Provérbios 3:9

Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda;

Play Audio

Quão importante é Deus para você? Você consegue melhorar suas finanças? Este provérbio responde às duas questões! Você pode honrá-lo com a sua boca, mas falar é fácil. Você deve colocar o seu dinheiro onde está a sua boca para mostrar a verdadeira honra. Salomão prometeu, "E se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares" (Pv 3:10).

O sucesso exige que você dê parte daquilo que é seu ao SENHOR, e a primeira parte de tudo que representa qualquer aumento. Dar a Ele sobras, sejam grandes ou pequenos, não é honra; e não atende ao provérbio. O Pregador entregou um segredo financeiro - dar as primícias para honrar a Deus. Dar dinheiro é progredir (Pv 11:24). Você é pobre? Você não pode se dar ao luxo de não contribuir!

Dar as primícias é dar a Deus a primeira parte. É o retorno de um investimento ou de uma atividade. Em primeiro lugar é pagar a Deus antes de pagar aos outros, incluindo a si mesmo. Muitos violam esta regra dando pequenas porções de tudo que fazem. Isto é honra? Outros violam a regra dando do que sobrou depois de pagar as despesas. Isto é honra? Isto é primícias? Muito só contribuem com um percentual daquilo que levam do salário para casa, apesar de afirmarem que o seu salário é o valor bruto (sem dedução de despesas). Isto é primícias?

O dízimo não é ensinado diretamente no Novo Testamento. Ele foi ensinado na Lei de Moisés. Os israelitas davam 23 1/3 % com dois dízimos anuais e um dízimo trienal (Nm 18:20-32; Dt 14:22-29). Além disso, eles davam por votos especiais e ofertas de livre vontade (Dt 12:6)! De que forma Abraão e Jacó tomaram conhecimento do dízimo antes da Lei de Moisés (Gn 14:20; Gn 28:22)? Porque isto é uma regra geral de um viver piedoso, o que os santos do Novo Testamento deveriam se ater como sendo, pelo menos, o dízimo, pelas bênçãos que desfrutavam, que era maior do que o ofertado (Lc 12:48; Hb 8:6).

Deus desafia o Seu povo a provar o quanto que Ele pode abençoá-los (Ml 3:8-12). Abraão, Isaque e Jacó foram abençoados financeiramente, porque sabiam como doar (Gn 14:20; Gn 28:22). Deus enriqueceu a Davi (ICr 29:18), mas Davi tinha prazer em dar (ICr 21:24; ICr 22:1-6). Se você contribui com liberalidade, o Senhor o recompensará com liberalidade (Pv 11:25; Lc 6:38).

Um empresário cristão, R. G. LeTourneau, entendeu o princípio de honrar a Deus e dar - ele deu 90% e reteve 10% para si mesmo, não importando a sua situação financeira! Ele se tornou um dos maiores donos de indústrias na América do Norte. Ele afirmou, "A questão não é quanto do meu dinheiro eu dou a Deus, mas sim quanto do dinheiro de Deus eu retenho para mim mesmo."

Como você dá representa mais diante do nosso abençoado Deus do que o quanto que você deu. O Senhor ama o doador alegre (IICo 8:12; IICo 9:7). Dar deveria ser uma atividade financeira preferida! O nosso abençoado Senhor registrou o caso da mulher viúva que deu apenas duas pequenas moedas (Lc 21:1-4).