Provérbios 2:8

Para que guarde as veredas do juízo e conserve o caminho dos seus santos.

Play Audio

Aqueles que buscam a sabedoria são recompensados pelo céu. Tais homens são conhecidos pelos seus justos juízos e o santificado viver. O SENHOR Jeová é a fonte de toda a sabedoria, proteção e bênçãos. Quando o homem escolhe a equidade e justiça como o seu caminho na vida, o Deus Criador guardará tal homem. Quando o homem escolhe o santo viver como o seu caminho na vida, o mesmo Deus o preservará e o protegerá. Existem recompensas pela busca da sabedoria.

Salomão exortou o seu filho para buscar diligentemente a sabedoria e o entendimento, e lhe garantiu que alcançaria seu objetivo (Pv 2:1-5). Em seguida ele explicou que o SENHOR dá sabedoria, conhecimento e entendimento (Pv 2:6), o SENHOR protege aqueles que andam retamente (Pv 2:7), e o SENHOR guarda e preserva a vida dos Seus santos (Pv 2:8). Ao buscar sabedoria com todas as suas forças, o seu filho realizaria todas as bênçãos relacionadas (Pv 2:9).

O contexto é importante para entender palavras e frase, especialmente na Escritura. A maioria dos provérbios de Salomão são observações pessoais sobre a vida e as regras para o sucesso; assim, o contexto é menos importante em Provérbios do que nos demais livros da Bíblia. Entretanto, sesta secção coesa, Salomão descreveu a busca pela sabedoria (Pv 2:1-4) e a sua obtenção (Pv 2:5-9).

O Deus verdadeiro e vivo, não só é sabedoria, conhecimento e entendimento (Pv 2:6), Ele é o Benfeitor e o Defensor daqueles que buscam a Ele e a Sua sabedoria (Pv 2:7-8). E é esta combinação gloriosa de bênçãos e recompensas que supre completamente o justo com tudo que necessita e deseja (Pv 2:9). Ele os guardará e os preservará (Pv 2:8).

Considere a primeira parte do provérbio, "Para que guarde as veredas do juízo." O homem que busca sabedoria anda nos caminho do juízo, que quer dizer que ele é sempre correto, justo e equitativo. Ele não toma decisões pelas aparências, mas cuidadosamente avalia situações para extrair conclusão justa e sábia (Pv 17:15; Pv 24:23; Dt 1:16-17; Dt 16:18-19; Is 11:1-5; Jo 7:24; Ef 5:15).

Deus promete guardar o homem que anda nos caminhos justos. Ele será abençoado e protegido na vida pelo Deus do justo juízo.

A primeira parte contém uma elipse, que é a figura de linguagem que exclui palavras óbvias. O próprio Deus se mantém nos caminhos da justiça e Ele recomenda e honra os caminhos do juízo (Dt 32:4; ISm 2:3; Sl 99:4; Is 42:1-4). Mas o contexto dá ênfase ao fato que Deus guarda as pessoas que andam em justiça, pois são os justos (Pv 2:7), os retos (Pv 2:7), e os santos (Pv 2:8) que estão sendo considerados.

A frase é elíptica no sentido em que ela poderia ser facilmente lida como Ele guarda os caminhos do juízo para os retos, para aqueles que andam retamente, ou para os seus santos. A questão é que Ele guarda os homens justos mais do que Ele guarda a justiça.

Considere a segunda frase do provérbio, "e conserve o caminho dos seus santos." O santo é uma pessoa santificada, o que quer dizer que é uma pessoa consagrada a Deus. Os homens do contexto são aqueles que diligentemente buscam a sabedoria e o conhecimento de Deus (Pv 2:1-5). Isto inclui o temor do Senhor, que é a reverência pela Sua pureza, e ódio por tudo que é pecado (Pv 2:5; Pv 8:13; Pv 16:6; Sl 97:10; Sl 119:104; Am 5:15).

O Deus glorioso promete preservar o caminho de tais homens, pois eles são a alegria da Sua alma (Dt 33:3,26-29; Sl 34:11-22; Sl 37:23-24). Qual é a lição para você? A busca dedicada e diligente da sabedoria de Deus será bem sucedida (Pv 2:1-5).

Mas ela também trará benção e proteção Divina sobre a sua vida, o que não será dada àqueles que negligenciam ou rejeitam a sabedoria de Deus. Você já se comprometeu em buscar o conhecimento e a sabedoria que só vem de Deus e da Sua palavra? Se você já está comprometido, você pode, em confiança, reivindicar as bênçãos prometidas deste provérbio.