Provérbios 1:13

Acharemos toda sorte de bens preciosos; encheremos de despojos a nossa casa.

Play Audio

Que convite! Como você pode resistir? Uma união com outros? Tudo que há de bens preciosos! Casas repletas de espólio! Tome cuidado! A morte e o inferno estão ocultos nas palavras! O mundo não o atrai ao pecado oferecendo dores e problemas. Ele lhe atrai oferecendo amizade, prazer e sucesso. Nem tudo que brilha é ouro, e o pecado lhe trará a ruina total.

Temos aqui uma lição de como os nossos pares exercem pressão. Salomão advertiu o seu filho a rejeitar pecadores que o atraíssem para participar com eles da loucura e do pecado (Pv 1:10). Ele alertou contra as promessas de unidade e de sucesso certo (Pv 1:11-14). E ele concluiu a lição dizendo ao seu filho para se afastar dos pecados e do horrível julgamento que certamente viria sobre eles (Pv 1:15-19).

Uma grande parte da sabedoria é o rejeitar amigos ímpios. Isto é um aviso comum da Escritura (Êx 23:2; Sl 1:1; Sl 26:4-5; Sl 101:1-8; ICo 15:33; IICo 6:14-17; Tg 4:4). Mas Salomão enfatizou a questão por motivo de segurança para o seu filho (Pv 1:15; Pv 4:14-15; Pv 9:6; Pv 13:20; Pv 14:7; Pv 19:27). E todos os bons pais manterão seus filhos afastados das influências malignas de amigos ímpios.

Cada pecado oferece um motivo desejável, prazer a curto prazo ou promessa de sucesso; ou os homens não pecariam. Eva pensou que poderia ser como Deus se ela comesse do fruto proibido. Sansão pensou que Dalila o faria feliz. Ananias e Safira pensaram que poderiam reter parte do dinheiro e ainda serem importantes na igreja. O pecado é uma mentira enganadora!

O diabo e o mundo fazem ofertas atraentes. Eles raramente admitem que odeiam a Deus, que desejam violar a Sua palavra, e mal podem esperar pelo inferno. Eles chegam como anjos de luz e ministros da justiça dizendo como ter a sua fatia do bolo e comê-lo também. Satanás chega como outro Jesus, apresentando um evangelho popular e gotejando outro espírito (IICo 11:3-4; IICo 11:13-15).

São tempos perigosos dos últimos dias: sedutores malignos estão cada vez mais empenhados (ITm 3:1-13). Crentes carnais estão cheios deles. Uma das mais doces mentiras visando o comprometimento da verdade é a oferta de desenvolvimento - você pode ter uma mega-igreja - exatamente como os implacáveis do nosso provérbio. Mas Paulo condenou a multidão do "os fins justificam os meios" e a medição herética da piedade pelo ganho (ITm 6:3-5). Ele escreveu para Timóteo se afastar de tais homens (ITm 6:5).

Qual é a cura para esses tentadores mentirosos? "Grande fonte de lucro é a piedade com o contentamento." (ITm 6:6). A pressão dos pares não pode afetar um homem comprometido com a piedade e o contentamento que ele possui. Sedutores não conseguem penetrar na vida de um homem assim! Paulo também alertou a respeito do grave perigo da ambição mundana (ITm 6:7-10). Moisés deve ser o nosso exemplo; ele abandonou as oportunidades do Egito para sofrer com o povo de Deus (Hb 11:24-26.