Provérbios 2:21

Porque os retos habitarão a terra, e os sinceros permanecerão nela.

Play Audio

A justiça tem uma recompensa (Is 58:1-11)! Deus promete longevidade, paz e segurança para os homens de bem. Eles serão estabelecidos nos seus lugares e terão uma existência feliz. Eles permanecerão muito depois dos outros serem removidos. A recompensa contrasta grandemente com o juízo dos ímpios mencionado no versículo seguinte (Pv 2:22).

E este contraste só é magnificado na eternidade, considerando que o justo entrará no descanso eterno e prazeres incontáveis.

O contexto deste provérbio é o aviso de Salomão para o seu filho a respeito do perigo dos homens perversos (Pv 2:10-15), e das mulheres prostituidas (Pv 2:16-19). Ele instruiu e ensinou o seu filho para salvá-lo daqueles terríveis companheiros, para guiá-lo no caminho dos homens de bem, e para guardar os caminhos dos justos (Pv 2:20). No provérbio de hoje, Salomão está explicando o porquê dos caminhos dos homens de bem serem caminhos desejáveis - eles têm muita paz e prosperidade.

Jeová libertou Israel, o seu povo escolhido, do Egito, e lhes deu a terra de Canaã por herança, botando p´ra correr todos os seus inimigos para fora da terra que estava diante deles (Gn 15:18-21; Dt 7:1-3). Mas a Terra Prometida foi dada a eles com a condição deles O obedecerem. Rebelião e pecado poderiam fazer com que Ele a tirasse deles (Lv 26:1-46; Dt 28:1-68). Qualquer homem de Israel entendeu este provérbio de uma maneira muito profunda e poderosa.

Longevidade, paz, prosperidade e segurança são bênçãos de Deus sobre o justo. Estas recompensas são mencionadas frequentemente em Provérbios por Salomão como também por Davi nos Salmos (Pv 1:33; Pv 3:2 e 13-18; Pv 4:10; Pv 9:11; Pv 16:7; Pv 28:2; Sl 37:3, 9, 11, 22 e 29). Uma vida feliz com bons dias é conseguida pela obediência ao Senhor, especialmente se você controla seu falar e na sua maneira de tratar os outros com bondade (Sl 34:12-16; IPe 3:10-12). A justiça traz bênçãos (Is 3:10)!

Considere o primeiro mandamento de Deus contendo uma promessa agregada. Ele exige que os filhos honrem seus pais, o que significa mais do que mera obediência. Significa exaltar os pais e tratá-los com especial reverência em todos os tempos, mesmo em pensamentos, fala, expressões faciais, e sustento (Pv 20:20; Pv 30:17; Dt 27:16; ITm 4:4 e 8). Mas preste atenção à recompensa por honrá-los - uma boa e longa vida (Ef 6:2-3)! Leitor, creia nisto hoje!

O toque de Midas se refere a uma lenda tola. Mas a história de Jacó é história inspirada! Deus colocou uma sebe em torno dele de forma a abençoar tudo que ele fazia e possuía, porque ele era um homem justo, temente a Deus (Jó 1:1-5 e 10). E mesmo Deus tendo provado Jó severamente, Ele o abençoou com mais no final - certamente há uma recompensa para o justo (Jó 42:10-17; Tg 5:11). Mas a melhor recompensa é futuro - morando para sempre na terra dos céus (Hb 11:8-16).