Provérbios 4:10

Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se te multiplicarão os anos de vida.

Play Audio

Você gostaria de ter uma vida longa? Muitas pessoas são obsessivas com a idéia de vida longa, como pode ser visto pelo tempo e dinheiro gasto com vitaminas, medicações, cirurgias e programas de dieta e de exercícios. Este provérbio oferece uma vida longa; mas poucos estarão interessados, porque ela requer humildade e obediência. A maioria está disposta a pagar por placebos e continuar no seu pecado e orgulho.

Davi ensinou Salomão a desejar e a valorizar a sabedoria (Pv 4:3-9), e Salomão ensinou ao seu filho a mesma coisa (Pv 4:1-2). Pela ênfase de duas gerações - um pai e um avô excepcional - a importância da sabedoria foi estabelecida (Pv 4:1-9). Salomão então apelou ao seu filho para que ouvisse e recebesse o conselho paternal que ele recebera ao longo de sua vida.

Salomão disse, "Ouve, filho meu". Os homens têm dificuldade de ouvir conselhos porque os seus próprios sentimentos, pensamentos, idéias, opiniões, preferências e objetivos estão percorrendo barulhentamente as suas mentes egoístas e orgulhosas. Outros estão ocupados demais em busca da vaidade e não têm tempo para ouvir. Poucos têm a sabedoria para tirar um tempo e interromper os seus próprios pensamentos ignorantes para aprender sabedoria com outra pessoa a quem Deus nomeou como mestres (Pv 18:1-2).

Salomão disse: "aceita as minhas palavras". Os homens ressentem a correção, instrução e a repreensão, porque o orgulho deles recusa em admitir que estejam errados. O poder escravizador da arrogância e da presunção condena a maioria dos homens à ignorância e ao fracasso (Pv 26:12,16). Eles não conseguem aprender porque não rejeitarão suas próprias idéias e por admitir que a idéia do outro seja mais sábia. Poucos têm a sabedoria de confessar a ignorância e aprender dos outros (IRs 3:7; Sl 131:1-3; Jr 1:6; Mt 18:3-4).

Deus, pais e pastores ensinam a sabedoria. O Senhor escreveu um extenso livro repleto de sabedoria nas mais variadas formas literárias. Deus deu pais a cada criança a partir do seu primeiro momento para ajudá-los a evitar problemas na vida. E Jesus Cristo ordenou verdadeiros pastores para alimentarem o Seu povo com conhecimento e entendimento (Jr 3:15). É o seu dever de se humilhar e tremer diante desses professores ordenados (Is 66:2; Ef 6:1-3; ITs 5:20).

O aprendizado da sabedoria estenderá a sua vida, e ela lhe dará melhor qualidade de vida. Há segurança na sabedoria que pode proteger você dos perigos da vida e do julgamento de Deus e dos homens (Pv 2:18; Pv 3:2,16; Pv 5:5; Pv 7:27; Pv 8:36; Pv 9:11,18; Pv 10:2; Pv 11:4,19; Pv 12:28; Pv 13:14; Pv 14:12,27; Pv 16:14,25; Pv 18:21; Pv 21:6). E há uma recompensa na sabedoria que traz glória e honra (Pv 3:16; Pv 4:8-9; Pv 22:4). Você entende perfeitamente o valor de ouvir e de receber os ensinamentos dos seus professores?

A sabedoria estenderá a sua vida naturalmente, especialmente as palavras deste livro de Provérbios. Temos aqui avisos claros contra o encurtamento da vida em consequência de acidentes, raiva, coração partido, pena capital, depressão, doença, divórcio, alcoolismo, inveja, medo, glutonaria, tristeza, culpa, ódio, disfunção marital, assassinato, doenças sexualmente transmissíveis, estresse e disputas. Cabe à tua sabedoria considerar cada uma dessas causas de morte prematura.

Se você não acha que estas coisas encurtam a vida, você tem que pensar novamente. Alguns lhe matarão diretamente, outros lhe matarão indiretamente. Só para começar considere o enorme poder de doenças psicossomáticas - o colapso físico decorrente de problemas mentais ou espirituais. É um recente fato médico que uma pessoa alegre e monogâmica no casamento sobreviverá a qualquer prostituto de ambos os sexos.

A sabedoria estenderá sua vida naturalmente por garantir as bênçãos de Deus e/ou de evitar a Sua justiça e julgamento. O abençoado Deus encurtará a vida dos maus (Sl 55:23; Ec 7:17), mas Ele estenderá as vidas dos justos (Pv 10:27; Sl 34:11-16; Sl 91:14-16; Sl 128:6; ITm 4:8; IPe 3:8-12). Lembre-se da recompense por obedecer aos seus pais (Ef 6:1-3). Quando Deus está do seu lado pela obediência à Sua palavra e à dos professores, você já fez mais para a sua saúde futura e sua longevidade do que qualquer vitamina ou programa de exercícios!

Considere o encurtamento de vida dos habitantes do mundo (Gn 7:21-24), Os excelentes cidadão de Sodoma (Gn 19:24-25), Er e Onã (Gn 38:7-10), Os filhos de Eli (ISm 2:25), Nabal (ISm 25:38), Ananias e Safira (At 5:1-11), Herodes (At 12:23), e muitos da igreja de Corinto (ICo 11:30)! Este não é um motive para rir, pois vemos isto através do Velho Testamento; e a vemos até mesmo entre os membros da igreja do Novo Testamento.

Salomão escreveu em outro livro (Ec 7:17), é de conhecimento geral que viver intensamente - uma vida de pecado - encurta a expectativa de vida da pessoa. O que você vai fazer em sua vida com os ensinos recebidos dos seus professores? Você vai dar ouvidos e recebê-los e viver? Ou vai rejeitá-los e morrer?

Filho, você ouve e acata as palavras do seu pai? Você ouve de boa vontade ao seu pai e aprecia as suas correções, instruções e advertências? Ou você se ressente dele por ignorar a sua grande experiência e sabedoria? Você o ignora porque ele está desligado do seu mundo tolo e inútil? Humilhe-se, ou morra jovem (Ef 6:1-3)!

Pai, você diz regularmente coisas sábias para o seu filho? Ou você só traz para casa a comida, vegeta com a televisão e torna-se uma ''batata'' no sofá. Você deve ensiná-lo a sabedoria de Deus (Sl 34:11; Ef 6:4; Jl 1:3). Faça-o! Do contrário, isto custará a ele anos de vida! Em primeiro lugar, porque é que você o teve se você não vai ensiná-lo a ser sábio?

O Deus do céu tem falado através de Sua palavra. Você vai ouvir e receber os ensinos? Ele enviou pastores para alimentarem o Seu povo da Sua palavra. Você vai ouvir e receber os seus ensinos? Bênçãos naturais e supranaturais dependem da sua escolha. Qual será? Você vai viver uma vida longa e abundante? Ou você vai ser cortado cedo depois de ter vivido miseravelmente?