Provérbios 2:14

Que se alegram de mal fazer e folgam com as perversidades dos maus.

Play Audio

Os maus amam o pecado. A consciência deles raramente fica entristecida e as suas almas raramente ficam abatidas. Eles ficam excitados com a oportunidade de pecar, e eles consideram um grande esporte assistir às ações pecaminosas de outros pecadores. Fazem o mal, e sentem prazer em ver os outros pecarem. Esse é o caráter dos homens maus; e os homens de bem devem evitá-los a qualquer custo.

Salomão ensinou seu filho o benefício da sabedoria, do conhecimento, da discrição e do entendimento (Pv 2:10-11). Estas bênçãos celestiais o livrará dos homens maus (Pv 2:12-15) e das mulher más (Pv 2:16-19). Esses ensinos o levarão à companhia de homens piedosos e das suas bênçãos (Pv 2:20-21), e o guardarão do julgamento dos maus (Pv 2:22).

Os maus nunca pensam em Deus: Ele não está em todas as suas considerações (Sl 10:4). Eles têm pressa em começar a vida, mas com os pensamentos voltados para si mesmos, só para descobrirem como podem agradar a si próprio. Eles não tremem diante dos avisos de Deus. Eles estão excitados a respeito do mal. Como Acabe, eles se vendem para praticarem o mal às vista do SENHOR (IRs 21:25-26). Sua danação tem vida curta (IIPe 2:3)!

Estes homens maus não são como Ló, o reto e justo sobrinho de Abraão. A sua alma se irritava diariamente enquanto ele vivia como um cristão carnal, se conformando com o pecado em Sodoma (IIPe 2:6-8). Mas os maus só ficam entristecidos quando eles não podem pecar (Pv 4:16; Mq 2:1)! Eles amam o pecado! E adoram ver os outros pecarem, até mesmo quando era odioso! Pense em Hollywood!

O mundo está cheio desse tipo de loucos. Paulo os descreveu como "obscurecidos de entendimento" e se entregando "à dissolução, para, como avidez, cometerem toda sorte de impureza" (Ef 4:17-19). A razão desta condição horrível é a vaidade de suas mentes, de seus entendimentos obscurecidos e dos seus corações encobertos. Ele nos advertiu para não viveremos como eles.

Os homens rejeitaram a verdade de Deus na criação, por isso Ele os cegou (Rm 1:18-21). Eles loucamente criaram versões de deuses segundo os seus próprios interesses (Rm 1:22-23), por isso Deus cegou as suas mentes, ainda mais, de forma a praticarem coisas abusivas e inconvenientes consigo mesmos (Rm 1:24-31). Apesar de saberem que tais pecados mereciam a morte, eles pecaram e se divertiram com os outros que também pecavam (Rm 1:32).

A nossa geração paparica homens maus. O pecado não é mais uma coisa ruim com as suas consequências. É um bom material para comédias e piadas. Mas só os tolos zombam do pecado (Pv 10:23; Pv 14:9).

O valor da sabedoria é o de se livrar de tais homens maus (Pv 2:10-15). Jovem, ame e busque a sabedoria para ser salvo do estilo de vida deles e do terrível julgamento a que serão submetidos. Alegre-se no SENHOR (Sl 37:4). Fuja das luxúrias da juventude (IITm 2:22). Ao invés disso, buscai a moderação (Tt 2:6).