olho é considerada a mais preciosa dádiva e um indicador certo da capacidade física.

Pela importância dos olhos físicos, os homens fazem um uso figurativo dos olhos mentais, fixando prioridades e fazendo escolhas para a vida. Por exemplo, quando o técnico ou o instrutor diz, "Fique de olho no gol", se entende que tudo na vida daquela pessoa deve estar dirigida ao objetivo escolhido. Isto não quer dizer que o atleta ou o estudante deveriam fitar os olhos, sem piscar, em algum objeto visual. Vista focada em um gol, com todas as escolhas focadas a serviço daquele gol, é o caminho para o sucesso em qualquer empreendimento (ICo 9:24-27).

Seus olhos mentais dirigem a sua vida e determinam suas prioridades, por isso seus olhos precisam estar focados em um único objeto - sabedoria, ou você perderá em vida. Jesus Cristo ensinou isto pelas seguintes palavras: "A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom." (Mt 6:22-24).

Mas existe outra figura de linguagem neste provérbio. Salomão disse ao seu filho para guardar suas palavras e ditos paternais no íntimo do seu coração. Seu coração físico é a base da vida para o seu corpo, pois ele bombeia o sangue que é a vida da sua carne (Pv 14:30; Lv 17:11). Seu coração figurativo é o centro de suas afeições, onde você escolhe o que você vai amar e o seu valor. Um homem sábio escolherá amar a sabedoria e valorizá-la altamente (Pv 4:6; Pv 8:17, 21 e 36).

Assim como acontece com os seus olhos, o seu coração precisa ser desimpedido - ele precisa estar focado em um único objetivo. Considerando que a sabedoria e o agradar a Deus são contrários a tudo que há neste mundo, você não pode obter sucesso tentando atingir os dois objetivos. Você precisa purificar o seu coração para não ser de dupla mente e concentrá-lo em um único objetivo (Tg 4:8), porque um homem de coração dobre é instável em todos os seus caminhos (Tg 1:8). Quão focado você é nos olhos e no coração quanto à questão de agradar a Deus (Dt 6:4-9; Hb 12:1-3)?